Sertão Hoje

Sertão Hoje

Guanambi: Câmara de Vereadores encerra primeiro período legislativo

Quarta / 27.06.2018

Por Bonny Silva

Durante o mês de julho a Casa entra em recesso para sessões ordinárias, mantendo inalterado o funcionamento administrativo, gabinetes dos vereadores e demais setores.

A Sessão da Câmara de Vereadores de Guanambi da última segunda-feira (25) marcou o encerramento do primeiro período legislativo. Durante o mês de julho a Casa entra em recesso para sessões ordinárias, mantendo inalterado o funcionamento administrativo, gabinetes dos vereadores e demais setores. Nas ausências de Dr. Agostinho Lira e Zaqueu Rodrigues, presidente e vice-presidente respectivamente, cumprindo compromissos pessoais, a sessão foi presidida pelo vereador Fabrício Lopes.

Durante o espaço reservado aos vereadores, Homero Castro falou pelas famílias beneficiadas com um poço tubular que beneficiará comunidades da zona rural, parabenizou as escolas pela organização dos festejos juninos e comunicou aos desportistas do Ribeirão a construção de uma arquibancada na praça de eventos.

O vereador Arnaldo Azevedo (Nal) questionou a movimentação dos recursos oriundos da venda do antigo prédio da Biblioteca Municipal. Segundo o edil, as informações fornecidas pela Prefeitura de Guanambi não atendem satisfatoriamente ao seu pedido. Nal aponta movimentação financeira de mais de R$ 241 mil e pergunta: “Cadê o dinheiro que tava aqui?” lembrando o repórter do Fantástico.

Fausto Azevedo usou da palavra e deu a notícia que a Prefeitura Municipal de Guanambi adquiriu com recursos próprios um ônibus no valor de R$ 569 mil para transportar portadores de enfermidades que fazem tratamento fora do domicílio. O equipamento tem capacidade para 46 passageiros e o conforto necessário para a locomoção dos pacientes. O parlamentar ainda parabenizou a organização do São João do Gurutuba e ressaltou a sua importância para aquecer a economia e as entidades filantrópicas.

No Expediente da Casa, foram aprovadas indicações e debatidos em primeira discussão alguns projetos. O vereador Neto de Dim rebateu a justificativa ao veto à emenda aditiva de sua autoria à lei de parcelamento do solo urbano. Vanderlei de Ceraima destacou emenda de sua autoria e Neto de Dim que obriga clínica beneficiada com a doação de terreno em realizar mensalmente dez consultas grátis como contrapartida social.

No que diz respeito às doações de terrenos, o vereador Carlos Jackson (Loló) destacou a necessidade de observar a importância que comércios e empresas têm na geração de emprego e renda. “Há comerciantes que querem oportunidade de ampliar seus empreendimentos. Igrejas e maçonarias têm aprovação rápida e fácil nesta casa”, concluiu o vereador. Ao encerrar a sessão, o vereador Fabrício Lopes destacou a importância dos trabalhos legislativos, ressaltando a necessidade de maior participação popular e acompanhamento das decisões na Casa da Cidadania.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.