Sertão Hoje

Sertão Hoje

Resultado da busca pela categoria "urandi"

Rui Costa visita Urandi nesta sexta-feira (27); confira a programação

Terça / 24.09.2019

Por Redação Sertão Hoje

A agenda, divulgada pela Secom/BA nesta terça-feira (24), começa às 9h. (Foto: Mateus Pereira / GOV-BA)

A Secretaria Estadual de Comunicação Social (Secom/BA) anunciou, na manhã desta terça-feira (24), a agenda da visita do Governador Rui Costa ao município de Urandi, no sudoeste baiano, programada para esta sexta-feira, dia 27. Conforme a programação, que começa às 9h, Rui irá realizar a entrega de uma unidade móvel do Programa de Rastreamento do Câncer de Colo de Útero e Mama para o Consórcio Público Interfederativo de Saúde do Alto Sertão; assinar a Ordem de Serviço para pavimentação da BA-263, trecho entroncamento BA-156/Urandi; e ainda autorizar a celebração do convênio do Projeto Bahia Produtiva com o município.

PMs apreendem drogas durante rondas em Urandi

Segunda / 25.03.2019

Por Redação Sertão Hoje

Ao ser questionado, “J. C. B. F.” alegou que havia mais entorpecentes em sua residência. (Foto: Divulgação / CIPE Sudoeste)

Na noite de domingo (24), PMs da CAESG 08, da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE) Sudoeste, em Urandi, realizou apreensão de drogas. De acordo com a Companhia, a guarnição abordou um homem, identificado como “J. C. B. F.”, em posse de quatro petecas e um pequeno tablete, de aproximadamente 30g, ambos de substância semelhante à maconha. Ao ser questionado, “J. C. B. F.” alegou que havia mais em sua residência, onde os militares encontraram, dentro de um guarda roupas, um tablete, de aproximadamente 300g, e mais 7 petecas, ambas também de substância semelhante à maconha. “J. C. B. F.” e todo o material apreendido foram conduzidos e apresentados à Polícia Civil, na Delegacia de Guanambi, onde foi autuado em flagrante.

Obras de pavimentação entre Licínio de Almeida e Urandi devem ter início ainda no primeiro semestre

Quinta / 14.03.2019

Por Redação Sertão Hoje

A obra terá investimento de cerca de R$ 20 milhões e está prevista para ser iniciada ainda no primeiro semestre de 2019. (Foto: Reprodução / Informe Cidade)

O prefeito de Licínio de Almeida, Frederico Vasconcellos esteve na Secretaria de Infraestrutura da Bahia (SEINFRA), em Salvador, para acompanhar a licitação que definiu a empresa que irá executar as obras de pavimentação asfáltica do trecho de 18 km que liga a BA-156 à BA-026, entre os municípios de Licínio de Almeida e Jacaraci a Urandi. A obra, prometida pelo governador Rui Costa em novembro de 2017, terá investimento de cerca de R$ 20 milhões e está prevista para ser iniciada ainda no primeiro semestre de 2019.

Em nota o prefeito Fred destacou a importância da pavimentação para o desenvolvimento da região, ressaltando que este é um passo importante, mas que a “luta” e as cobranças continuam. “Vamos agora cobrar do governador uma gestão política dessa obra para que se inicie o mais rápido possível. Nosso compromisso é fazer com que essa obra saia do papel ainda no primeiro semestre para que logo-logo a gente possa estar trafegando no assalto indo para Urandi.”

Fonte: Informe Cidade

O trecho de 18 km liga a BA-156 à BA-026, entre os municípios de Licínio de Almeida e Jacaraci a Urandi. (Foto: Reprodução / Informe Cidade)

CIPE apreende moto com chassi adulterado no centro de Urandi

Quinta / 07.02.2019

Por Redação Sertão Hoje

Os PMs estavam realizando rondas pela Avenida Padre Rocha, quando visualizaram a moto, sem a placa, parada de frente ao Lava Jato Pit Stop. (Foto: CIPE Sudoeste)

Na manhã desta quarta-feira (06), a guarnição CAESG 04 da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE) Sudoeste apreendeu uma motocicleta com a numeração do chassi e do motor adulteradas, no centro de Urandi.

