Sertão Hoje

Sertão Hoje

Resultado da busca pela categoria "pindaí"

Instituições municipalistas e IBGE se reúnem para análise da estimativa populacional

Quinta / 11.10.2018

Por Redação Sertão Hoje

Somente na Bahia, 56 municípios tiveram redução de população e outros dois estão com dados da estimativa anterior judicializados. (Foto: Reprodução UPB)

Uma reunião realizada nesta terça-feira (9), na sede do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Rio de Janeiro, reuniu representantes da Confederação Nacional de Municípios (CNM) e de associações municipalistas estaduais, entre elas a União dos Municípios Baianos (UPB), para discutir a viabilidade dos recursos impetrados pelos municípios na tentativa de rever os índices populacionais da última estimativa divulgada pelo órgão.

A reunião atende ao pedido do Tribunal de Contas da União (TCU) para que o IBGE abra um canal de diálogo com os municípios e crie um grupo de trabalho no intuito de reverter possíveis prejuízos que a estimativa possa trazer. Somente na Bahia, 56 municípios tiveram redução de população e outros dois estão com dados da estimativa anterior judicializados. O coordenador jurídico da UPB, Isaac Newton, esteve presente no encontro demonstrando a preocupação dos municípios baianos com a queda de receitas, em decorrência da perda de população. “Ressaltamos que a estimativa é conflitante com dados registrados pelos municípios, evidenciando a necessidade de haver apuração nos casos acusados pelas prefeituras”, revelou Isaac Newton.

Os municípios foram representados na reunião pelo presidente da CNM, Glademir Aroldi, que apresentou o pleito e destacou a importância de as duas instituições atuarem juntas para um objetivo em comum: “Conseguir recursos para a realização do Censo em 2020, que é extremamente importante para o IBGE, para os Municípios e, consequentemente, para a CNM”, concluiu.

Fonte: UPB

Qualidade das BRs que cortam a Bahia cai 11% em relação ao ano passado, diz o Dnit

Quinta / 11.10.2018

Por Redação Sertão Hoje

Os maiores percentuais de péssimo na avaliação das condições de estrada foram Acre (50%), Amazonas (29%), Espírito Santo e Maranhão, ambos com 28%.

A qualidade das estradas federais da Bahia caiu em comparação ao ano passado. De acordo com o Índice de Condição da Manutenção (ICM), divulgado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), divulgado nesta quarta-feira (10), enquanto 82% da malha ainda estava em bom estado em 2017, essa porcentagem caiu para 71% este ano. Já o percentual das vias em péssimo estado saiu de 1% para 8%. As malhas classificadas como “ruim” cresceram de 4% para 6%. No ano passado, enquanto 13% das estradas estavam em condição regular, agora o número subiu para 15%.

Em comparação a outros oito estados no Nordeste, a Bahia está ocupando a 6ª posição em relação às estradas em condição boa. O estado fica atrás da Paraíba (79%), Alagoas e Pernambuco (76%), Piauí (75%) e Ceará (73%). Sergipe foi o estado com pior avaliação, com 45% das estradas consideradas “boas”. Em relação as vias em péssima condição, a Bahia fica na quinta posição na região Nordeste. O Maranhão lidera (28%), sendo seguido de Sergipe (24%), Ceará (18%), e Rio Grande do Norte (10%).

De acordo com o jornal Correio, a respeito das estradas brasileiras, o Dnit informou que dos 57,2 mil km de rodovias federais pavimentadas, sob a administração do órgão, 33,7 mil (59%) estão em bom estado de conservação. Ano passado, o percentual era 67,5%. A pesquisa também revelou que 18% das estradas estão em estado regular; 10% ruim; e 13%, péssimo. No primeiro levantamento, em 2017, 21% estava regular; 7%, ruim; e 5%, péssimo.

Os estados que apresentaram melhores resultados foram o Distrito Federal (87%), Roraima (85%) e Amapá (81%). Os maiores percentuais de péssimo na avaliação das condições de estrada foram Acre (50%), Amazonas (29%), Espírito Santo e Maranhão, ambos com 28%.

