Sertão Hoje

Sertão Hoje

TCU conclui inexistência de contaminação por urânio nas águas de Lagoa Real

Sábado / 02.07.2022

Por Redação Sertão Hoje

A decisão se baseou no parecer do IBAMA que monitorou pontos de uma região que compõe a Província Uranífera. (Foto: Divulgação)

O Tribunal de Contas da União (TCU) considerou, através do Acórdão n° 1226/2022, plenamente cumprida a determinação contida no Acórdão 1058/2018-TCU-Plenário anexado ao processo TC 020.403/2016-0, no qual a Indústria Nucleares do Brasil (INB) era questionada quanto à possível contaminação em água para consumo humano em Lagoa Real, município localizado no sudoeste baiano.

De acordo com a análise do órgão, realizada através dos resultados de monitoração e pareceres entregues pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), as informações apresentadas indicam a inexistência de contaminação por urânio nas águas do município. As monitorações ambientais ocorreram entre 2018 e 2021 em consonância com as determinações do TCU e com a definição dos pontos de amostragem pela empresa conjuntamente com o Ibama.

O documento do TCU cita  o Ofício nº 1171/2021/GABIN, de 28/10/2021, do IBAMA, segundo o qual os resultados obtidos em 2021 são semelhantes aos dos anos anteriores no sentido de não terem sido identificadas anomalias relativas à concentração de urânio, conforme trecho a seguir: “Ao se considerar esse novo conjunto de dados de monitoramento (quadrimestres de 2020 e primeiro quadrimestre de 2021), mantém-se entendimento exposto no Parecer Técnico nº 232/2020-COMIP/CGTEF/DILIC (SEI 8403378), qual seja, que esta equipe não identifica nenhuma anomalia nas concentrações de urânio nas águas monitoradas”.
 

FPM: prefeituras brasileiras receberam R$ 2,8 bilhões nesta quinta-feira (30)

Sexta / 01.07.2022

Por Marquezan Araújo / Brasil 61

Até a última segunda-feira (29), 19 municípios estavam bloqueados. (Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil)

Os municípios brasileiros vão receber, nesta quinta-feira (30), cerca de R$ 2,8 bilhões referentes ao terceiro decêndio de junho do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Esse recurso é repassado pela União às prefeituras, a cada 10 dias, e corresponde a 22,5% do que é arrecadado com o Imposto de Renda (IR) e com o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Na avaliação do especialista em Orçamento Público Cesar Lima, trata-se de uma medida que contribui de maneira significativa para o desenvolvimento dos municípios, sobretudo daqueles que dependem de forma expressiva desse recurso. Por isso, ele orienta que os gestores apliquem esse dinheiro da melhor forma possível. “Houve um ligeiro aumento do decêndio anterior para este, provavelmente pela época do mês, que pega a fase do mês com maior movimentação de tributos. Existem municípios que dependem quase exclusivamente do FPM, devido ao seu baixo dinamismo econômico. Então, é importante que os prefeitos saibam usar com muita consciência esses recursos que estão entrando agora”, pontua. 

De acordo com a Secretaria do Tesouro Nacional (STN), até esta segunda-feira (27), 52 municípios estavam bloqueados e, portanto, não devem receber o repasse do FPM, se não regularizarem suas pendências, são eles: Avaré (SP), Barbalha (CE), Brochier do Maratá (RS), Capela (SE), Carapebus (RJ), Carmópolis (SE), Divina Pastora (SE), Itabira (MG), Itapirapuã (GO), Juazeirinho (PB), Magalhães de Almeida (MA), Mangaratiba (RJ), Pedrinhas (SE), Poço Redondo (SE), Porto da Folha (SE), São Geraldo do Araguaia (PA), São João de Meriti (RJ), Sumaré (SP) e Três passos (RS). Para desbloquear o repasse, o município deve identificar o órgão que determinou o congelamento. Em seguida, deve conhecer o motivo e regularizar a situação. “Geralmente são problemas previdenciários ou falta de pagamento de empréstimo verificado pela União. Então, a dica é tentar renegociar essas dívidas para que volte a ter o recebimento do FPM”, orienta Cesar Lima.

