Sertão Hoje

Sertão Hoje

Resultado da busca pela categoria "brasil"

Fixado em R$ 954, novo salário mínimo entrou em vigor nesta segunda (01)

Terça / 02.01.2018

Por Redação Sertão Hoje

Com o aumento de R$ 17, o reajuste é o menor em 24 anos. O valor é inferior ainda ao estimado anteriormente pelo governo, que era de R$ 965.

Fixado pelo presidente Michel Temer no valor de R$ 954, o novo salário mínimo entrou em vigor nesta segunda-feira (01). Com o aumento de R$ 17, o reajuste é o menor em 24 anos. O valor é inferior ainda ao estimado anteriormente pelo governo, que era de R$ 965. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, alega que o novo mínimo foi determinado através da aplicação da lei, e não por questões políticas. “A questão é apenas como calcular exatamente a aplicação dos índices de inflação. Porque o salário mínimo é definido por crescimento do PIB e inflação. Então é meramente uma questão de definir esses itens”, afirmou ele, em outubro, explicando que o reajuste mais baixo se deu porque o resultado do PIB de 2016 foi negativo.

Embasa convoca 204 candidatos aprovados em concurso realizado em 2017

Terça / 02.01.2018

Por Redação Sertão Hoje

Os convocados deverão apresentar os documentos exigidos no edital nos dias 9, 10 e 11 de janeiro de 2018.

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) publicou, no Diário Oficial do Estado (DOE), o edital de convocação de 204 candidatos aprovados no concurso público realizado pela empresa em julho de 2017. A lista está disponível no DOE da última sexta-feira (29). Os convocados deverão apresentar os documentos exigidos no edital nos dias 9, 10 e 11 de janeiro de 2018. De acordo com a Embasa, foram convocados candidatos aos cargos de agente administrativo, operador de processo de água e esgoto, assistente de laboratório, técnico operacional, analista de Tecnologia da Informação e engenheiro civil/produção civil. O concurso público da empresa visa ao preenchimento de 600 vagas para 11 funções dos níveis médio, técnico e superior. No total, já foram convocados 354 aprovados.

CLIQUE AQUI PARA VIZUALIZAR O EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Petrobras anuncia reajuste de 1,7% no preço da gasolina nas refinarias

Sábado / 30.12.2017

Por Redação Sertão Hoje

O repasse ou não do aumento para o consumidor final depende dos postos de combustíveis.

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (28) mais um aumento nos preços dos combustíveis nas refinarias. A partir desta sexta (29), a gasolina ficará 1,7% mais cara. O diesel vai subir 1,1%. Desde julho a companhia adotou uma nova política de reajuste de preços para, segundo a petroleira, acompanhar o mercado internacional. O reajuste se refere aos preços para as refinarias. O repasse ou não do aumento para o consumidor final depende dos postos de combustíveis. Até sexta (22) da última semana, o valor médio da gasolina chegou a R$ 4,089, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Mega da Virada Sorteia R$ 280 Milhões Neste Domingo (31)

Sábado / 30.12.2017

Por Redação Sertão Hoje

Caso somente um apostador leve o prêmio, o novo milionário poderá se aposentar com cerca de R$ 1,2 milhão, apenas investindo na poupança da CAIXA.

Neste domingo (31), será realizado o sorteio da 9ª edição da Mega da Virada. A previsão da Caixa Econômica Federal é que o prêmio chegue a R$ 280 milhões, o maior já pago na história das Loterias da CAIXA. O sorteio será feito ao vivo a partir das 20h50 (horário de Brasília), no estúdio da Rede Globo, em São Paulo (SP), com transmissão em cadeia pelos principais canais da TV aberta. Caso somente um apostador leve o prêmio da Mega da Virada, o novo milionário poderá se aposentar com uma fortuna equivalente a outro prêmio de loteria por mês, cerca de R$ 1,2 milhão, apenas investindo na poupança da CAIXA. Apenas o rendimento é suficiente para comprar um apartamento de luxo ou uma frota com 40 carros populares.

Temer assina repasse emergencial de R$ 2 bilhões aos municípios

Sábado / 30.12.2017

Por Redação Sertão Hoje

Ele negou que a transferência esteja associada a algum tipo de apoio dos prefeitos às propostas defendidas pelo governo, como a reforma da Previdência.

