Sertão Hoje

Sertão Hoje

Resultado da busca pela categoria "maracás"

Balcão de Empregos abre seleção para diversas vagas de emprego em diversas áreas em Guanambi

Quinta / 13.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

Os interessados devem levar pessoalmente o currículo atualizado até esta sexta-feira (14), às 12 horas, na sede do Balcão de Empregos. (Foto: Divulgação / Balcão de Empregos)

O Balcão de Empregos, um programa da Prefeitura Municipal de Guanambi, através Secretaria de Indústria e Comércio, abrirá seleção para oportunidades de emprego em diversas áreas. O Programa será responsável por fazer a triagem e encaminhar os candidatos dentro do perfil das vagas, para participarem do processo seletivo que vai ser feita por uma empresa que será instalada na cidade. As datas de encaminhamento podem variar no decorrer do processo seletivo. O candidato à vaga precisa ter disponibilidade para trabalhar aos finais de semana e feriados em escala (6x1). Todos os cargos são para ambos os sexo e vagas para PcD (Pessoas com Deficiência). As vagas estão listadas no “Leia Mais”.

Os interessados devem levar pessoalmente o currículo atualizado até esta sexta-feira (14), às 12 horas, na sede do Balcão de Empregos, localizado no Mercado Municipal, na Praça Jacinto Lobo, no Centro. Demais informações serão repassadas no ato de entrega do currículo. Não serão aceitos currículos enviados por e-mail.
 

TCM aprova contas de 2016 da Prefeitura de Botuporã

Quinta / 13.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

Ainda que a despesa com pessoal foi superior aos 54%, os conselheiros tem deixado de rejeitar as contas nos casos em que não seja evidente o descontrole por parte do gestor.

Na sessão desta quarta-feira (12), o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) concedeu, por quatro votos a dois dos conselheiros presentes à sessão, provimento parcial ao pedido de reconsideração formulado pelo prefeito de Botuporã, Otaviano Joaquim Filho, e determinou a emissão de novo parecer, desta vez pela aprovação com ressalvas das contas relativas ao exercício de 2016.

O relator do processo, conselheiro Mário Negromonte, manteve a multa aplicada de R$ 4 mil e, por quatro a três, foi mantida uma outra, de R$ 43.200,00, equivalente a 30% dos seus subsídios anuais em razão dos gastos excessivos com pessoal. Com a apresentação de novos documentos, o gestor conseguiu comprovar que o montante da despesa total com pessoal ao invés de R $21.219.825,63, foi um pouco menor, de R$ 20.631.624,83, e assim, o percentual de 62,62% caiu 60,89% da receita corrente líquida. Ainda que superior ao percentual de 54% previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), a maioria dos conselheiros do TCM, em razão da grave crise financeira enfrentada pelos municípios baianos com a consequente queda na arrecadação e em observância ao princípio da proporcionalidade, tem deixado de aplicar a pena máxima de rejeição das contas, nos casos em que não seja evidente o descontrole administrativo por parte do gestor, o que foi o caso.

Nessas contas, a relatoria levou em consideração que a despesa realizada no quadrimestre anterior, no percentual de 63,45%, foi reduzida para 60,89% no último quadrimestre, o que revela ao menos o esforço do gestor em readequar as despesas ao limite previsto na LRF.

Fonte: TCM

Bahia: A cada quatro licitações do Estado, uma é exclusiva para micro e pequenas empresas

Quinta / 13.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

As compras totalizaram R$ 300 milhões em aquisições de MPEs, nos primeiros 6 meses deste ano. O montante está na média de 2017, quando o total foi de R$ 583 milhões.

O número de licitações exclusivas para Micro e Pequenas Empresas (MPEs) cresceu nos últimos quatro anos, revelando um vetor de crescimento desde 2015. Com este aumento, a participação das MPEs nos certames licitatórios do Estado já ultrapassou um quarto do total (26% do total). Ou seja, a cada quatro licitações, uma é exclusiva para micro e pequenas empresas. De acordo com o Governo do Estado, o tratamento diferenciado às MPEs está previsto na legislação federal e estadual e se deve em função da relevância desse segmento para a economia do Estado e para geração de empregos.

