Sertão Hoje

Sertão Hoje

Brasil bate novo recorde e tem maior número de assassinatos da história

Quinta / 09.08.2018

Por Redação Sertão Hoje

O Anuário compila dados das polícias de todos os estados d e é utilizado como dado oficial, já que o governo federal ainda não tem uma base de informações nacional.

O Brasil registrou 63.880 mortes violentas em 2017, o maior número de homicídios da história, de acordo com dados divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública na manhã desta quinta-feira (09). Sete pessoas foram assassinadas por hora no ano passado, aumento de 2,9% em relação a 2016. Os estupros aumentaram 8,4% de um ano para o outro. O 12º Anuário de Segurança Pública compila dados das polícias de todos os estados do país e é utilizado como dado oficial, já que o governo federal ainda não tem uma base de informações nacional. Em julho, o Sistema Único da Segurança Pública (Susp) foi criado e, entre outras coisas, prevê a criação de um sistema de dados unificado entre as forças policiais e entre os estados, semelhante ao Datasus (do Sistema Único de Saúde).

Ainda de acordo com o levantamento, a letalidade das polícias nos estados brasileiros aumentou 20% em relação a 2016: 5.144 pessoas foram mortas em decorrência de intervenções de policiais civis e militares. Isso representa 14 mortos por policiais por dia. Já o número de policiais mortos diminuiu 4,9% em relação a 2016: 367 policiais civis e militares foram vítimas de homicídio em 2017 contra 386 em 2016. O fórum também contabilizou o número de mulheres vítimas de homicídio no ano passado: 4.539 (aumento de 6,1% em relação a 2016). Desse total, 1.133 foram vítimas de feminicídio. O número de estupros cresceu no país. Foram 60.018 casos registrados no país no ano passado, aumento de 8,4% em relação a 2016. Os casos de latrocínio diminuíram 8,4%, indo de 2.527 para 2.333 casos em todo o país. Em 2016, 119.483 armas de fogo foram apreendidas em 2017, crescimento de 0,2% em relação a 2016.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.