UNEB oferta 860 vagas e sobrevagas pelo SiSU 2022.2; inscrições terminam hoje (1º)

Sexta / 01.07.2022

Por Danilo Oliveira / NuJor UNEB

As oportunidades estão distribuídas em 51 opções de curso (presenciais), na capital e no interior. (imagem: Divulgação / Anderson Freire / Ascom)

A Universidade do Estado da Bahia (UNEB) oferta 605 vagas e 255 sobrevagas na edição 2022.2 do Sistema de Seleção Unificada (SISU), do Ministério da Educação (MEC). De acordo com o Edital Sisu/UNEB 2022.2, oportunidades estão distribuídas em 51 opções de cursos, na modalidade graduação presencial, com ingresso previsto para o segundo semestre letivo deste ano.

Podem concorrer às vagas e sobrevagas os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2021, obtiveram nota acima de zero na prova de redação e não participaram da edição como “treineiro”. Os candidatos poderão se inscrever em até duas opções de vaga, especificando, em ordem de preferência, as suas escolhas de instituição de educação superior (IES), local de oferta, curso e turno, e a modalidade de concorrência. As inscrições estão abertas e devem ser realizadas, até o dia 1º de julho, no site do sistema.

• Confira o quadro de vagas da UNEB ao Sisu 2022.2;

A UNEB reserva 40% das vagas para candidatos negros optantes pelas cotas e 5% de sobrevagas para indígenas; quilombolas; ciganos; transexuais, travestis e transgêneros; pessoas com deficiência, com transtorno do espectro autista e com altas habilidades. Cada grupo contará com essa porcentagem em todos os cursos.

O resultado será divulgado no dia 6 de julho, no site do Sisu. Entre os dias 6 e 18 do mesmo mês, os estudantes que não foram selecionados na chamada regular, em nenhuma das opções, podem manifestar o interesse em participar da lista de espera. Mais informações estão disponíveis no Portal UNEB.

Palmas de Monte Alto adere ao Programa Cidade Empreendedora

Sexta / 01.07.2022

Por Nayla Gusmão / ASN

Aumentar a participação das empresas locais nas compras públicas é um dos principais objetivos do município. (Foto: Divulgação)

“Há uma grande necessidade de mudar a cultura do empreendedorismo em Palmas de Monte Alto. Acreditamos que o Sebrae tem muito para contribuir com o projeto da administração de desenvolver o empreendedorismo local”. Essa é a expectativa de Pompílio Donato, que atua como assessor da Prefeitura de Palmas de Monte Alto. O município firmou parceria com o Sebrae e durante o ano de 2022 desenvolve as ações do Programa Cidade Empreendedora.

Mais de 50% da população de Palmas de Monte Alto vive na zona rural do município. Por isso, dentre as principais necessidades locais, estão o fortalecimento da agricultura familiar, a ampliação da participação dos empreendimentos locais nas compras públicas e a mudança da cultura do empreendedorismo. Dentro desse cenário, a participação no projeto traz novas perspectivas. “A expectativa da administração é o fortalecimento do comércio local, da agricultura familiar e a introdução da educação empreendedora, ampliando a participação das empresas locais nas compras públicas, fazendo com que girem recursos no município. Com certeza o Sebrae, com toda a sua bagagem, será importante para alcançarmos o resultado positivo que pretendemos”, ressaltou Pompílio Donato.