Fonte: Bahia Notícias

Petrobras reduz preço do litro da gasolina pela segunda vez em uma semana

Quinta / 11.10.2018

Por Redação Sertão Hoje

Desde que anunciou o uso de mecanismos de proteção financeira para reduzir as volatilidades, a estatal mexeu no preço da gasolina 6 vezes.

A Petrobras reduziu o preço da gasolina vendida pelas refinarias pela segunda vez em uma semana, acompanhando a queda da cotação do dólar. O valor do litro do combustível será de R$ 2,1691, em média a partir desta quinta-feira (11).

É a quarta queda seguida desde o recorde de R$ 2,2514 por litro atingido no dia 14 de setembro. Desde que anunciou o uso de mecanismos de proteção financeira para reduzir as volatilidades do preço, no dia 6 de setembro, a estatal mexeu no preço da gasolina seis vezes, de acordo com a Folha de S. Paulo.

Fonte: Bahia Notícias

TCM aprova contas de dez câmaras de vereadores

Quinta / 11.10.2018

Por Redação Sertão Hoje

Com exceção dos gestores de Guajeru (Eliene Rocha Viana) e Sebastião Laranjeiras (Valmirar Pereira Morais), todos foram penalizados com multa.


O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), nesta quarta-feira (10), aprovou na íntegra as contas da Câmara de Vereadores de Tremedal, na gestão de Odair José Pereira de Oliveira, relativas ao exercício de 2017. O relator do parecer, conselheiro Mário Negromonte não encontrou quaisquer ocorrências que poderiam ser apontadas como irregularidades administrativas ou financeiras durante a análise das contas, motivo pelo qual emitiu voto pela aprovação sem qualquer ressalva.

Na mesma sessão, os conselheiros do TCM aprovaram com ressalvas as contas de mais nove câmaras de vereadores, dos seguintes municípios: Amargosa, Aramari, Cardeal da Silva, Guajeru, Heliópolis, Jitaúna, Mundo Novo, Ribeira do Pombal e Sebastião Laranjeiras, todas referentes ao exercício de 2017. Com exceção dos gestores de Guajeru (Eliene Rocha Viana) e Sebastião Laranjeiras (Valmirar Pereira Morais), todos os demais foram penalizados com a imputação de multa, e alguns ainda terão que promover a devolução de valores aos cofres municipais pela utilização irregular do recurso público. Em todos os casos citados, cabe recurso da decisão.
 

Festival de Forró agita Mucugê neste feriadão prolongado

Quinta / 11.10.2018

Por Redação Sertão Hoje

Na programação divulgada pela organização do evento, haverá nomes de peso da música brasileira prestigiando o forró.

A cidade de Mucugê, localizada na Chapada Diamantina, receberá entre os dias 11 e 13 deste mês o 2° Festival de Forró da Chapada, que acontece na Praça Coronel Propércio e é aberto ao público, sempre a partir das 20h. Na programação divulgada pela organização do evento, haverá nomes de peso da música brasileira prestigiando o forró. Como é o caso do sanfoneiro Targino Gondim e do cantor Geraldo Azevedo.

No primeiro dia, uma quinta-feira (11), o festival contará com aula de sanfona e de dança pela manhã e tarde a apresentação da Rural Elétrica. Vale lembrar que as oficinas também serão abertas ao público com inscrição prévia. À noite haverá shows de Xaxá Dumdum, Forró do Ralão, Sebastian Silva, Marquinhos Café, Targino Gondim, Geraldo Azevedo, Santanna o Cantador, Laís Amaro, Flor Serena, Cainã e Trio Forró Mais Eu. Já na sexta (12) acontecem as participações de Os Bambas do Nordeste, Caciques do Nordeste, Estakazero, Targino Gondim, Quinteto Sanfônico da Brasil, Nádia Maia, Jó Miranda, Carlos Villela, Rick Franco, Nilton Freittas, Trio Aconchego. No último dia, sábado (13), é a vez de Trio Buritis, Rosa e Carvão, Gel Barbosa, Rennan Mendes, Targino Gondim, Waldonys, Cicinho de Assis, Hugo Luna, Seumalaquias, Eloísa Olinto, Ur Mininu e Rony Barbosa para finalizar. Participe desse movimento cultural nordestino.

