Sertão Hoje

Sertão Hoje

Resultado da busca pela categoria "pindaí"

Termina nesta sexta-feira (28), o prazo para trabalhadores com menos de 60 anos sacarem cotas do PIS

Quinta / 27.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

Aproximadamente 11,8 milhões de brasileiros ainda não realizaram o saque das cotas que têm direito.

Termina em 28 de setembro o prazo para que cotistas do PIS com idade inferior a 60 anos possam retirar seu benefício. Por força da Lei 13.677/18 e Decreto 9.409/18, os trabalhadores cadastrados no PIS entre 1971 e 4 de outubro de 1988 podem resgatar o PIS, independentemente da idade. Cerca de 4,4 milhões clientes da CAIXA receberam o valor por depósito automático em 8 de agosto.

Para saber se tem direito, o trabalhador pode consultar o site caixa.gov.br/cotaspis, informando o CPF ou NIS e a data de nascimento e o valor que tem a receber, mediante a informação da senha internet. Para realizar o saque, o trabalhador deverá apresentar documento oficial de identificação com foto. O trabalhador pode também se informar por meio do APP CAIXA Trabalhador, que está disponível para download nas plataformas Android (clique aqui) e IOS (clique aqui). O APP é gratuito. Outras opções de atendimento são os terminais de autoatendimento, por meio do Cartão do Cidadão, ou o internet banking (internetbanking.caixa.gov.br) para correntistas da CAIXA.

Bom Jesus da Lapa sobe no ranking da fruticultura nacional e se mantém como maior produtor de banana

Quarta / 19.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

Lapa passou a ser reconhecida como a maior produtora de banana do país em 2017, a partir de uma dissertação de mestrado de Demétrios Rocha (Foto: Projeto Formoso)

Em 2017, Bom Jesus da Lapa passou a figurar entre os 20 com maior valor de produção de frutas no país. O município saltou de 23º para 10º. Entre 2016 e 2017, o valor da produção da fruticultura em Bom Jesus da Lapa cresceu 75,5%, passando de no valor da fruticultura de R$ 159,8 milhões para R$ 280,5 milhões, e de 4,1% na área colhida (de 9.304 para 9.683 ha).

Lapa tornou-se também o com maior valor de produção de banana, chegando a R$ 270 milhões e superando Wenceslau Guimarães, que teve, em 2017, um ano de perdas na safra de bananas. O município passou a ser reconhecido como o maior produtor de banana do país no ano de 2017, a partir de uma dissertação de mestrado apresentada por Demétrios Rocha, técnico da 2ª Superintendência Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf)  da cidade de Bom Jesus da Lapa, que  fundamentou a atualização da Pesquisa Agrícola Municipal (PAM) em 2016, elaborada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Fonte: Notícias da Lapa

Livramento e Paramirim recebem Caravana do Lazer; Brumado e Anagé são as próximas

Quarta / 19.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

A equipe da caravana completa o mês de setembro nos municípios de Brumado nos dias 25, 26 e 30, e Anagé de 27 a 29. (Foto: Reprodução / UPB)

A equipe da Caravana do Lazer já está no município de Livramento de Nossa Senhora, onde vão promover a formação de agentes comunitários para o desenvolvimento de práticas de lazer. A Caravana é um projeto da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), que tem por objetivo promover atividades recreativas, lazer e esportivas.

As capacitações começaram na terça-feira (18) e seguem nesta quarta-feira (19), em Livramento, na Câmara de Vereadores. Em seguida, a equipe segue para a cidade de Paramirim, onde serão ministradas aulas teóricas na quinta (20) e sexta-feira (21), no Centro Cultural Nabor Caíres de Brito. Ao final, todos irão receber certificado de 26 horas. O Dia de Lazer é o ponto alto da Caravana, quando os alunos colocam em prática o que foi discutido em sala de aula. Neste dia haverá uma programação especial que envolve a realização de atividades recreativas e esportiva desenvolvidas para crianças e jovens da região, como por exemplo, oficina de pintura e desenho, oficina de leitura infantil, piscina de bolinhas, dentre outros. Na cidade de Paramirim as atividades acontecem no sábado (22), na Praça Santo Antônio. No domingo (23), o município de Livramento recebe o Dia de Lazer, na Praça Dom Hélio Pascoal. A equipe da caravana completa o mês de setembro nos municípios de Brumado nos dias 25, 26 e 30, e Anagé de 27 a 29.

Safra baiana de café deve bater recorde com produção de 4,6 mi de sacas, revela Conab

Quarta / 19.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

Os fatores para a supersafra foram a boa distribuição de chuvas, a expansão da área de cultivo no sul e a revitalização das lavouras no oeste, sudoeste e Chapada.