Josi Viana, gerente regional do Sebrae em Vitória da Conquista, destaca que o município de Palmas de Monte Alto compreende a importância dos pequenos negócios para o seu desenvolvimento, considerando tanto o empresário urbano, quanto o rural. “A expectativa é que, através do Programa Cidade Empreendedora, possamos potencializar algumas das ações realizadas pela prefeitura, como as compras da agricultura familiar, além da implementação de outras iniciativas, como a desburocratização, facilitando a vida do empreendedor que investe ou quer investir na cidade, criando um ambiente melhor para o empreendedorismo”, concluiu a gerente.

UPB comemora indicação de deputado federal baiano Paulo Azi para relatar PEC 14/2022

Sexta / 01.07.2022

Por Carla Fonseca / UPB

Essa PEC propõe reduzir de 22,5% para 11,75% a alíquota previdenciária dos municípios. (Foto: Divulgação / UPB)

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 14/2022, que reduz de 22,5% para a metade a alíquota previdenciária dos municípios, já tem relator. É o deputado federal baiano Paulo Azi, designado pelo presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, Arthur Maia. A indicação de Paulo Azi aconteceu nesta quarta-feira (29), durante reunião da CCJ, depois de solicitação da União dos Municípios da Bahia (UPB) explicando a importância desta PEC para os municípios baianos e brasileiros, e pedindo urgência na designação do relator.

O presidente da UPB, Zé Cocá, agradeceu ao deputado Artur Maia pela sensibilidade de indicar como relator um parlamentar baiano e municipalista, que conhece de perto a realidade das prefeituras que deixam de investir por conta da alíquota de 22,5%. Agora o relator vai elaborar relatório atestando que a PEC atende às exigências legais e apresentá-lo para votação na CCJ, depois do que irá a plenário.

E para acelerar esse processo, diante da urgência em assegurar o equilíbrio fiscal das prefeituras, o presidente da UPB, acompanhado por uma comissão de prefeitos, estará em Brasília na próxima terça-feira (05) para participar da mobilização municipalista organizada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), dialogar com o deputado Paulo Azi e buscar o apoio dos deputados baianos, visando a aprovação da PEC.
 

Tanhaçu participa do programa Cidade Empreendedora

Sexta / 01.07.2022

Por Nayla Gusmão

Ações estratégicas já estão sendo elaboradas principalmente no segmento de educação empreendedora. (Foto: Danilo Pereira)

Com mais de 20 mil habitantes, Tanhaçu, no Sudoeste baiano, entra na lista dos municípios que aderiram ao programa Cidade Empreendedora em 2022. Com uma cultura empreendedora desde o surgimento, o município firmou parceria com o Sebrae e deve desenvolver as ações do programa em todos os eixos estratégicos.

Para Josi Viana, gerente regional do Sebrae, o comprometimento da gestão municipal e dos agentes de transformação do município, junto às ações do programa, certamente trará resultados muito positivos. “O programa Cidade Empreendedora vem somar esforços com o município para facilitar a vida do empreendedor, desde a entrada única de documentos para a formalização de negócios, passando pelo fomento da educação empreendedora no ensino fundamental, até as oportunidades que poderão ser criadas para os pequenos negócios locais já existentes, através das compras públicas. O engajamento dos atores municipais será crucial para possamos fazer de Tanhaçu um lugar melhor para empreender”, reforçou a gerente.

De acordo com Edson Carlos Silva, secretário de Administração e Finanças do município, as ações do programa estão em concordância com os objetivos pretendidos pela gestão municipal. “O Cidade Empreendedora veio muito a calhar, porque nós, enquanto gestão, estamos buscando modernizar a parte burocrática de formalização dos negócios, fomentar o comércio e capacitar a mão de obra local. Dessa forma, é possível reter renda no município e ajudar a melhorar a qualidade de vida da população”, afirmou Silva.

Ainda conforme o secretário, o que mais chamou a atenção foi a atuação do programa em diversos eixos estratégicos, principalmente no que diz respeito à educação. “Nossas expectativas são as melhores possíveis. O programa atinge a sociedade no ponto mais sensível de transformação, que é a educação, de forma que a gente já possa estimular em nossas crianças, desde cedo, nosso espírito empreendedor, no sentido de cuidar bem dos recursos, dar valor ao dinheiro. Penso que fazendo esse programa funcionar de verdade, existe uma perspectiva muito boa de transformação em toda a população”, destacou.