Inscrições para o prêmio Arlindo Fragoso encerram hoje (11)

Quinta / 11.10.2018

Por Redação Sertão Hoje

Os melhores projetos ganharão R$ 15 mil, R$ 7,5 mil e R$ 5 mil para o 1º, 2º e 3º colocados. (Foto: Reprodução: CREA-BA)

As inscrições para a 4ª edição do Prêmio Arlindo Fragoso de Tecnologia e Inovação 2018 vai até esta quarta-feira (11). O projeto, promovido pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia e Instituto Politécnico da Bahia (IPB), estimula a geração de conhecimento e de novos negócios na área tecnológica.

O Prêmio já consagrou diversos projetos, entre eles a startup Safe Drinking Water For All – SDW, com o projeto Aqualuz, que ficou em 2º lugar, na 3ª edição do Prêmio Arlindo Fragoso. A inovação trata a água por meio de radiação solar, junto com um ecofiltro. São gastos apenas R$ 0,01 para cada 10 mil litros de água tratada. O projeto é direcionado para o público do semiárido, que não tem acesso a água potável. Após o Prêmio, a startup ganhou destaque e hoje já tem plano de negócios e protótipo rodando em campo. Uma das idealizadoras do projeto, Anna Luísa Santos, estudante de Biotecnologia, contou os benefícios que o Prêmio trouxe para a startup. “Os recursos captados após o Prêmio, nos ajudou realizar a implantação em campo, nos proporcionando colocar o projeto ainda esse ano no mercado. Estamos apenas finalizando a validação de campo e fechando contrato com alguns clientes”.

Os interessados em se inscrever devem estar matriculados nos cursos superiores do Sistema Confea/Crea no Estado da Bahia, e já ter cursado pelo menos 50% da graduação até o fim do semestre 2018.1, além de seguir todas as orientações do edital. Os melhores projetos ganharão R$ 15 mil, R$ 7,5 mil e R$ 5 mil para o primeiro, segundo e terceiro colocados, respectivamente, além de troféu, medalha, certificados, consultoria específica para a proteção da propriedade industrial, coaching nas áreas de gestão inovação e empreendedorismo. Confira o cronograma abaixo e o Edital.
 

Sem conquistar a reeleição, Luciano Ribeiro deve se dedicar a advocacia em 2019

Quarta / 10.10.2018

Por Redação Sertão Hoje

A bancada de minoria também sofreu derrotas e foi a que mais diminuiu na Assembleia. De 20 cadeiras conquistadas em 2014, a oposição foi reduzida para 16 ocupantes.

Sem conseguir se reeleger deputado estadual no último domingo (7), Luciano Ribeiro (DEM) estará fora da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) e da liderança da oposição da Casa a partir de 2019. Sem mandato, o ex-prefeito de Caculé declarou que deve se dedicar à advocacia e ainda não tem planos para disputar a prefeitura da cidade em 2020.

Com um pouco mais de 42 mil votos, Ribeiro não ficou entre os 70 postulantes mais votados neste ano. A bancada de minoria liderada por ele também sofreu derrotas e foi a que mais diminuiu na Assembleia. De 20 cadeiras conquistadas em 2014, a oposição foi reduzida para 16 ocupantes. Perguntado sobre quem seria o responsável pela derrota, o líder minimizou qualquer crítica a José Ronaldo (DEM) e ACM Neto (DEM), candidato ao governo e articulador da campanha do grupo. “O responsável é o povo que deu a sua posição. A gente não conseguiu um bom desempenho durante a campanha e o nosso candidato a governador também não teve esperança de vitória”, falou. “Porém, José Ronaldo foi uma boa escolha. Um nome experimentado, mas o nome não representou muito bem e o povo preferiu manter o projeto de uma majoritária que já estava no poder”, completou Ribeiro.

A desistência de ACM Neto em disputar o governo foi motivo de atrito entre aliados, sobretudo candidatos a AL-BA que acreditavam que a escolha do prefeito de Salvador poderia atrapalhar a eleição da oposição. Na época, porém, Ribeiro defendeu que a bancada aumentaria em 2018. Adversário de Ribeiro dentro da AL-BA, o líder da maioria, o deputado estadual Zé Neto (PT), lamentou a não eleição do colega. “Luciano Ribeiro é um deputado muito preparado e disposto a debater. Um político seguro de suas convicções e muito coerente. É lamentável que a Casa Legislativa perca um deputado desse”, discursou Zé Neto.