De acordo com a Companhia, os PMs estavam realizando rondas pela Avenida Padre Rocha, quando visualizaram a moto, Honda CG cor azul, sem a placa, parada de frente ao Lava Jato Pit Stop. O dono do estabelecimento informou que o veículo pertencia a um cliente “A” e onde ele poderia ser encontrado.

Após reter o veículo, a guarnição deslocou-se até a residência de “A”, que também funciona como oficina de motos. Ao ser abordado, “A” alegou ter comprado a motocicleta de um individuo conhecido como Celso, morador da localidade de Estreito Bahia, por R$ 1.200,00, na terça-feira (05). Segundo “A”, a motocicleta veio acompanhada do CRLV e com a placa JNV 8551, sem a tarjeta, porém, ele removeu a placa para poder colocar um chapa de reforço e deixou-a no Lava jato.

O veículo e “A” foram conduzidos e apresentados na Delegacia de Polícia Civil, em Urandi, como Inquérito Regular, aguardando perícia no veículo por parte do Departamento de Polícia Técnica.

Policlínica do Alto do Sertão completa um ano com 45 mil atendimentos realizados

Segunda / 26.11.2018

Por Redação Sertão Hoje

A policlínica cobre uma área com 22 municípios e cerda de 480 mil moradores. (Foto: Ascom Pref. de Guanambi)

Em 24 de novembro de 2017 entreva em funcionamento a Policlínica Regional de Saúde do Alto Sertão, instalada em Guanambi. Um ano após a inauguração, a unidade de saúde já realizou 45 mil atendimentos em pacientes vindos de 22 municípios. A unidade atende cerca de 480 mil moradores de Caculé, Caetité, Candiba, Carinhanha, Feira da Mata, Guanambi, Ibiassucê, Igaporã, Iuiu, Jacaraci, Lagoa Real, Licínio de Almeida, Malhada, Matina, Mortugaba, Palmas de Monte Alto, Pindaí, Riacho de Santana, Rio do Antônio, Sebastião Laranjeiras, Tanque Novo e Urandi.

O atendimento é agendado pelas secretarias municipais e quem vive fora do município em que foi construída a policlínica conta com micro-ônibus com ar-condicionado, que faz o traslado todos os dias, gratuitamente, para levar o paciente do município até a unidade e depois retornar para casa. Ao todo, as oito unidades inauguradas na Bahia entre o final de 2017 e primeiro semestre de 2018, somam mais de 250 mil atendimentos a cidadãos das regiões de Guanambi, Jequié, Irecê, Alagoinhas, Feira de Santana, Valença, Santo Antônio de Jesus e Teixeira de Freitas.
 

TCM promove encontro de orientação em Caetité nos dias 22 e 23

Domingo / 21.10.2018

Por Redação Sertão Hoje

O encontro regional é promovido em parceria com a UNEB, CRC/BA e OAB/BA.

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), por meio da sua Escola de Contas, realizará nos dias 22 e 23 de outubro, em Caetité, o Encontro Regional de Orientação Técnica do TCM/BA, com o tema “Fomento e Fortalecimento do Controle Interno e Social”. O evento ocorrerá no auditório do Centro Territorial de Educação Profissional (Cetep), localizado na avenida Anísio Teixeira, S/N, ao lado do Ginásio Poliesportivo Professor Hélio Negreiros.

O encontro regional é promovido em parceria com a Universidade do Estado da Bahia (UNEB), Conselho Regional de Contabilidade da Bahia (CRC/BA) e a Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Bahia (OAB/BA). O curso contará com a presença de gestores municipais e servidores públicos das prefeituras, câmaras de vereadores e entidades descentralizadas. O evento também é destinado ao público em geral e, para participar, basta se inscrever no dia do evento.

