Sertão Hoje

Sertão Hoje

Bancários paralisam agências do Itaú em Brumado, Itapetinga e Vitória da Conquista

Quinta / 01.02.2018

Por Redação Sertão Hoje

Segundo o Sindicato, o Itaú está implementando medidas que prejudicam os trabalhadores, sem consultar os bancários ou seus representantes legais. (Foto: Sindicato dos Bancários)

Nesta quinta-feira (01), os bancários de Brumado, Itapetinga e Vitória da Conquista paralisaram as atividades das agências do Itaú em protesto contra o banco. Os atos fazem parte de um dia de mobilização que está acontecendo por todo país. Segundo o Sindicato dos bancários da região, desde o final do ano passado, o Itaú está implementando medidas que prejudicam os trabalhadores, sem consultar os bancários ou seus representantes legais. Uma das determinações é não promover mais homologações no Sindicato. Isto significa que será dificultado o apoio jurídico aos trabalhadores demitidos, bem como a revisão da rescisão pelos diretores sindicais. Em dezembro, o banco também já havia tentado promover alterações com relação à definição da data e período de férias de acordo com as mudanças da nova lei trabalhista. Ainda segundo o Sindicato, o Itaú registrou lucro líquido recorrente de R$ 18,6 bilhões nos três primeiros trimestres de 2017, alta de 13,9% em relação a 2016. A receita com prestação de serviços e tarifas subiu 7,1%, totalizando R$ 26,3 bilhões. Somente esse valor cobre toda a despesa com os funcionários e ainda sobram R$ 10 bi. Apesar do lucro exorbitante, o banco continua fechando postos de trabalho, aumentando a sobrecarga de trabalho e o adoecimento dos trabalhadores bancários. “Realizar a homologação do desligamento sem a presença do Sindicato e de sua assessoria jurídica representa o risco de que direitos sejam negados aos bancários, justamente em um momento de fragilidade que é a demissão. Além disso estamos na luta por mais contratações, para a melhoria do atendimento à população. Entendemos que valorizar a categoria bancária é também respeitar toda a sociedade”, afirma Carlos Alberto Gonçalves, diretor do Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.