De acordo com o 3° Levantamento da Safra 2018, realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a Bahia terá produção de aproximadamente 4,6 milhões de sacas de café beneficiado nesta safra, o que representa um aumento de 37,4% em relação à safra 2017. Dessa produção, 40% correspondem ao café arábica e 60% ao café conilon.

O estudo, que foi divulgado na última terça-feira (18) pela Companhia, revela que os fatores decisivos para o alcance da supersafra foram a boa distribuição de chuvas nas regiões produtoras, a expansão da área de cultivo no sul do estado e a revitalização das lavouras no extremo oeste, sudoeste e Chapada Diamantina. Os dados completos sobre o café na Bahia nos demais estados produtores do Brasil estão divulgados no site da Companhia (www.conab.gov.br).

CLIQUE AQUI E CONFIRA O LEVANTAMENTO NA ÍNTEGRA

Bahia completa 2 meses sem explosões a banco e redução sobe de 26 para 31%, diz SSP-BA

Terça / 18.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

O último caso aconteceu em Serra Dourada. Nenhum valor foi levado e 5 criminosos morreram em confronto com equipes do Bope e da Cipe Cerrado (Foto: Sigi Vilares)

A Bahia completou, na segunda-feira (17), dois meses sem explosões a banco e a redução dos roubos subiu de 26 para 31%, aponta a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-BA). O último caso aconteceu, no dia 17 de julho, na cidade de Serra Dourada. Nenhum valor foi levado e cinco criminosos morreram em confronto com equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e da Cipe Cerrado (Veja mais).

Ainda conforme o levantamento da SSP-BA, entre janeiro e 17 de setembro deste ano 48 casos foram contabilizados, enquanto, no ano de 2017, aconteceram 70 ocorrências. São 22 casos a menos e queda de 31,4%. O bom índice foi garantido também pelas ações repressivas. Nos últimos 30 dias, quatro tentativas, nas cidades de Paulo Afonso, Pedro Alexandre, Santa Luz e Ipacaetá foram frustradas.

Fonte: SSP-BA

Brasil bate meta em campanha contra pólio e sarampo; Bahia não atingiu índice de 95%

Terça / 18.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

Foram aplicadas, em todo o país, 21,4 milhões de doses. 10,7 milhões de cada.

A Campanha Nacional de Vacinação contra Sarampo e Poliomielite, encerrada na última sexta-feira (14), ultrapassou a meta de vacinar, pelo menos, 95% das crianças de um a cinco anos incompletos. De acordo com balanço divulgado, nesta segunda-feira (17), pelo Ministério da Saúde foi registrada uma cobertura vacinal de 95,4% para a pólio e de 95,3% para sarampo. “O sucesso da campanha é responsabilidade de todos que entenderam a importância de mantermos elevadas coberturas vacinais para evitar que doenças eliminadas voltem a circular no país, como tem acontecido com o sarampo. A vacina é a forma mais eficaz de proteger nossas crianças contra essas doenças”, enfatizou o ministro da Saúde, Gilberto Occhi.

Mais de 4,4 mil municípios cumpriram a meta estipulada pela pasta. Entre os estados, 15 conseguiram atingir a meta para as duas vacinas e dois (São Paulo e Tocantins), apenas para poliomielite. Foram aplicadas, em todo o país, 21,4 milhões de doses das vacinas. 10,7 milhões de cada. A Bahia ficou entre os estados que não alcançaram o índice: a cobertura foi de 92,7% para cada um dos imunizantes. Foram aplicadas 786,9 mil doses da vacina contra poliomielite e 787,7 mil contra sarampo.

Chapada Diamantina: Autorização para captar água no Rio Santo Antônio ameaça abastecimento

Sábado / 15.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

A decisão foi delegada pelo Inema no dia 23 de agosto de 2018, conforme publicação no Diário Oficial do Estado. (Foto: Reprodução / EBC)

A autorização do governo da Bahia para bombeamento do Rio Santo Antônio, localizado na Chapada Diamantina e afluente do Rio Paraguaçu, pode fazer com que o abastecimento da região fique comprometido, já que o rio é importante para o turismo e a agricultura tradicional já desenvolvida pelas comunidades que moram nas suas margens.

