Sertão Hoje

Sertão Hoje

IF Baiano produz álcool 70% para os serviços de saúde de Guanambi e Pindaí

Terça / 07.04.2020

Por Redação Sertão Hoje

“Entregamos 100 litros para a prefeitura de Guanambi e 30 litros para a prefeitura de Pindaí”, informou o coordenador Ricardo Brandão. (Foto: Divulgação / IF Baiano)

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IF Baiano) entregou, na última semana, 130 litros de álcool etílico líquido 70° INPM Glicerinado aos serviços de saúde dos municípios de Guanambi e Pindaí, localizados na região sudoeste da Bahia. O álcool está sendo produzido por alunos e servidores nos laboratórios do Campus Guanambi do IF Baiano.

A iniciativa conta com o apoio das prefeituras dos municípios, através de uma parceria firmada pela direção do campus, visando o enfrentamento da pandemia do coronavírus. “Entregamos 100 litros para a prefeitura de Guanambi e 30 litros para a prefeitura de Pindaí”, informou o coordenador da produção, Ricardo Brandão, técnico de laboratório do instituto.

Segundo a Assessoria de Comunicação do IF, a ideia surgiu dos estudantes do curso de Licenciatura em Química, em meados de março. Hoje, são 10 pessoas colaborando na produção, dentre elas, professores, técnicos e sete alunos do curso. Ainda conforme o IF, o álcool etílico líquido 70° INPM Glicerinado que está sendo produzido é equivalente ao álcool 77° GL, também chamado de álcool 70%, que tem a concentração mínima considerada eficaz no combate ao coronavírus. Segundo Brandão, o processo de produção baseia-se na concentração em massa do álcool etílico, com a utilização do álcool 92,8º INPM ou 99,5° INPM. “O processo é rigorosamente executado sob temperatura de 20°C e aferido com o aparelho alcoômetro”, explica o servidor.

A pretensão é dar continuidade aos trabalhos e produzir mais 120 litros de álcool nesta terça-feira, 07. “Já temos a matéria-prima e estamos aguardando a chegada de mais insumos para aumentar a produção”, concluiu.

“Entregamos 100 litros para a prefeitura de Guanambi e 30 litros para a prefeitura de Pindaí”, informou o coordenador Ricardo Brandão. (Foto: Divulgação / IF Baiano)

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.