As micro e pequenas empresas geraram 13.921 vagas de trabalho, enquanto as grandes e médias criaram apenas 454 empregos, no primeiro semestre deste ano, segundo dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Já o faturamento das MPEs é responsável por aproximadamente 25% do PIB baiano. A participação relativa de licitações exclusivas para MPEs aumentou consecutivamente nos últimos quatro anos. A fatia saltou de 14% do total de licitações para 26%, entre 2015 e 2018. As licitações exclusivas aumentaram de 591, em 2015, para 1.225 no ano de 2017. Nos primeiros seis meses deste ano já foram realizadas 590 licitações. Com base nos números do primeiro semestre, a expectativa da Coordenação Central de Licitação (CCL) é que, este ano, as licitações superem 2017.

As licitações realizadas pelo Estado são para a contratação de serviços, obras e para compra de produtos. Essas aquisições são relativas às compras governamentais, onde são adquiridos insumos necessários para o funcionamento da máquina e para a prestação dos serviços públicos à população. As compras totalizaram R$ 300 milhões em aquisições de MPEs, nos primeiros seis meses deste ano. O montante está na média de 2017, quando o total de compras foi de R$ 583 milhões nos doze meses. O número é superior ao de 2015, quando as aquisições de micro e pequenas empresas foram de R$ 421 milhões. Mantida a média de compras do Estado ano passado, a estimativa é de uma alta de 40% no volume de compras desse segmento, entre os anos de 2015 e 2018, conforme o Governo.

Mais de 126 mil mesários devem trabalhar no 1º turno das eleições 2018 na Bahia

Terça / 11.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

Preenchendo os requisitos, o interessado pode se voluntariar pelo programa "Mesário Voluntário", no TRE da sua cidade ou pela internet (Foto: Frank Cunha / G1)

O 1º turno das eleições 2018 na Bahia vai contar com 126.004 mesários distribuídos entre as 205 zonas eleitorais do estado. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), cerca de 50% do total de mesários são voluntários. Os mesários foram convocados até 8 de agosto.

Os principais requisitos para ser mesário é estar em dia com a Justiça Federal e ter completado 18 anos até o 1º turno das eleições. Parentes de candidatos de até segundo grau, bem como cônjuges, não podem exercer a função. Integrantes de diretórios de partidos políticos que exerçam função executiva e autoridades, e agentes policiais também não podem ser eleitos mesários. Preenchendo os requisitos, o interessado pode se voluntariar pelo programa "Mesário Voluntário", no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da sua cidade ou pela internet (Clique aqui).

Com base em uma portaria do TSE, publicada em fevereiro de 2017, cada um recebe um auxílio-alimentação por turno trabalhado. O valor é determinado por cada estado, obedecendo o teto máximo de R$ 35. Os Benefícios de ser mesário são: Dois dias de folga para cada dia trabalhado como mesário; Dois dias de folga para cada dia de treinamento oferecido pela Justiça Eleitoral; Certificado dos serviços prestados à Justiça Eleitoral; Auxílio-alimentação de até R$ 35; Preferência no desempate em concursos públicos, quando previsto em edital; Utilização das horas trabalhadas nas eleições como atividade curricular complementar em algumas universidades.

MP Eleitoral contestou registro de 223 candidatos na Bahia

Terça / 11.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

Das ações de impugnação, 7 tratam de inelegibilidade previstas na Lei da Ficha Limpa. Os demais envolvem o não preenchimento de condições de elegibilidade e registrabilidade.

O Ministério Público (MP) Eleitoral, por meio da Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia, apresentou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE/BA) 14 ações de impugnação e 219 pronunciamentos pelo indeferimento do pedido de registro de candidaturas para os diversos cargos em disputa nas eleições de 2018.

Das ações de impugnação, sete abordam situações de inelegibilidade previstas na Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar 135/2010). Os demais casos envolvem o não preenchimento de condições de elegibilidade e registrabilidade, em especial: ausência de prova da escolaridade (5), ausência de prova de desincompatibilização (21), ausência de prova de filiação partidária válida (27), ausência de prova de quitação eleitoral (43), ausência de certidões judiciais ou certidões positivas não circunstanciadas (47), outros (83). De acordo com o balanço parcial, o MP analisou 1.180 requerimentos de registros de candidaturas desde 15 de agosto. Até o último levantamento, em 4 de setembro, o TRE/BA já havia julgado 1.101 requerimentos, indeferindo 154 registros de candidatura. Desde o início do período eleitoral, o MP Eleitoral atuou em 2.171 processos envolvendo, além dos pedidos de registro e de habilitação dos partidos e coligações, representações e pedidos de direito de resposta relativos à propaganda eleitoral e recursos ordinariamente submetidos ao Tribunal.