A região de Caetité é atendida pela 7ª Inspetoria Regional de Controle Externo do TCM, que é responsável pela fiscalização de 29 municípios, são eles: Botuporã, Brumado, Caculé, Caetité, Candiba, Carinhanha, Caturama, Condeúba, Dom Basílio, Érico Cardoso, Guanambi, Ibiassucê, Igaporã, Iuiu, Jacaraci, Lagoa Real, Licínio de Almeida, Malhada, Malhada de Pedras, Matina, Palmas de Monte Alto, Paramirim, Pindaí, Riacho de Santana, Rio do Antônio, Rio do Pires, Sebastião Laranjeiras, Tanque Novo e Urandi.

MPF recomenda que 31 municípios da região de Guanambi regularizem transporte escolar

Segunda / 08.10.2018

Por Redação Sertão Hoje

Os prefeitos têm até 31/01/2019 para adotar medidas que regularizem a contratação, fiscalização e o uso apropriado dos veículos de transporte escolar. (Foto: Reprodução MPF)

O Ministério Público Federal (MPF), em Guanambi, emitiu recomendações aos 31 municípios da sua área de abrangência para que regularizem as licitações, contratações e execuções do serviço de transporte escolar. Os documentos foram expedidos nesta sexta-feira (05). Cada prefeito tem 20 dias, a contar da data de recebimento, para se manifestar sobre o acatamento ou não da recomendação do MPF.

No documento, os procuradores da República Adnilson Gonçalves da Silva e Carlos Vítor de Oliveira Pires apontaram a má aplicação de verbas do Programa Nacional de Transporte Escolar (Pnate) ou do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) relacionada à contratação e execução do serviço. Dentre as irregularidades, pode-se destacar: ausência de adequada pesquisa de preços; escolha de critério de julgamento por preço global; contratação de prestador de serviço sem capacidade operacional; sobrepreço e superfaturamento de rotas; subcontratação de praticamente todo o objeto; e utilização de veículos e motoristas em desconformidade com a legislação de trânsito. Os prefeitos têm até 31 de janeiro de 2019 para adotar uma série de medidas, a fim de regularizar a contratação, a fiscalização e o uso apropriado dos veículos de transporte escolar, anulando os contratos que não possam ser ajustados ao que foi proposto. O MPF recomendou, ainda, que cada prefeitura publique, mensalmente, nos portais de transparência, tabela resumida com indicação de todos os veículos, e cópia dos respectivos processos de pagamento dos serviços de transporte escolar. Além disso, deverão publicar e manter atualizadas as rotas de transporte escolar, com indicação dos pontos de saída e chegada, paradas e escolas abrangidas.
 

Bahia completa 2 meses sem explosões a banco e redução sobe de 26 para 31%, diz SSP-BA

Terça / 18.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

O último caso aconteceu em Serra Dourada. Nenhum valor foi levado e 5 criminosos morreram em confronto com equipes do Bope e da Cipe Cerrado (Foto: Sigi Vilares)

A Bahia completou, na segunda-feira (17), dois meses sem explosões a banco e a redução dos roubos subiu de 26 para 31%, aponta a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-BA). O último caso aconteceu, no dia 17 de julho, na cidade de Serra Dourada. Nenhum valor foi levado e cinco criminosos morreram em confronto com equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e da Cipe Cerrado (Veja mais).

Ainda conforme o levantamento da SSP-BA, entre janeiro e 17 de setembro deste ano 48 casos foram contabilizados, enquanto, no ano de 2017, aconteceram 70 ocorrências. São 22 casos a menos e queda de 31,4%. O bom índice foi garantido também pelas ações repressivas. Nos últimos 30 dias, quatro tentativas, nas cidades de Paulo Afonso, Pedro Alexandre, Santa Luz e Ipacaetá foram frustradas.

Fonte: SSP-BA

Falsos dentistas são detidos em Urandi e confessam praticar extrações e restaurações ilegais há 10 anos

Domingo / 09.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

De acordo com o presidente do CRO-BA, a intenção é recolher parte do material utilizado pelos falsos profissionais para que eles não retomem as atividades ilícitas.