Com previsão de 30 mil mudas plantadas até julho, RHI Magnesita celebra balanço positivo de ações socioambientais em Brumado

Sexta / 01.07.2022

Por Thobias Almeida

Ao longo do primeiro semestre de 2022, empresa desenvolveu diversas ações de recuperação ambiental e conscientização junto a colaboradores e comunidade. (Foto: Divulgação)

A RHI Magnesita divulgou os resultados de ações socioambientais desenvolvidas em Brumado no primeiro semestre de 2022. Dentre os principais números destacam-se o plantio de 10 mil mudas de árvores nativas em áreas de proteção, até junho, e a previsão de outras 10 mil em julho pelo programa Muda com Mudas; plantio de cerca de 9 mil mudas a partir do Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD); doação de mais de 4 mil mudas e de 3 mil unidades de papel-semente de flores da região para instituições locais e comunidade; além do engajamento de cerca de 2 mil colaboradores nas atividades voltadas para a valorização do desenvolvimento sustentável.

Muitas das ações estão lincadas à Semana Mundial do Meio Ambiente, período marcado também pela realização de palestras, trilhas ecológicas e pela participação ativa da comunidade nas iniciativas socioambientais da companhia. Ao todo, foram realizados o plantio de 10 mil mudas em áreas de proteção entre maio e junho; previsão de plantio de outras 10 mil mudas em julho; Plano de Recuperação de Áreas Degradadas com plantio de 9 mil mudas; Doação de 4.054 mudas a instituições de Brumado, tanto governamentais como da sociedade civil; 342 participantes de palestras comunitárias; Distribuição de mudas a 1.878 colaboradores diretos e indiretos; Envolvimento de 200 colaboradores em atividades internas voltadas para proteção ambiental.

“A RHI Magnesita tem compromissos claros com o desenvolvimento sustentável que são acompanhados a partir de metas ambientais. Recuperar e proteger áreas verdes e de nascentes, executar o planejamento ambiental da nossa operação em Brumado e ampliar a conscientização e o engajamento da comunidade são propósitos que têm gerado resultados animadores”, explica o Coordenador Ambiental da RHI Magnesita, Carlos Eduardo Rodrigues.

Todas essas ações geram reflexos positivos para Brumado e região, como no caso do plantio de árvores em áreas de proteção, principalmente em topos de morros e nascentes. A cobertura vegetal é fundamental para se evitar erosões, carreamento de sedimentos para cursos d’água e para a manutenção da recarga hídrica do território. Além de ações diretas de plantio, conservação e conscientização, a companhia persegue objetivos como redução de 15% das emissões de CO2 e aumento de 10% do uso de materiais recicláveis nas linhas de produção, bem como melhorias da eficiência energética, fortalecimento da diversidade e aumento da segurança, todas metas previstas para serem alcançadas até 2025.
 

Beneficiários do INSS com final NIS 6 recebem pagamento hoje (1º); confira o calendário completo

Sexta / 01.07.2022

Por Sophia Stein / Brasil 61

Até o dia 07 de julho serão pagos todos os benefícios de quem ganha um salário mínimo, cujo valor é de R$ 1.212,00. (Foto: INSS / Gov.br)

Aposentados e pensionistas já começaram a receber os pagamentos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de junho na sexta-feira (24). A primeira leva de pagamentos é para quem tem o número do benefício terminado em 1. Até o dia 07 de julho serão pagos todos os benefícios de quem ganha um salário mínimo, cujo valor é de R$ 1.212,00. Cerca de 36 milhões, 60%, dos aposentados e pensionistas se enquadram nessa condição. Para quem ganha mais de um salário, os créditos serão feitos de 1º até 7 de julho. O teto pago pelo INSS é de R$ 7.087,22.