Fonte: Bahia Notícias

Estiagem: União reconhece situação de emergência em 146 municípios baianos

Terça / 09.10.2018

Por Redação Sertão Hoje

As cidades passam a ter apoio da Operação Carro-Pipa, além de poder contratar determinados serviços sem exigência de licitação.

Um total de 146 municípios baianos que convivem com a estiagem tiveram decretos de emergência reconhecidos pela União, nesta terça-feira (09). Antes, os mesmos municípios tinham decretado a situação no âmbito local e depois os decretos foram reconhecidos pelo Estado. Com os decretos, as cidades passam a ter apoio da Operação Carro-Pipa feita pelo Exército, além de poder contratar determinados serviços sem exigência de licitação.

Os municípios são: Abaré, Adustina, América Dourada, Anguera, Antas, Antônio Gonçalves, Araci, Barra, Barra do Mendes, Barro Alto, Biritinga, Bom Jesus da Lapa, Boninal, Boquira, Botuporã, Brejões, Brotas de Macaúbas, Brumado, Caém, Caetité, Cafarnaum, Caldeirão Grande, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Candeal, Cansanção, Capim Grosso, Caturama, Central, Cícero Dantas, Conceição do Coité, Contendas do Sincorá, Crisópolis, Dom Basílio, Érico Cardoso, Euclides da Cunha, Fátima, Feira de Santana, Filadélfia, Gavião, Gentio do Ouro, Glória, Guanambi, Heliópolis, Iaçu, Ibiassucê, Ibipeba, Ibipitanga, Ibiquera, Ibitiara, Ibititá, Ichu, Igaporã, Ipecaetá, Ipirá, Irajuba, Iraquara, Irará, Irecê, Itaberaba, Itaguaçu da Bahia, Itapicuru, Itaquara e Itatim.
 

Prefeitura de Caetité inicia tradicional Campanha Outubro Rosa Novembro Azul

Terça / 09.10.2018

Por Redação Sertão Hoje

A coletiva de imprensa foi realizada no Auditório Municipal no antigo Fórum na Praça da Catedral. Neste primeiro momento a campanha focou no câncer de mama.

Com intuito de conscientizar e alertar homens, mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção para o diagnóstico precoce dos cânceres de mama e próstata, a Prefeitura de Caetité deu início, nesta segunda-feira (08), à tradicional Campanha Outubro Rosa Novembro Azul, por meio de coletiva de imprensa realizada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), no Auditório Municipal no antigo Fórum na Praça da Catedral. Neste primeiro momento a campanha focou no câncer de mama.

A Secretaria de Saúde Cynthia Lopes explicou que a mobilização tem como objetivo estimular as mulheres a participarem da campanha com a perspectiva do cuidado da saúde e do seu corpo. “Estamos dando condições durante todo o ano, para que as mulheres possam realizar o diagnóstico através de mamografias, ultrassonografias e serem encaminhadas para o tratamento. Inclusive, já realizamos em nossa cidade cirurgias de mama, isso mostra o resultado de um trabalho sério”, explica. Como forma de incentivar as mulheres a buscarem pelo exame e enfrentar o tratamento, a professora Leny Lucy contou sua história de luta contra a doença. “Quando você descobre, o primeiro passo é aceitar, isso é importante para encarar os desafios do tratamento. Depois é enfrentar essa luta com alegria para vencer o câncer. Eu venci porque não desanimei e aceitei minha condição no momento, isso deixou mais leve o tratamento. É essencial, também, o apoio da família e dos amigos”, enfatiza Leny. 
 

Mega-Sena pode pagar R$ 23 milhões nesta quarta-feira (10)

Terça / 09.10.2018

Por Redação Sertão Hoje

Caso apenas um ganhador leve o prêmio e aplique todo o valor na Poupança, receberá mais de R$ 85 mil em rendimentos mensais.