A decisão foi delegada pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) no dia 23 de agosto de 2018, conforme publicação no Diário Oficial do Estado. A Portaria nº 16.747 autorizou o uso dos recursos hídricos do Rio Santo Antônio por quatro anos para a empresa Agropecuária Chapadão Ltda., com sede na Fazenda Conquista, localizada no município de Nova Redenção. A empresa agora está autorizada a retirar, por dia, cerca de 25 milhões de litros de água. A irrigação deve ser realizada na Fazenda Coités, Zona Rural, no município de Palmeiras. A decisão da portaria mobilizou moradores da região, que se manifestaram nas redes sociais contra a medida. De acordo com uma carta aberta publicada pela associação SOS Águas da Chapada Diamantina, que reúne professores, mestres, doutores, engenheiros agrônomos, ambientais, florestais, entre outros, a medida compromete a perenidade do Rio Santo Antônio, um dos principais afluentes do Paraguaçu, e o único que mantém a região do pantanal do Marimbus, no Parque Nacional da Chapada Diamantina (Parna), e o próprio Paraguaçu vivos em tempos de estiagem.
 

A decisão oferece risco de limitação à visitação de grutas e cavernas na região e põe em risco o Marimbus, que é vendido como o "pantanal baiano". (Foto: Reprodução / Faz. Marimbus)

Detran-BA isenta policiais de pagarem renovação da CNH

Sábado / 15.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

Estão incluídos a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Ferroviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar da Bahia e Corpo de Bombeiros Militar da Bahia.

O Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA) publicou portaria nesta sexta-feira (14) autorizando a isenção da taxa para serviços de renovação de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e mudança na categoria a profissionais dos órgãos de segurança pública que exercem a função de motorista ou motociclista de viatura. Conforme a publicação, estão incluídos a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Ferroviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar da Bahia e Corpo de Bombeiros Militar da Bahia.

Eles serão inscritos no Sistema de Registro Nacional de Carteiras de Habilitação (Renach), através de formulários próprios, após o envio de documento físico e lógico pelos órgãos de segurança correspondentes a corporação. Os órgãos de segurança pública serão responsáveis pelo envio de relação nominal e arquivo lógico dos profissionais que terão direito a isenção da taxa de serviço, com as informações sobre o tipo de serviço, nome, RG, CPF e matrícula funcional, para a Diretoria de Habilitação, até o quinto dia útil de cada mês.

Bahia é único estado do nordeste a perder participação na agricultura, revela IBGE; Oeste lidera produção

Sábado / 15.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

São Desidério voltou a ser o principal produtor do estado e o terceiro do país, com R$ 2,4 bilhões, 49,7% maior que o verificado em 2016.

A Bahia foi o único estado do Nordeste a apresentar queda na produção agrícola entre 2016 e 2017. Os dados foram divulgados pelo IBGE nesta quinta-feira (13). Mesmo assim, a Bahia continua na liderança do setor no Nordeste e na sétima posição no Brasil. A queda apresentada foi considerada leve, de 1,6%, tendo a produção saindo de R$ 15,7 bilhões em 2016 para R$ 15,4 bilhões em 2017. Conforme o IBGE, o recuo levou o estado a ser o único do Nordeste a perder participação no valor da agricultura nacional, de 4,9% em 2016 para 4,8% em 2017. O fato registra a segunda perda de participação consecutiva. Em 2015, a Bahia respondia por 6,5% do valor total da produção agrícola brasileira. Em 2017, o estado ainda se manteve com a sétima maior participação no valor total da agricultura brasileira, estimado em R$ 319,6 bilhões (0,6% menor que o de 2016).

Dentre os municípios baianos com maior produção estão: São Desidério, Formosa do Rio Preto, Barreiras, Correntina e Luís Eduardo Magalhães. No caso de São Desidério, o município voltou a ser o principal produtor do estado e o terceiro do país, com R$ 2,4 bilhões, 49,7% maior que o verificado em 2016 e menor apenas que os de Sorriso (R$ 3,3 bilhões) e Sapezal (R$ 2,6 bilhões), ambos em Mato Grosso. São Paulo continuou em primeiro lugar, com 16,6% do valor da produção agrícola nacional, seguido por Mato Grosso (13,6%) e Paraná (11,9%). Ainda segundo o estudo, os cinco principais estados responderam por 63,5% do valor da produção agrícola do país em 2017. Em relação a 2016, também não ocorreu nenhuma mudanças nas dez primeiras posições do ranking.

Membros do MP-BA são notificados pela Receita para declarar auxílio-moradia no IR

Sexta / 14.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

Um levantamento do jornal Estado de São Paulo revelou, em fevereiro deste ano, que somente na magistratura, a Receita Federal deixou de receber R$ 360 milhões por ano.