Dois falsos dentistas foram presos, na quarta-feira (05), no município de Urandi, sudoeste baiano. Eles foram flagrados dentro dos consultórios, localizados no centro da cidade e no bairro Xavier, por agentes do Conselho Regional de Odontologia da Bahia (CRO-BA) e da Polícia Militar (PM). No momento da prisão, os dois não estavam em atendimento, no entanto, confessaram aos fiscais do CRO-BA que ofereciam procedimentos odontológicos como restaurações e extrações, de forma irregular, há, pelo menos, dez anos. Nos dois consultórios, foram apreendidos equipamentos e instrumentos.

De acordo com o presidente do CRO-BA, Carlos Dourado, a intenção é recolher parte do material utilizado pelos falsos profissionais para que eles não retomem as atividades ilícitas. Os dois prestaram depoimento na delegacia de Urandi e foram liberados em seguida. Eles devem responder em liberdade por exercício ilegal da profissão. Caso sejam condenados, podem pegar de seis meses a dois anos de prisão.

Fonte: G1

Ministério da Saúde lança Campanha de Vacinação contra o HPV; cerca de 20 milhões de crianças e adolescentes devem ser vacinadas

Terça / 04.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

A vacina contra o HPV entrou para o calendário de vacinação brasileiro há cinco anos e a taxa de cobertura vacinal do público-alvo nunca passou dos 50%. (Foto: Ascom Sespa)

O Ministério da Saúde lançou, nesta terça-feira (04), a campanha de vacinação contra o Papilomavírus Humano (HPV). O objetivo é vacinar 20,5 milhões de crianças e adolescentes no país. A expectativa é vacinar 9,7 milhões de meninas de 9 a 14 anos e 10,8 milhões de meninos de 11 a 14 anos.

A vacina contra o HPV entrou para o calendário de vacinação brasileiro há cinco anos e a taxa de cobertura vacinal do público-alvo nunca passou dos 50%. Desde seu lançamento 4 milhões de meninas de 9 a 14 anos completaram o esquema de vacinação com as duas doses necessárias, totalizando 41,8% das crianças a serem vacinadas. Os meninos de 11 a 14 anos foram incluídos na vacinação contra o HPV em 2017. Desde então, 2,6 milhões foram vacinados com a primeira dose (35,7% do público-alvo). Em relação à segunda dose, apenas 911 mil meninos receberam a vacina, completando assim o esquema de vacinação contra o HPV. Em nota, o Ministério reforça ainda a importância da segunda dose da vacina para a garantia da eficácia. "É importante alertar que cobertura vacinal só está completa com as duas doses, por isso quem tomou a primeira dose deve voltar aos postos após seis meses”, disse em nota a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), Carla Domingues.

Fonte: Ministério da Saúde

Ensino médio da Bahia fica em último lugar em avaliação do MEC

Terça / 04.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

Após a divulgação do resultado, governadores do nordeste enviaram uma carta ao MEC, reclamando da metodologia do teste. (Foto: Reprodução / TV Bahia)

O ensino médio da Bahia ficou em último lugar, no país, no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) referente a 2017, segundo informações divulgadas nesta segunda-feira (3) pelo Ministério da Educação (MEC). De acordo com os dados, a Bahia ficou com 3,0 pontos no ensino médio, - 1,3 abaixo da meta para o ano que era de 4,3. Além disso, a nota foi um décimo menor que a do último levantamento, feito em 2015, quando o estado ficou com 3,1 pontos. Os motivos apontados pelo estudo do MEC para a baixa na classificação foram abandono, atraso e notas baixas em avaliações, durante 2017. Em contrapartida, no ensino fundamental inicial, que é do 1º ao 5º ano, a Bahia teve uma melhora em 2017. O estado saiu dos 4,7 pontos, registrados para 2015, para 5,1. Já no ensino fundamental final, que é do 6º ao 9º ano, o índice foi o mesmo de 2015: 3,7 pontos.