As Informações sobre a situação de todos os candidatos estão disponíveis para consulta pública no sistema de processo judicial eletrônico e podem ser acessadas também na página do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (www.tre-ba.jus.br).

Projeto RH Bahia é destaque em megaevento de tecnologia

Terça / 11.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

A SAEB estima que será possível gerar uma redução na folha de pagamento de aproximadamente R$ 7 milhões ao mês. (Foto: Divulgação / Saeb)

O projeto RH Bahia será tema de painel, nesta quarta-feira (12), no SAP Fórum, o maior evento de tecnologia e negócios da América Latina, que está acontecendo no Transamérica ExpoCenter, em São Paulo. Iniciativa pioneira na administração pública nacional. O RH Bahia irá automatizar mais de 90% dos processos de Recursos Humanos do Estado baiano por meio da implantação do módulo Human Capital Research (HCM) do SAP, um software de gestão de origem alemã adotado por empresas no mundo todo.

Com o título “RH Bahia: debate sobre o maior caso de automação de folha de pagamento em instituição pública do país”, o painel irá reunir o secretário de Administração do Estado da Bahia, Edelvino Góes, o superintendente de Recursos Humanos do Estado, Adriano Tambone, o gestor de negócio do projeto, Wilson Freitas, e o executivo Marcus Piombo, vice-presidente de Operações da Resource, empresa contratada pelo governo baiano para a implantação do projeto. O grupo vai debater os principais desafios, avanços e benefícios da adoção da solução SAP como estratégia de modernização da gestão de Recursos Humanos do Estado. Desde que foi concluída a primeira etapa de implantação, em janeiro de 2017, o projeto já proporcionou aos cofres públicos uma economia de aproximadamente R$ 3 milhões, como resultado de redução mensal de 0,8% no valor bruto médio da folha de pagamento das oito empresas públicas e sociedades de economia do Estado onde o sistema entrou em ambiente de produção. Assim que a segunda etapa de implantação estiver concluída, a Secretaria de Administração (SAEB) estima que será possível gerar uma redução na folha de pagamento de aproximadamente R$ 7 milhões ao mês, o que equivale a cerca de R$ 90 milhões ao ano.

Contribuintes da Bahia têm desconto em multas para regularizar débitos com o ICMS

Terça / 11.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

O CIRA acaba de lançar uma nova ofensiva com a decisão do STJ, de que constitui crime o contribuinte declarar débito com o ICMS e não repassar ao fisco o imposto devido.

Em paralelo à intensificação das ações de acionamento judicial de contribuintes em débito com o fisco, desenvolvidas pelo Ministério Público estadual (MP-BA) no âmbito das ações do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira), o Governo do Estado encaminhou à Assembleia Legislativa (AL-BA) projeto de lei que oferece aos contribuintes a oportunidade de regularizar sua situação, com desconto de 90% em multas e acréscimos moratórios para a quitação de débitos decorrentes de fatos geradores ocorridos até 31 de dezembro de 2017. O objetivo, de acordo com o projeto, é permitir o fim de litígios tributários, reduzindo o acervo de processos em tramitação, tanto no âmbito administrativo quanto no judicial. Além do desconto de 90% incidente sobre os valores de multas por infrações e de acréscimos moratórios, o projeto prevê desconto de 70% nas penalidades pecuniárias decorrentes de descumprimento de obrigações acessórias.

O CIRA acaba de lançar uma nova ofensiva: com a decisão tomada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), de que constitui crime o contribuinte declarar débito com o ICMS e não repassar ao fisco o imposto devido, o MP-BA vai intensificar o envio ao Judiciário de denúncias-crime relativas a essa infração, entre outras medidas contra os chamados contribuintes omissos. Na Bahia, o entendimento consolidado pelo STJ já vinha sendo adotado pelo MP-BA, que produziu 22 denúncias-crime sobre o tema no primeiro semestre deste ano. Além do Ministério Público Estadual (MP-BA) e da Secretaria Estadual da Fazenda (SEFAZ), o Comitê também reúne o Tribunal de Justiça (TJ-BA), a Procuradoria Geral do Estado (PGE) e a Secretaria da Segurança Pública, (SSP-BA). O comitê tornou-se referência nacional em função do trabalho integrado entre governo, Judiciário e Ministério Público para o combate à sonegação e a recuperação de ativos.