A Receita Federal passou a notificar membros dos Ministérios Públicos Estaduais que recebem auxílio-moradia para que o benefício passe a ser declarado no Imposto de Renda. Na Bahia, diante das notificações, a Associação dos Membros do Ministério Público (Ampeb), decidiu convocar uma assembleia com promotores e procuradores de Justiça para definir a estratégias quanto à notificação da Receita. A assembleia será realizada no dia 21 de setembro.

Em um comunicado para os membros do MP, a presidente da Ampeb, Janina Schuenck diz que a notificação da Receita Federal contraria a decisão liminar na Ação Originária 1773, relatada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), que prevê o pagamento do benefício para magistrados e membros do Ministério Público. Também diz que a posição da Receita Federal é contrária ao Parecer GMF-08 da Advocacia Geral da União (AGU), sobre o pagamento do auxílio, que foi aprovado pela Presidência da República. As notificações são referentes ao recebimento do auxílio-moradia entre 2014 e 2017. Um levantamento do jornal Estado de São Paulo revelou, em fevereiro deste ano, que somente na magistratura, a Receita Federal deixou de receber R$ 360 milhões por ano. A renúncia representa uma economia anual de R$ 20 mil para cada juiz. O desatendimento por parte da Receita ao parecer da AGU foi informado às associações de membros do Ministério Público na quarta-feira (12). Já foi agendada uma reunião com a Receita Federal para a próxima quinta-feira (20).

Fonte: Bahia Notícias

UPB orienta municípios a questionar estimativa do IBGE para evitar prejuízos

Sexta / 14.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

Na Bahia, 56 municípios registraram perdas significativas e outros dois já têm judicializado dados de estimativa anterior do IBGE. (Foto: Reprodução / UPB)

Diante do risco de perdas em transferências constitucionais, por conta da redução de população estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a UPB emitiu uma nota informativa orientando os municípios sobre o procedimento para questionar o órgão quanto ao número real de habitantes.

Para a contestação, a União dos Municípios da Bahia (UPB) divulga, junto com a nota informativa, o modelo de recurso que deve ser entregue pelo município ao IBGE, até o prazo de 17 de setembro. No documento, a UPB também explica que os dados do instituto, divulgados em 28 de agosto, influenciam de forma direta no cálculo dos indicadores econômicos e sócio-demográficos e, caso sejam confirmados pelo Tribunal de Contas da União (TCU), valem para o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), no exercício de 2019. Na Bahia, 56 municípios registraram perdas significativas e outros dois já têm judicializado dados de estimativa anterior do IBGE.

CONFIRA A NOTA DA UPB NA ÍNTEGRA

Brasil conclui a segunda maior safra de grãos com 228,3 milhões de toneladas

Sexta / 14.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

O desempenho só não foi melhor devido à produtividade que registrou queda em nível nacional de 5,2%, impulsionada, principalmente, pelo desempenho do milho.

A produção brasileira de grãos fecha o ciclo 2017/2018 com produção estimada em 228,3 milhões de toneladas. O número confirma a colheita como a segunda maior do país, atrás apenas que a registrada na safra passada. A área manteve-se próxima à estabilidade, com ligeira alta de 1,4%, passando de 60,9 milhões de hectares para 61,7 milhões de hectares. Os dados estão no 12º levantamento da safra divulgado nesta terça-feira (11) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A soja segue como importante destaque entre as culturas analisadas, apresentando crescimento de área e produtividade. O espaço destinado ao grão nas lavouras cresceu, sobretudo, em áreas destinadas à produção de milho 1ª safra, devido a melhor rentabilidade ao produtor. Além disso, as condições climáticas foram favoráveis à cultura, apesar de a estiagem ter atrasado o plantio. Com isso, a oleaginosa registrou produção recorde, chegando a uma colheita de 119,3 milhões de toneladas. Na Bahia, a Conab prevê uma produção de 9,7 milhões de toneladas de grãos. O resultado é 20,3% superior ao colhido anteriormente na safra baiana (Veja mais). 
 

Estudantes criam prótese com materiais recicláveis para facilitar vida de trabalhadores que sofreram acidentes

Sexta / 14.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

Além de chamar atenção para o grande número de uauenses que sofrem mutilações no trabalho, projeto é uma forma de melhorar a vida e autoestima dessas pessoas.

Nas cidades pequenas do sertão baiano, uma das fontes de renda para muitos trabalhadores provém da utilização de maquinários pesados na agricultura. No entanto, a dificuldade e falta de costume no manuseio desses equipamentos ocasionam, com frequência, graves acidentes que resultam, inclusive, em amputações. Em solidariedade às dificuldades vividas por esses trabalhadores acidentados, um grupo de estudantes do Colégio Estadual Nossa Senhora Auxiliadora, da cidade de Uauá (BA), se mobilizou e, a partir de materiais recicláveis, criaram o projeto "Prótese Versátil", um dos finalistas do Desafio Criativos da Escola de 2017.

