Sertão Hoje

Sertão Hoje

Colunistas

Dário Teixeira Cotrim

Membro da Academia Montes-clarense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Montes Claros. Também é ele o atual diretor da Biblioteca Pública de Montes Claros

A CASA ESTÁ DESMORONANDO

Na política há dois caminhos a seguir: o do projeto de governo e o do projeto de poder. A democracia tem nos ensinado que o primeiro caso alavanca o desenvolvimento de uma nação, enquanto que, no segundo caso somente traz benefícios para aqueles que estão no poder. Assim, Luiz Inácio Lula da Silva fez a sua opção, palmilhou o caminho do projeto de poder, ficou rico juntamente com a sua família e amigos, enquanto o povo vai amargar o descalabro governamental com o passar dos anos. Não se concebe o desenvolvimento sem investimentos. O bolsa família não tirou ninguém da extrema pobreza. Isso é uma ilusão. Aliás, o pobre está cada vez mais pobre e, certamente, que amargará dias tenebrosos quando o programa for extinto. 

O projeto de poder do PT está com os seus dias contados. Não é desejo de ninguém, é a ordem natural dos acontecimentos. Um dia a casa cai e ela está desmoronando aos poucos e logo mais ouviremos o estrondo final desta novela. Lula sabe que ainda há uma facção que o admira e lhe tem respeito. Entretanto o afunilamento das simpatias individuais está a cada momento se estreitando, sufocando, nas ações da Polícia Federal. Bem que o governo tem promovido situações mirabolantes para tentar reverter os rumos dos acontecimentos. Está difícil. Lula e seus filhos sabem disso.

Tentar explicar o inexplicável é uma das mais difíceis tarefas do ser humano. A cada mentira é necessário outra para redimir o que foi dito e ao longo dos tempos a bola de neve torna-se impossível de ser conduzida pela estrada a fora. Delcídio do Amaral fez a sua parte na delação premiada e é normal que ele venha a negar o que foi dito em função das ameaças de morte por parte do PT. Por outro lado, o filho de Lula disse que botaria fogo na nação brasileira e pelo andar da carruagem nota-se que Riu Falcão, presidente do PT e o deputado Afonso Bandeira Florence já iniciaram o projeto de destruição da nação brasileira quando convocou os militantes petistas para saírem às ruas na defesa do meliante Lula, com armas em pinho. Um crime de incitação da desordem pública que merece ser investigado.

Desta vez Lula não foi preso, foi apenas levada à força, no camburão da Polícia Federal, para responder as perguntas da promotoria, as que ainda estão em segredo. Logo mas ele será preso, é uma questão de tempo. A partir de agora, provavelmente que o ex-presidente não dormirá sem ter pesadelos com o temível “japonês”, não sairá às ruas, não visitará o seu sítio em Atibaia e nem irá ao tríplex no Guarujá. Pra que tudo isso sem poder desfrutar de dias melhores? Bem que meu avô falava: “O crime não compensa” e não compensa mesmo.

Todas as evidências são imprescindíveis para grampear Lula da Silva, somente a turma dos bajuladores – aqueles que não têm dignidade, personalidade, moral e vergonha na cara – ainda insiste em defender esse meliante chamado Lula da Silva. O juiz Sérgio Moro sabe onde e como agir e no menor prazo tudo será consumado. Dizem os militantes do PT que no dia que Lula for preso o Brasil pára. E vai parar mesmo, para comemorar o sonho da maioria dos brasileiros. Neste dia estarei de alma lavada, livre e solta e voarei tal qual um passarinho em busca da felicidade!