ViaBahia é obrigada a duplicar trecho da BR-116 e pagar R$ 5 milhões por atrasos em obras

Segunda / 10.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

Em novembro de 2017, o MPF ajuizou ação por conta do descumprimento de tais obrigações por parte da concessionária.

A Justiça Federal determinou, na última terça-feira (04), que a Viabahia duplique os subtrechos 15 a 20 da BR-116, a partir do km 735 até a divisa com Minas Gerais. A concessionária terá o prazo de 180 dias para apresentar à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) os projetos e licenciamentos de execução das obras, e mais 12 meses para concluir a duplicação de cada subtrecho, sem a possibilidade de revisão contratual. Além disso, deverá pagar R$ 5 milhões por danos morais coletivos, referentes ao atraso nas obras.

Em 2009, a União concedeu à Viabahia a exploração das rodovias federais BR-116 (entre Feira de Santana e a divisa da Bahia com Minas Gerais) e BR-324 (entre Salvador e Feira de Santana). Em contrapartida, a concessionária tinha a obrigação de executar obras de recuperação, manutenção, conservação e ampliação da capacidade das rodovias, com a remuneração proveniente do pedágio. Um dos tipos de obras de ampliação está condicionado ao volume de tráfego: quando determinado trecho da rodovia alcançasse um número previamente estipulado de tráfego diário de veículos, a concessionária teria a obrigação de ampliá-lo. Os trechos 15 a 20 da BR-116 (totalizando 199 km) deveriam ter sido duplicados, pois, desde 2011, alcançaram o tráfego de 6.500 veículos diários. De acordo com as cláusulas de contrato, a Viabahia iniciaria as obras, divididas em 5 etapas, a partir de setembro de 2013. A quinta e última etapa deveria ser concluída em setembro deste ano, no entanto, a obra não foi nem iniciada. Em novembro de 2017, o Ministério Público Federal (MPF) ajuizou ação por conta do descumprimento de tais obrigações por parte da concessionária.
 

Seca: 11 dos 35 municípios do oeste baiano decretam situação de emergência

Domingo / 09.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

As cidades que apresentam os estados mais críticos são: Bom Jesus da Lapa, Serra do Ramalho, Ibotirama e Mansidão.

Por conta da estiagem prolongada no oeste baiano, 11 dos 35 municípios já decretaram situação de emergência. De acordo com a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), as cidades que apresentam os estados mais críticos são: Bom Jesus da Lapa, onde a seca já atinge 63 mil pessoas; Serra do Ramalho, com 25 mil moradores prejudicados pela estiagem; Ibotirama, onde a seca afeta mais de 11 mil e Mansidão, com mais 8 mil.

A estiagem também chegou ao município de Barreiras. Um incêndio que começou na noite de segunda-feira (3) levou mais de 24h para ser apagado, por conta do tempo e vegetação seca. A área queimada tem seis hectares, o equivalente a oito campos de futebol. Lavradores de lá também estão com dificuldades para plantar, por conta da secura no solo. O agricultor Ademar Ferreira chegou a preparar a terra da fazenda onde mora para o plantio. Com a necessidade de economia de água, ele usou apenas metade do espaço previsto. “Nessa época, a gente tem que reduzir a plantação porque a água que temos não é suficiente. Além de ser uma água de poço artesiano, ela não é boa para a verdura por causa do sal. Dificulta a produção, a qualidade da verdura. Tudo isso tem que levar em conta", pondera.

Fonte: TV Oeste

Prefeita é multada pelo TCM após nomear cunhados e mais 15 parentes de gestores

Sábado / 08.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

O relator aplicou multa no valor de R$ 10 mil e determinou a formulação de representação ao MP-BA. (Foto: Reprodução / Facebook)

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), na sessão desta quarta-feira (05), julgou parcialmente procedente a denúncia formulada por vereadores do município de América Dourada contra a prefeita Rosa Maria Dourado Lopes pela prática de nepotismo. No exercício de 2017, a gestora agraciou 17 parentes seus, do vice-prefeito e de seus secretários com cargos municipais. Cabe recurso da decisão.