Apesar de simples e produzidos com itens de baixo custo, os modelos criados pelos jovens funcionam tão bem quanto as próteses industriais, segundo os voluntários que usam os itens. Eles afirmam, inclusive, que a versão estudantil é de adaptação mais fácil por ser mais leve e proporciona melhor mobilidade para a realização de movimentos como segurar um copo ou escrever. O "Prótese Versátil" foi vencedor da feira de ciências do colégio, alçando a participação dos estudantes na Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (Feciba). Agora, os jovens pretendem investir na estética dos objetos e em parcerias com centros de pesquisa para melhorar os movimentos das peças. Também buscam apoio para conseguir uma máquina de corte a lazer para aumentar, assim, a produção das próteses e atender mais trabalhadores da zona rural.

Contagem regressiva para o Festival de Jazz do Capão

Quinta / 13.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

Toda a programação do evento, que chega a sua 7ª edição, é gratuita.

Faltam poucos dias para o jazz se transformar na trilha sonora oficial da Vila do Capão, distrito de Caeté-Açú, no município de Palmeiras, na Chapada Diamantina. Durante dois dias, 21 e 22 de setembro, oito atrações da Bahia, do Brasil e do exterior fazem shows, sempre a partir das 20h, no Festival de Jazz do Capão. O público também pode conferir workshops com alguns dos artistas que participam das apresentações. Toda a programação do evento, que chega a sua 7ª edição, é gratuita. O projeto conta com o apoio financeiro do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura. A realização é da Cambuí Produções e a produção da Gil e Canella Produções. Mais informações podem ser obtidas através do site festivaldejazzdocapao.com.br ou das redes sociais do Festival: Instagram (Clique Aqui) e Facebook (Clique Aqui) do Festival.

 O primeiro a subir ao palco, no dia 21, será Stefano Cortese, com seu Trio e convidados, que pretende apresentar um repertório de músicas autorais, com influências do jazz, da música do mediterrâneo e da música brasileira, além de homenagear compositores brasileiros em seus solos de piano. A segunda atração, Paulo Mutti, vai aproveitar a ocasião para lançar seu primeiro disco. Além de sucessos do seu primeiro disco, o artista fará releituras de sucessos da Música Popular Brasileira em formato de Trio, juntamente com Alexandre Vieira (Baixo Acústico) e Ivan Huol (Bateria). O baixista Filipe Moreno, que se apresentará ao lado do guitarrista Tarcísio Santos, prometeu tocar composições autorais, regionais e populares que fazem parte da trajetória musical dos dois artistas. Filipe e Tarcísio são amigos e parceiros musicais de longa data. Juntos no Festival, eles farão a releitura “surpresa” de uma canção bastante conhecida. No encerramento da primeira noite, o Conexão Berlin, da Alemanha, apresenta uma mistura de composições próprias com clássicos da música instrumental brasileira, a exemplo de “Pipoca”, de Hermeto Pascoal, e de “Rio Amazonas”, de Dori Caymmi. Formado por experientes músicos da cena jazzística da capital alemã, o grupo tem fortes conexões com a música latina e a música instrumental brasileira.
 

Conab prevê safra de 9,7 milhões de toneladas de grãos na Bahia

Quinta / 13.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

A boa distribuição das chuvas ocorridas no oeste da Bahia, associada ao elevado nível tecnológico utilizado foram determinantes para a consolidação da safra recorde.

A boa distribuição das chuvas ocorridas na região oeste da Bahia, associada ao elevado nível tecnológico utilizado pelos agricultores da região foram determinantes para a consolidação da safra recorde de grãos no estado, afirma o 12° Levantamento da Safra 2017/2018 realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) que prevê uma produção de 9,7 milhões de toneladas de grãos. O resultado é 20,3% superior ao colhido anteriormente na safra baiana, em 2016/2017. Os dados completos sobre a safra de grãos na Bahia e nos demais estados produtores estão disponíveis no site da Conab (www.conab.gov.br).

Ainda de acordo com o estudo, o principal destaque continua sendo a soja, responsável por 65% da produção de grãos no estado, seguida do milho com 23,6% e algodão 7,7%. Durante o estudo, também foram levantadas informações de área plantada, produção e produtividade média estimada, evolução do desenvolvimento das culturas, pacote tecnológico utilizado pelos produtores, evolução da colheita, entre outras variáveis.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O ESTUDO