Nesta quarta-feira (08), a Mega-Sena sorteia o prêmio de R$ 23 milhões do concurso 2.086, que será realizado a partir das 20h no Caminhão da Sorte da CAIXA, estacionado em Joaçaba, interior de Santa Catarina.

De acordo com a CAIXA, caso apenas um ganhador leve o prêmio e aplique todo o valor na Poupança, receberá mais de R$ 85 mil em rendimentos mensais. O dinheiro do prêmio é suficiente para comprar dez apartamentos de luxo, com carro na garagem. As apostas podem ser feitas até às 19h em qualquer lotérica do país e também no Portal Loterias Online (www.loteriasonline.caixa.gov.br).

Ivana Bastos, Nelson Leal, Vitor Bonfim e Marquinho Viana foram reeleitos deputados estaduais

Segunda / 08.10.2018

Por Redação Sertão Hoje

Os Deputados Estaduais Ivana Bastos (PSD), Nelson Leal (PP), Vitor Bonfim (PR) e Marquinho Viana (PSB) conseguiram se reeleger nesse domingo (07) e vão ocupar uma cadeira na Assembleia Legislativa da Bahia nos próximos quatro anos.

Ivana Bastos, nascida em Caetité, mas radicada em Guanambi, é neta do ex-prefeito Dr. Juca Bastos e filha do ex-deputado Fernando Bastos, tendo obtido 76.605 votos e vai para o seu terceiro mandato. Nelson Leal é filho do ex-prefeito de Livramento de Nossa Senhora, Dr. Emerson Leal, tendo sido eleito pela primeira vez em 1999 pelo PTB. Nelson obteve 65.478 votos e vai para o sexto mandato de deputado estadual consecutivo. Vitor Bonfim, de Guanambi, onde foi vereador, é filho do ex-deputado João Bonfim, que hoje é Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Vitor Bonfim obteve 61.165 votos e vai para o segundo mandato de Deputado Estadual. Marquinho Viana, de Barra da Estiva, onde foi vereador, presidente da Câmara e sua mãe, Dona Lúcia, foi prefeita, ficou na suplência na primeira eleição que disputou para deputado estadual, mas assumiu o mandato em 2012 e desde então já conseguiu se reeleger duas vezes. Nestas eleições, Marquinho Viana obteve a sua maior votação com 59.020 votos.

Eleições 2018: Deputados Federais apoiados na região foram reeleitos

Segunda / 08.10.2018

Por Redação Sertão Hoje

Nas eleições desse domingo (07), oito deputados federais que contam com o apoio de prefeitos da região foram reeleitos para mais um mandato no Congresso Nacional. São eles: Waldenor Pereira (PT), que obteve 121.278 votos e vai para o seu terceiro mandato consecutivo; Daniel Almeida (PCdoB), que obteve 114.213 votos e desde 2003 ocupa uma cadeira no Congresso Nacional; Sérgio Brito (PSD), que obteve 105.427 votos e foi eleito pela primeira vez em 2010; Cláudio Cajado (PP), que obteve 104.322 votos e ocupa uma cadeira do Congresso Nacional desde 1995; Mário Negromonte Júnior (PP), que obteve 102.512 votos e vai para o seu segundo mandato consecutivo; Arthur Maia (DEM), que obteve 88.908 votos e vai para o seu terceiro mandato de Deputado Federal; Paulo Azi (DEM), que obteve 84.090 votos e vai para o segundo mandato consecutivo; e José Rocha (PR), que obteve 84.016 votos e desde 1995 ocupa uma cadeira de Deputado Federal no Congresso Nacional.

Deputados Federais baianos com longa ‘carreira’ não conseguiram se reeleger

Segunda / 08.10.2018

Por Redação Sertão Hoje

Lúcio Vieira Lima (MDB), irmão de Geddel Vieira Lima, ocupava o cargo desde 2011 e obteve 55.743 votos.