O relator, conselheiro substituto Antônio Carlos da Silva, aplicou multa no valor de R$ 10 mil e determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual (MP-BA) para que seja apresentada à Justiça denúncia por de ato de improbidade administrativa. Também foi determinada a exoneração de todos dos cargos a que foram nomeados ilegalmente. A relatoria considerou ilegal a nomeação de Áureo de Souza Machado e Ioni Marcos Batista dos Santos, ambos cunhados da prefeita, vez que está clara a prática de nepotismo. No caso de Áureo, nomeado para o cargo de secretário de Administração e Fazenda Pública, os documentos apresentados também não comprovaram a qualificação técnica compatível com o cargo, considerando que as principais habilitações a ele atribuídas são na área educacional.
 

Trabalhador com menos de 60 anos já podem sacar cotas do PIS

Quinta / 06.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

Aproximadamente 11,8 milhões de brasileiros ainda não realizaram o saque das cotas que têm direito.

Termina em 28 de setembro o prazo para que cotistas do PIS com idade inferior a 60 anos possam retirar seu benefício. Por força da Lei 13.677/18 e Decreto 9.409/18, os trabalhadores cadastrados no PIS entre 1971 e 4 de outubro de 1988 podem resgatar o PIS, independentemente da idade. Aproximadamente 11,8 milhões de brasileiros ainda não realizaram o saque das cotas que têm direito. O valor total disponível ultrapassa R$ 20,2 bilhões. Cerca de 4,4 milhões clientes da CAIXA receberam o valor por depósito automático em 8 de agosto.

Para saber se tem direito, o trabalhador pode consultar o site caixa.gov.br/cotaspis, informando o CPF ou NIS e a data de nascimento e o valor que tem a receber, mediante a informação da senha internet. Para realizar o saque, o trabalhador deverá apresentar documento oficial de identificação com foto. O trabalhador pode também se informar por meio do APP CAIXA Trabalhador, que está disponível para download nas plataformas Android (clique aqui) e IOS (clique aqui). O APP é gratuito. Outras opções de atendimento são os terminais de autoatendimento, por meio do Cartão do Cidadão, ou o internet banking (internetbanking.caixa.gov.br) para correntistas da CAIXA.

Estradas baianas terão fiscalização reforçada no feriado

Quinta / 06.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

O foco das operações será nas BRs 101, 116, 324 e 110, onde o movimento deverá ser intenso por causa da realização de grandes eventos: (Foto: Reprodução / TV Bahia)

As principais rodovias que cortam o estado terão a fiscalização reforçada da Polícia Militar da Bahia (PM-BA) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para evitar ocorrências de acidentes e garantir a fluidez do trânsito durante o feriado prolongado da Independência do Brasil. A PM-BA prevê, desta quinta-feira (6) até domingo (9), um aumento de 20% no volume médio diário de veículos nas rodovias baianas, de acordo com o G1. O foco das operações será nas BRs 101, 116, 324 e 110, onde o movimento deverá ser intenso nos próximos dias por causa da realização de grandes eventos: a 43ª Exposição Agropecuária de Feira de Santana (Expofeira), na região de Feira de Santana; a Vaquejada de Serrinha, em Serrinha e a Copa Vela, em Paulo Afonso.

Palmeiras recebe etapa da Copa Sertão de Motocross neste final de semana

Quarta / 05.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

A paisagem de Palmeiras é composta de relevo montanhoso, cortado por muitas serras. Isso sem falar no famoso Vale do Capão, distrito do município.

Acontece neste fim de semana, 8 e 9 de setembro, no município de Palmeiras, na Chapada Diamantina, a 5ª etapa da Copa Sertão de Motocross será. O primeiro dia será dedicado apenas aos treinos, a partir das 14h. Já no dia 9 de setembro acontece a competição em si. O evento desportivo sempre conta com a participação de pilotos profissionais e amadores de todo o território baiano. Haverá disputas nas categorias feminina, iniciante, 150 a 200 cilindradas, amador, intermediário, 230, força livre e a categoria MX4. A paisagem de Palmeiras é composta de relevo montanhoso, cortado por muitas serras. Entre elas estão a do Sincorá, Dois Braços, Santa Isabel, Lajedinho, do Pati, Brejões, Serra Negra, do Sobrado, do Tejuco, do Gonçalo, entre outras. Isso sem falar no famoso Vale do Capão, distrito do município.

