Rio de Contas: Prefeito relata dificuldades iniciais da gestão e pede união de todos

Quinta / 16.02.2017

Por Leonardo Oliva

Segundo Dr. Cristiano, o Fundo de Participação dos Municípios caiu de 1.0 para 0.8, o que implica numa redução de R$ 200 mil no orçamento (Foto: Leonardo Oliva/Sertão Hoje).

O prefeito de Rio de Contas Dr. Cristiano Azevedo participou na manhã de ontem (15) da sessão solene de abertura dos trabalhos legislativos da Câmara de Vereadores. O gestor, que não tem maioria na casa legislativa - a bancada de oposição conta com 5 vereadores contra 4 da bancada de situação - aproveitou a oportunidade para reafirmar o seu compromisso de trabalhar pelo desenvolvimento de Rio de Contas. "Eu quero manter um relacionamento harmonioso com o legislativo municipal. Quero ser parceiro e não obstáculo ao desenvolvimento de Rio de Contas. Os vereadores podem contar com o meu apoio e espero que todos nós possamos caminhar juntos para melhorar a qualidade de vida do nosso povo", afirmou Dr. Cristiano. O gestor aproveitou ainda para relatar as dificuldades que está enfrentando em sua gestão. Segundo ele, o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) caiu de 1.0 para 0.8, o que implica numa redução de R$ 200 mil no orçamento. "Nós precisamos buscar uma solução para que Rio de Contas volte ao enquadramento anterior, porque a estrutura existente hoje exige isto, sob pena de não termos como honrar com alguns compromissos, a exemplo do Piso Nacional dos Professores", afirmou. O prefeito ainda relatou que encontrou o município com muitos problemas, citando como exemplo a frota de veículos, que está totalmente sucateada. Ele informou ainda que está elaborando um relatório detalhado de todos os problemas e que, assim que este estiver concluído, vai levar ao conhecimento dos vereadores e da população.