Confira o calendário para quem ganha um salário mínimo:

• Nº final do NIS 1, recebe dia 24 de junho;
• Nº final do NIS 2, recebe dia 27 de junho;
• Nº final do NIS 3, recebe dia 28 de junho;
• Nº final do NIS 4, recebe dia 29 de junho;
• Nº final do NIS 5, recebe dia 30 de junho;
• Nº final do NIS 6, recebe dia 01 de julho;
• Nº final do NIS 7, recebe dia 04 de julho;
• Nº final do NIS 8, recebe dia 05 de julho;
• Nº final do NIS 9, recebe dia 06 de julho;
• Nº final do NIS 0, recebe dia 07 de julho.

Bahia adere à campanha Vacina Mais

Quinta / 30.06.2022

Por Redação Sertão Hoje

A campanha visa ampliar as taxas de cobertura das vacinas no Brasil que vem sofrendo sucessivas quedas nos últimos anos. (Fotos: Divulgação / Sesab)

Uma campanha com ampla mobilização da sociedade civil brasileira e organismos internacionais, como a Organização Panamericana de Saúde (Opas/OMS), foi lançada nesta quarta-feira (29) em Brasília pelos Conselho Nacional de Saúde (CNS), Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e Conselho Nacional de Secretarias municipais de Saúde (Conasems): a Vacina Mais, que visa ampliar as taxas de cobertura das vacinas no Brasil que vem sofrendo sucessivas quedas nos últimos anos.

“É preciso haver esse reconhecimento de que, como nação, nossas coberturas estão decrescentes, muito em função de um movimento antivacina que ganhou força no Brasil nos últimos anos. Vamos nos esforçar e nos unir nessa grande campanha de integração em prol da reafirmação do compromisso em favor da Saúde e da vida”, afirmou a secretária da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), Adélia Pinheiro.

Na Bahia, até 2015 a média de cobertura das principais vacinas indicadas ao público infantil esteve acima da meta. Nos anos seguintes, esse percentual vem decrescendo gradualmente, potencializando o risco de retorno de doenças que já vinham sendo mantidas sob controle ou estavam eliminadas e erradicadas.

A vacina pentavalente, que protege contra difteria, tétano, coqueluche, Haemophilus influenzae tipo b e poliomielite (VIP), por exemplo, teve redução na cobertura de 58% em 7 anos. Em 2015 a cobertura era de 92, 9%. Caiu para 76,9% em 2016, manteve esse patamar em 2017, alcançou uma cobertura levemente superior em 2018 (77,2%) e depois só caiu: 65% em 2019, 63% em 2020 e 54,6% ano passado. Já a BCG, que é uma vacina indicada para ser aplicada nas primeiras horas de nascimento, preferencialmente ainda na maternidade, e previne as formas graves de tuberculose, teve sua cobertura reduzida drasticamente no estado, passando de 100% de cobertura, em 2015, para apenas 48,7% em 2021. 

“Várias hipóteses são levantadas para justificar este cenário, como a falsa sensação de segurança dos pais atuais, que não convivem mais com essas doenças justamente por causa do sucesso das campanhas de vacinação em massa mediadas pelo PNI no passado”, enfatiza Ramon Saavedra, técnico da Vigilância Epidemiológica da Bahia.  
 

São João: Sesab contabiliza 53 atendimentos a vítimas de queimaduras na Bahia

Quinta / 30.06.2022

Por Redação Sertão Hoje

Os registros ocorreram entre os dias 20 a 26 de junho nos Hospitais Geral do Estado (HGE), Regional de Santo Antônio de Jesus (HRSAJ) e do Oeste.