Na eleição desse domingo (07), os eleitores elegeram os deputados federais que representarão os seus estados no Congresso Nacional nos próximos quatro anos. Na Bahia, alguns deputados federais com longa ‘carreira’ no Congresso Nacional não conseguiram se reeleger. São eles: Paulo Magalhães (PSD), que ocupava o cargo desde 1999 e obteve 69.164 votos; José Carlos Aleluia (DEM), que se elegeu deputado pela primeira vez em 1990 e obteve 68.257 votos; Antônio Imbassahy (PSDB), que ocupava o cargo desde 2011 e obteve 66.320 votos; José Carlos Araújo (PR), que ocupava o cargo desde 2003 e obteve 63.016 votos; Lúcio Vieira Lima (MDB), irmão de Geddel Vieira Lima, que ocupava o cargo desde 2011 e obteve 55.743 votos; Marcos Medrado (PP), que desde 1990 tem exercido o cargo de forma não ininterrupta e obteve 46.905 votos; Benito Gama (PTB), que em 2002 já somava quatro mandatos e obteve 29.964 votos; e Erivelton Santana (PATRI), que ocupava o cargo desde 2011 e obteve 22.209 votos.

MPF recomenda que 31 municípios da região de Guanambi regularizem transporte escolar

Segunda / 08.10.2018

Por Redação Sertão Hoje

Os prefeitos têm até 31/01/2019 para adotar medidas que regularizem a contratação, fiscalização e o uso apropriado dos veículos de transporte escolar. (Foto: Reprodução MPF)

O Ministério Público Federal (MPF), em Guanambi, emitiu recomendações aos 31 municípios da sua área de abrangência para que regularizem as licitações, contratações e execuções do serviço de transporte escolar. Os documentos foram expedidos nesta sexta-feira (05). Cada prefeito tem 20 dias, a contar da data de recebimento, para se manifestar sobre o acatamento ou não da recomendação do MPF.

No documento, os procuradores da República Adnilson Gonçalves da Silva e Carlos Vítor de Oliveira Pires apontaram a má aplicação de verbas do Programa Nacional de Transporte Escolar (Pnate) ou do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) relacionada à contratação e execução do serviço. Dentre as irregularidades, pode-se destacar: ausência de adequada pesquisa de preços; escolha de critério de julgamento por preço global; contratação de prestador de serviço sem capacidade operacional; sobrepreço e superfaturamento de rotas; subcontratação de praticamente todo o objeto; e utilização de veículos e motoristas em desconformidade com a legislação de trânsito. Os prefeitos têm até 31 de janeiro de 2019 para adotar uma série de medidas, a fim de regularizar a contratação, a fiscalização e o uso apropriado dos veículos de transporte escolar, anulando os contratos que não possam ser ajustados ao que foi proposto. O MPF recomendou, ainda, que cada prefeitura publique, mensalmente, nos portais de transparência, tabela resumida com indicação de todos os veículos, e cópia dos respectivos processos de pagamento dos serviços de transporte escolar. Além disso, deverão publicar e manter atualizadas as rotas de transporte escolar, com indicação dos pontos de saída e chegada, paradas e escolas abrangidas.
 

Governador Rui Costa é reeleito com 75,5% dos votos válidos; Wagner e Coronel foram eleitos Senadores

Segunda / 08.10.2018

Por Redação Sertão Hoje

Em Salvador, onde o prefeito ACM Neto apoiou José Ronaldo, o governador Rui Costa também venceu, tendo obtido 72,23% dos votos válidos, contra 23,62% de José Ronaldo.

A Bahia está entre os 13 estados brasileiros que elegeram seus governadores no primeiro turno. O atual governador Rui Costa (PT) foi reeleito com 75,5% dos votos válidos, contra 22,26% dos votos válidos obtidos pelo principal adversário, o ex-prefeito de Feira de Santana José Ronaldo (DEM). Dos 417 municípios baianos, o governador Rui Costa venceu a disputa em 414 e perdeu em apenas três. Na capital Salvador, onde o prefeito ACM Neto apoiou José Ronaldo, o governador Rui Costa também venceu, tendo obtido 72,23% dos votos válidos, contra 23,62% de José Ronaldo. Na disputa pelo Senado, o ex-governador Jaques Wagner (PT) foi eleito com mais de quatro milhões de votos (35,71%). A segunda vaga ficou com o deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Ângelo Coronel (PSD), que obteve pouco menos de quatro milhões de votos (32,97%).