Ministério da Saúde lança Campanha de Vacinação contra o HPV; cerca de 20 milhões de crianças e adolescentes devem ser vacinadas

Terça / 04.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

A vacina contra o HPV entrou para o calendário de vacinação brasileiro há cinco anos e a taxa de cobertura vacinal do público-alvo nunca passou dos 50%. (Foto: Ascom Sespa)

O Ministério da Saúde lançou, nesta terça-feira (04), a campanha de vacinação contra o Papilomavírus Humano (HPV). O objetivo é vacinar 20,5 milhões de crianças e adolescentes no país. A expectativa é vacinar 9,7 milhões de meninas de 9 a 14 anos e 10,8 milhões de meninos de 11 a 14 anos.

A vacina contra o HPV entrou para o calendário de vacinação brasileiro há cinco anos e a taxa de cobertura vacinal do público-alvo nunca passou dos 50%. Desde seu lançamento 4 milhões de meninas de 9 a 14 anos completaram o esquema de vacinação com as duas doses necessárias, totalizando 41,8% das crianças a serem vacinadas. Os meninos de 11 a 14 anos foram incluídos na vacinação contra o HPV em 2017. Desde então, 2,6 milhões foram vacinados com a primeira dose (35,7% do público-alvo). Em relação à segunda dose, apenas 911 mil meninos receberam a vacina, completando assim o esquema de vacinação contra o HPV. Em nota, o Ministério reforça ainda a importância da segunda dose da vacina para a garantia da eficácia. "É importante alertar que cobertura vacinal só está completa com as duas doses, por isso quem tomou a primeira dose deve voltar aos postos após seis meses”, disse em nota a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), Carla Domingues.

Fonte: Ministério da Saúde

Ensino médio da Bahia fica em último lugar em avaliação do MEC

Terça / 04.09.2018

Por Redação Sertão Hoje

Após a divulgação do resultado, governadores do nordeste enviaram uma carta ao MEC, reclamando da metodologia do teste. (Foto: Reprodução / TV Bahia)

O ensino médio da Bahia ficou em último lugar, no país, no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) referente a 2017, segundo informações divulgadas nesta segunda-feira (3) pelo Ministério da Educação (MEC). De acordo com os dados, a Bahia ficou com 3,0 pontos no ensino médio, - 1,3 abaixo da meta para o ano que era de 4,3. Além disso, a nota foi um décimo menor que a do último levantamento, feito em 2015, quando o estado ficou com 3,1 pontos. Os motivos apontados pelo estudo do MEC para a baixa na classificação foram abandono, atraso e notas baixas em avaliações, durante 2017. Em contrapartida, no ensino fundamental inicial, que é do 1º ao 5º ano, a Bahia teve uma melhora em 2017. O estado saiu dos 4,7 pontos, registrados para 2015, para 5,1. Já no ensino fundamental final, que é do 6º ao 9º ano, o índice foi o mesmo de 2015: 3,7 pontos.

Após a divulgação do resultado, governadores do nordeste enviaram uma carta ao MEC, reclamando da metodologia do teste. Eles dizem que houve mudança e que, diferentemente dos outros anos, a nota do aluno que fez o exame foi replicada para o aluno que não fez. "Nenhum sistema de educação trabalha para voltar para trás. Então, os resultados do Brasil inteiro apontam isso. Então, o que é que a gente pode dizer. Há algum equívoco na metodologia realizada pelo Inep, pelo Ministério da Educação, para fazer a divulgação dos resultados. Porque, não é justo que o esforço de todos os sistemas de educação seja jogado por terra, a partir de uma modificação de metodologia que o Inep provocou", disse Nildo Pitombo, subsecretário estadual de Educação. Em nota, o MEC informou que a mudança na metodologia foi feita por um grupo de especialistas, que, pela primeira vez, levou em consideração padrões de aprendizagem e o uso pedagógico dos dados. No entanto, o órgão não explicou sobre a replicação da nota dos alunos que fizeram a avaliação, na nota dos estudantes que não fizeram a avaliação.

O Ideb é uma iniciativa do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para mensurar o desempenho do sistema educacional brasileiro, a partir da combinação entre a proficiência obtida pelos estudantes em avaliações externas de larga escala e a taxa de aprovação - indicador que tem influência na eficiência do fluxo escolar.