Após a divulgação do resultado, governadores do nordeste enviaram uma carta ao MEC, reclamando da metodologia do teste. Eles dizem que houve mudança e que, diferentemente dos outros anos, a nota do aluno que fez o exame foi replicada para o aluno que não fez. "Nenhum sistema de educação trabalha para voltar para trás. Então, os resultados do Brasil inteiro apontam isso. Então, o que é que a gente pode dizer. Há algum equívoco na metodologia realizada pelo Inep, pelo Ministério da Educação, para fazer a divulgação dos resultados. Porque, não é justo que o esforço de todos os sistemas de educação seja jogado por terra, a partir de uma modificação de metodologia que o Inep provocou", disse Nildo Pitombo, subsecretário estadual de Educação. Em nota, o MEC informou que a mudança na metodologia foi feita por um grupo de especialistas, que, pela primeira vez, levou em consideração padrões de aprendizagem e o uso pedagógico dos dados. No entanto, o órgão não explicou sobre a replicação da nota dos alunos que fizeram a avaliação, na nota dos estudantes que não fizeram a avaliação.

O Ideb é uma iniciativa do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para mensurar o desempenho do sistema educacional brasileiro, a partir da combinação entre a proficiência obtida pelos estudantes em avaliações externas de larga escala e a taxa de aprovação - indicador que tem influência na eficiência do fluxo escolar.

Com vacinação contra pólio e sarampo abaixo da meta, Bahia prorroga campanha de imunização até 14 de setembro

Segunda / 03.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

De acordo com a Sesab, 216 municípios não atingiram a meta de 95% e vão continuar a vacinação de crianças menores de 5 anos. (Foto: Divulgação/SMS)

A Bahia não conseguiu atingir a meta do Ministério da Saúde de imunizar 95% do público-alvo contra a poliomielite e o sarampo e, por conta disso, a campanha de imunização foi prorrogada nos municípios com baixa cobertura até o dia 14 de setembro. A informação foi divulgada, nesta segunda-feira (03), pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesab). O estado está com 84,54% de cobertura vacinal. Ainda de acordo com a Sesab, 216 municípios não atingiram a meta de 95% e vão continuar a vacinação de crianças menores de 5 anos.

No sábado, o Ministério da Saúde informou que a média nacional de vacinação estava em 86%. Até então, somente os estados do Espírito Santo, Santa Catarina, Pernambuco, Rondônia, Amapá e Sergipe haviam atingido a meta de imunização. Até o dia 28 de agosto, foram confirmados 1.553 casos de sarampo no Brasil, enquanto 6.975 permanecem em investigação. O país enfrentou dois surtos da doença: no Amazonas, que já tem 1.211 casos confirmados e 6.905 em investigação, e em Roraima, onde houve cerca de 300 casos confirmados e 70 em investigação. Foram identificados casos isolados e relacionados à importação em dois casos em São Paulo, Rondônia, Pernambuco e Pará, dezesseis no Rio Grande do Sul e mais dezoito no Rio de Janeiro. Ainda foram confirmadas sete mortes por sarampo, sendo quatro em Roraima e três no Amazonas.

Fonte: Ministério da Saúde

Audiência pública debaterá a obra da Ferrovia Oeste- Leste

Sexta / 31.08.2018

Por Redação Sertão Hoje

Além da audiência em Ilhéus, dia 21 de setembro, haverá uma segunda audiência em Brasília, no dia 25 de setembro.

A subconcessão à iniciativa privada do trecho entre Ilhéus e Caetité da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) será debatida com a sociedade civil organizada e a população em audiência pública marcada para o próximo dia 21 de setembro, pela manhã, na cidade de Ilhéus. O anúncio foi feito pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), vinculada ao Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, na edição desta quarta-feira (29) do Diário Oficial da União.