Um total de 53 pessoas foram atendidas nos Hospitais Geral do Estado (HGE),  Regional de Santo Antônio de Jesus (HRSAJ) e do Oeste, entre os dias 20 e 26 de junho, vítimas de acidentes com fogos de artifício e fogueiras, informou a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab). No HGE, foram 39 atendimentos, 13 no HRSAJ e 1 no HO.

Depois de dois anos sem a programação de festejos juninos, em função da pandemia de Covid-19, a Sesab reforçou o atendimento nas unidades de referência para assistência a queimados, além de ter alertado à população para que aproveitasse as festas sem esquecer os riscos de acidentes com fogos de artifício e fogueiras.

Dados das duas principais unidades hospitalares especializadas em tratamento de queimados da rede estadual, o Hospital Geral do Estado (HGE) e o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus (HRSAJ), referentes aos últimos 4 anos, mostraram um acréscimo no número de acidentes no período entre 20 e 30 de junho, quando comparados os dois anos com festejos (2018 e 2019) e os dois sem festejos e com pandemia (2020 e 2021).

Na Bahia, existem três unidades com CTQ – Centro de Tratamento de Queimados, que ganharam reforço nos plantões durante o período: o HGE, o HRSAJ e o HO – Hospital do Oeste. O CTQ é uma espécie de UTI com médicos plantonistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas 24 horas.

Feira Cidadã de Ruy Barbosa realiza cerca de 9 mil atendimentos de saúde e cidadania

Quinta / 30.06.2022

Por Redação Sertão Hoje

A próxima edição da Feira Cidadã acontecerá em Jacobina nos dias 07, 08 e 09 de julho. (Foto: Divulgação / Sesab)

Realizada nos dias 17, 18, 19 e 20 de junho, a Feira Cidadã de Ruy Barbosa levou atendimento de saúde de qualidade e serviços de cidadania para a região da Chapada Diamantina, no centro-norte da Bahia. O evento promovido pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) realizou cerca de 9 mil atendimentos entre consultas médicas e odontológicas, exames de imagem, aplicação de vacinas, além de serviços de cidadania através do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), como emissão de segunda via de identidade e CPF. A próxima edição da Feira Cidadã acontecerá em Jacobina nos dias 07, 08 e 09 de julho.

Ao todo, em Ruy Barbosa, foram realizados 2.861 procedimentos oftalmológicos; 615 procedimentos de triagem para cirurgia de catarata; 164 procedimentos de YAG Laser; 1.023 atendimentos odontológicos; 1.720 de ultrassonografia; 484 de ecocardiograma; 195 exames de Raio-X; e 624 mamografias. No Espaço Saúde, 161 pessoas realizaram exames de glicemia, 223 para detecção do coronavírus, e 916 realizaram os testes para detecção de HIV, Sifilis e Hepatite. Ainda de acordo com o balanço divulgado, 354 doses de vacinas contra a Covid-19 foram aplicadas.

"O balanço foi super positivo. Atingimos o objetivo de quantitativo e procedimentos ofertados. Além disso, conseguimos diminuir bastante a demanda do município, principalmente em relação a ultrassonografia e mamografia, que eram procedimentos muito procurados na região", comemora o coordenador do evento, Silas Gabriel.

Governo da Bahia entregou mais R$ 18 milhões em equipamentos para 24 consórcios municipais

Quinta / 30.06.2022

Por Raul Rodrigues

Na oportunidade, também foram assinados convênios com os consórcios Civalerg, Convale, Convale e CDS Itapicuru. (Foto: Divulgação)

Mais de 80% dos municípios baianos foram beneficiados com a entrega de R$ 18 milhões em equipamentos para consórcios intermunicipais. Ao todo, foram entregues pelo governador Rui Costa, para 24 consórcios, 34 caminhões, entre cavalos mecânicos, trucados e caçambas, quatro roçadeiras hidráulicas, duas usinas móveis e dois multiprocessadores. Rui entregou ainda 18 ônibus escolares para municípios baianos e assinou convênios com mais quatro consórcios. São eles o do Vale do Rio Gavião (Civalerg), do Oeste da Bahia (Convale), de Desenvolvimento do Vale do Jiquiriçá (Convale) e de Desenvolvimento Sustentável do Território do Pimonte Norte do Itapicuru (CDS Itapicuru).

