Tribunal do Júri de Vitória da Conquista condena mais uma vez acusado de crimes em série

Quinta / 07.06.2018

Por Redação Sertão Hoje

A sessão de julgamento aconteceu nesta quarta-feira (06), no Fórum João Mangabeira da Comarca de Vitória da Conquista.

Condenado anteriormente a 32 anos de reclusão, o acusado Manoel de Jesus Dias foi condenado mais uma vez pelo Tribunal do Júri, agora a uma pena de 15 anos de reclusão. A sessão de julgamento aconteceu nesta quarta-feira (06), no Fórum João Mangabeira da Comarca de Vitória da Conquista. De acordo com o Promotor de Justiça José Junseira Almeida de Oliveira, que atuou na acusação, o réu assassinou a vítima Izaudete Machado de Souza no dia 25 de agosto de 2004, utilizando o mesmo “modus operandi” dos crimes anteriores, abordando mulheres e oferecendo carona, para em seguida levá-las a lugar deserto onde as estrangulava.

Atuou na defesa o advogado Weldon Brito Santana Dutra, que sustentou a tese de negativa de autoria, alegando insuficiência de provas para condenação do réu. A sessão de julgamento foi presidida pelo Juiz de Direito Reno Viana Soares. Segundo o Magistrado, após o trânsito em julgado da nova sentença condenatória, as penas serão unificadas, somando-se a condenação anterior com a nova, computando-se o tempo de prisão já cumprido. Foi negado ao réu o direito de recorrer em liberdade, sendo ratificada decisão anterior que decretou sua prisão preventiva. Ao final da sessão de julgamento, Manoel foi conduzido para o Conjunto Penal de Vitória da Conquista.