Além de Ilhéus, haverá uma segunda audiência em Brasília, no dia 25 de setembro. Também será possível enviar contribuições para o plano de concessão, até o dia 15 de outubro de 2018. Todas as informações e orientações sobre os procedimentos relacionados à participação da sociedade civil na audiência pública estão disponíveis no site da ANTT (antt.gov.br). Outros esclarecimentos podem ser obtidos por comunicação via e-mail, no [email protected], ou pelo telefone (61) 3410-1887. A Ferrovia Oeste Leste vai ligar Figueirópolis, no Tocantins, ao porto de Ilhéus, com 1.526 km de extensão. O projeto prevê a movimentação de 60 milhões de toneladas de cargas em 10 anos, chegando a 100 ou 120 milhões em 25 anos. Na Bahia, as obras da Fiol são divididas em FIOL 1, Ilhéus a Caetité, e FIOL 2, Caetité a Barreiras.

Municípios baianos perderão receita com nova contagem populacional do IBGE, alerta UPB

Sexta / 31.08.2018

Por Redação Sertão Hoje

Apenas o município de Luis Eduardo Magalhães não registrou perca de habitantes.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou no Diário Oficial da União, nesta quarta-feira (29), uma nova estimativa populacional. Na Bahia, o instituto aponta que um total de 416 municípios teve redução de habitantes, com isso 58 desses terão impacto negativo, acarretando em perdas no repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e alguns programas federais. Apenas o município de Luis Eduardo Magalhães, na região oeste da Bahia, não registrou perca de habitantes.

A União dos Municípios da Bahia (UPB), através de seu site oficial (upb.org.br), orienta aos prefeitos questionar a contagem populacional, para evitar prejuízos. “A contagem soou estranha, como só um município ganhou população? Estamos falando de uma situação extremante grave, pois repasses federais para alguns programas de saúde, ICMS e o próprio fundo de participação são distribuídos com base per capita. Na crise que estamos, teremos municípios perdendo receitas significativas. Não faz sentido”, retrucou o presidente da UPB e vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Eures Ribeiro.

De acordo com o IBGE, os municípios têm até 17 de setembro para contestação dos números. A UPB afirma estar à disposição dos prefeitos para orientar sobre a formulação do questionamento e documentos a serem encaminhados ao instituto. Confirmadas as mudanças, os dados seguem para o Tribunal de Contas da União (TCU) e valem para repasses no exercício 2019. Em caso de negativa do órgão ainda cabe à via judicial. Na Bahia, três municípios – Ibiassucê, Coronel João Sá e Vera Cruz – já judicializaram a questão e garantiram, em 2018, o repasse com coeficiente antigo, após perda de população em estimativas anteriores.  Com base nos repasses do FPM em 2017, os 58 municípios baianos com redução de habitantes terão perdas, em média, de R$ 2 milhões ao ano.

Fonte: UPB

“Estamos falando de algo grave, pois repasses federais, ICMS e o próprio FPM são distribuídos com base per capita”, destaca o presidente da UPB, Eures Ribeiro. (Foto: UPB)

Mais de 22 mil policiais recebem prêmio pela redução da violência

Quinta / 30.08.2018

Por Redação Sertão Hoje

Homicídio doloso, latrocínio e lesão dolosa seguida de morte tiveram quedas de 6,8% na comparação entre o 1º semestre de 2018 e o do ano anterior. (Foto: Alberto Maraux/SSP)

Mais de R$ 22 milhões serão pagos a 22,5 mil policiais baianos que alcançaram redução de 6% dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), no primeiro semestre de 2018. O Prêmio por Desempenho Policial (PDP) é uma ação que valoriza e incentiva o trabalho das forças de segurança. Homicídio doloso, latrocínio e lesão dolosa seguida de morte tiveram quedas de 6,8% na Bahia, na comparação entre o primeiro semestre de 2018 e o do ano anterior. Analisando as macrorregiões, Salvador fechou com menos 12,4%; região metropolitana com decréscimo de 12,9%; e o interior do estado com redução de 3,8%.

Os números do semestre, divulgados anteriormente em coletiva, foram publicados na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (29). De acordo com a Secretaria de Comunicação Social do Estado (SECOM), em cerca de 15 dias, será divulgada no DOE a lista com as unidades das polícias Militar, Civil e Técnica que receberão o PDP.