“Esta é uma tarde muito feliz, porque isso aqui não é a entrega de uma obra, mas de equipamentos importantes para a realização de várias obras. E o ponto principal dessa entrega é esse novo modelo de gestão pública, que abre mão da centralização do poder para compartilhá-lo com prefeitos e prefeitas”, afirmou Rui. Segundo ele, a expectativa é que o próximo governo continue com esta política de fortalecimento dos consórcios de descentralização da ação administrativa.

“A finalidade desta ação é dar emprego para as pessoas, viabilizando estradas vicinais, estaduais, reduzindo o custo da produção, facilitando que as pessoas possam vender, comercializar, produzir e melhorar a renda e a empregabilidade”, continuou o governador, reforçando ainda a importância dos ônibus escolares. “A nossa meta, conjuntamente com as prefeituras, é diminuir a evasão escolar tanto na rede estadual como na municipal. Então, nós estamos promovendo a facilidade de ir e vir dos jovens para que eles tenham transporte seguro e confortável. Assim, vamos realizar o sonho de não ver mais nenhuma escola na Bahia com salas multisseriadas, com alunos de diversas séries misturadas. Para isso, a gente precisa de mais ônibus, para levarem alunos de localidades distantes a escolas maiores, que estão sendo construídas”.

O secretário da Infraestrutura (Seinfra), Marcus Cavalcanti, afirmou que o modelo de consórcios transfere o poder do Estado para os municípios. “O consórcio é um condomínio de prefeituras. Só, neste ano, nós distribuímos quase R$ 38 milhões em máquinas e equipamentos para os consórcios, para que eles possam fazer recuperação de estradas estaduais, vicinais e vias urbanas. Com isso, a gente quer melhorar a eficiência da prestação de serviço público”, assinalou. 

IPTU 2022: desconto de 10% para pagamento da cota única vai até 30 de junho

Quinta / 30.06.2022

Por Redação Sertão Hoje

A Prefeitura de Guanambi também disponibilizou os números (77) 3451-1146 e 99961-2222 para contato, em casos de dúvidas ou dificuldades. (Foto: Divulgação)

Vai até o dia 30 de junho, o prazo para quitação da cota única com desconto de 10% do IPTU 2022. Além disso, há também a possibilidade de parcelar o pagamento em até sete vezes, com parcelas que vão até 31 de dezembro de 2022, conforme a tabela de vencimentos ao final da matéria.

A entrega dos carnês já começou e quem ainda não recebeu a fatura do IPTU em sua residência deve procurar o setor de tributos da Secretaria Municipal da Fazenda, localizada na Praça Henrique Pereira Donato, nº 90, Centro, ou ainda no Departamento de Fiscalização, situado na Travessa 13 de Maio, n° 102, Centro. O contribuinte também pode acessar o site oficial da Prefeitura de Guanambi e baixar a fatura na opção ‘Para seu Imóvel’ e, em seguida, ‘2ª via do IPTU’.

A Prefeitura de Guanambi também disponibilizou os números (77) 3451-1146 e 99961-2222 para contato, em casos de dúvidas ou dificuldades. É necessário estar munido de documentos pessoais se for pessoa física, ou documentos da empresa, se for pessoa jurídica.

A Prefeitura de Guanambi também disponibilizou os números (77) 3451-1146 e 99961-2222 para contato, em casos de dúvidas ou dificuldades. (Foto: Divulgação)

SENAI: Bahia tem 4,4 mil vagas abertas para cursos técnicos; inscrições terminam hoje (30)

Quinta / 30.06.2022

Por Marquezan Araújo / Brasil 61

Do total de vagas oferecidas pelo SENAI, 387 são destinadas para o programa de bolsas de estudo gratuitas. (Foto: Valter Andrade/ Coperphoto)

Até 2025, o Brasil precisará qualificar 9,6 milhões de pessoas em ocupações industriais. É o que revela o Mapa do Trabalho Industrial 2022-2025, estudo realizado pelo Observatório Nacional da Indústria. Desse total, 2 milhões em formação inicial e 7,6 milhões em formação continuada.

Diante desse cenário, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial da Bahia (SENAI-BA) identificou as principais áreas demandadas para direcionar cursos técnicos a essas oportunidades. “Estamos bastante atentos ao que o Mapa do Trabalho sinaliza, principalmente onde essas ocupações estão sendo demandadas. Ou seja, toda oferta do SENAI Bahia está embasada em uma série de dados que compõem nossa inteligência de mercado, mas, com certeza, no pacote desses dados, temos o Mapa do Trabalho como um farol que nos guia na definição da nossa oferta de cursos”, pontua a gerente executiva de Educação Profissional do SENAI Bahia, Patrícia Evangelista.

A partir desse quadro, o Senai Bahia abriu inscrições para 4,4 mil vagas em cursos técnicos. A iniciativa abrange o período letivo do segundo semestre de 2022. Os cursos se dividem em presenciais e semipresenciais e serão distribuídos nos municípios de Alagoinhas, Camaçari, Feira de Santana, Juazeiro, Lauro de Freitas e Salvador.  As aulas devem começar no dia 1° de agosto de 2022.

As matrículas podem ser feitas pelo site tecnicosenai.com.br até o dia 30 de junho. Este prazo também garante 30% de desconto na primeira mensalidade aos estudantes que se matricularem nos cursos pagos. Vale destacar que os estudantes podem solicitar crédito estudantil com ou sem fiador. A medida possibilitará pagamento de 50% da mensalidade durante o curso e o restante do valor, após a formação. Segundo Patrícia Evangelista, o curso técnico precisa ser encarado como uma excelente oportunidade de ingresso mais rápido e qualificado no mercado de trabalho. “Temos exemplos de pessoas que optaram por um caminho profissional e que hoje encontram no curso técnico a possibilidade de diversificar sua área de atuação, inclusive de empreender”, destaca a gerente.

Beneficiários do INSS com final NIS 5 recebem pagamento hoje (30); confira o calendário completo

Quinta / 30.06.2022

Por Sophia Stein / Brasil 61

Até o dia 07 de julho serão pagos todos os benefícios de quem ganha um salário mínimo, cujo valor é de R$ 1.212,00. (Foto: INSS / Gov.br)

Aposentados e pensionistas já começaram a receber os pagamentos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de junho na sexta-feira (24). A primeira leva de pagamentos é para quem tem o número do benefício terminado em 1. Até o dia 07 de julho serão pagos todos os benefícios de quem ganha um salário mínimo, cujo valor é de R$ 1.212,00. Cerca de 36 milhões, 60%, dos aposentados e pensionistas se enquadram nessa condição. Para quem ganha mais de um salário, os créditos serão feitos de 1º até 7 de julho. O teto pago pelo INSS é de R$ 7.087,22.


Confira o calendário para quem ganha um salário mínimo:

• Nº final do NIS 1, recebe dia 24 de junho;
• Nº final do NIS 2, recebe dia 27 de junho;
• Nº final do NIS 3, recebe dia 28 de junho;
• Nº final do NIS 4, recebe dia 29 de junho;
• Nº final do NIS 5, recebe dia 30 de junho;
• Nº final do NIS 6, recebe dia 01 de julho;
• Nº final do NIS 7, recebe dia 04 de julho;
• Nº final do NIS 8, recebe dia 05 de julho;
• Nº final do NIS 9, recebe dia 06 de julho;
• Nº final do NIS 0, recebe dia 07 de julho.