O presidente Michel Temer assinou nesta sexta-feira (29) a Medida Provisória que libera R$ 2 bilhões da União para atender às prefeituras que recebem o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Segundo o governo, a decisão atende ao pedido dos prefeitos, que ressaltaram "dificuldades financeiras emergenciais" para áreas de saúde e educação. A MP ainda precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional para ser validada como lei. No entanto, por se tratar de uma MP, ela entra em vigor assim que for publicada. O decreto garante que o valor repassado a cada cidade será calculado conforme as regras do FPM, que considera o número de habitantes para a distribuição dos recursos e é entregue após aprovação do orçamento para tal finalidade. O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse que ainda não foi definida a origem dos recursos. "Os municípios queriam o recurso em 2017. O governo tinha até o objetivo de assim proceder. Todavia, não foi estabelecida no Orçamento a condição para que esse apoio se tornasse realidade”, afirmou. Ele negou que a transferência esteja associada a algum tipo de apoio dos prefeitos às propostas defendidas pelo governo, como a reforma da Previdência.

Governadores do Nordeste ameaçam processar Marun após declaração

Quinta / 28.12.2017

Por Redação Sertão Hoje

O ministro admitiu que estava cobrando os governadores e acrescentou que o Planalto espera uma certa "reciprocidade" deles na votação da reforma da Previdência.

Governadores do Nordeste enviaram nesta quarta-feira (27) uma carta ao presidente Michel Temer em que ameaçam processar o ministro Carlos Marun (Secretaria de Governo) e os agentes públicos envolvidos em práticas como a liberação de verbas em troca de apoio à reforma da Previdência. O texto assinado pelos governadores pede que Temer "reoriente seus auxiliares" com o objetivo de "coibir práticas inconstitucionais e criminosas". Nesta terça-feira (26), Marun afirmou, após reunião com o presidente, que a liberação de recursos de bancos públicos, como a Caixa Econômica Federal, seria usada como moeda de troca com governadores para que eles pressionem deputados a aprovar as mudanças nas regras de aposentadoria. Segundo o ministro, isso não configura chantagem, mas sim uma "ação de governo". Os governadores do Nordeste chamaram a prática de "ameaça" e manifestam "profunda estranheza com as declarações atribuídas ao Sr. Carlos Marun". Segundo eles, esse tipo de ato é "arbitrário" e, caso confirmado, dizem, não hesitarão em acionar política e juridicamente os agentes envolvidos. "Protestamos publicamente contra essa declaração e contra essa possibilidade e não hesitaremos em promover a responsabilidade política e jurídica dos agentes públicos envolvidos, caso a ameaça se confirme", diz a carta. "Vivemos em uma Federação, cláusula pétrea da Constituição, não se admitindo atos arbitrários para extrair alinhamentos políticos, algo possível somente na vigência de ditaduras cruéis", completa o texto. Além dos governadores do PT, PCdoB e PSB, partidos de oposição, dois políticos do PMDB, sigla de Temer, assinam a carta. O ministro admitiu que estava cobrando os governadores e acrescentou que o Planalto espera uma certa "reciprocidade" deles na votação da reforma da Previdência, marcada para o dia 19 de fevereiro.

Governo federal anuncia reajuste de 6,81% do piso salarial de professores

Quinta / 28.12.2017

Por Redação Sertão Hoje

No caso do reajuste deste ano, é considerado o crescimento do valor mínimo do Fundeb de 2016 em relação a 2015.

O piso salarial dos professores para 2018 terá um reajuste de 6,81%, de acordo com portaria publicada nesta quinta-feira (28) pelo Ministério da Educação (MEC). De acordo com o órgão, o índice é 4,01% acima da inflação prevista para 2017, projetada para 2,8% segundo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA), divulgado na última semana pelo Banco Central (BC). A expectativa, conforme a pasta, é que o novo piso salarial do magistério gere um ganho real de 3,90% e um salário de R$ 2.455,35, para jornada de 40 horas semanais. O critério adotado para o reajuste, desde 2009, tem como referência o índice de crescimento do valor mínimo por aluno ao ano do Fundeb, que toma como base o último valor mínimo nacional por aluno (vigente no exercício que finda) em relação ao penúltimo exercício. No caso do reajuste deste ano, é considerado o crescimento do valor mínimo do Fundeb de 2016 em relação a 2015.

Anvisa aprova nova vacina contra HPV

Quinta / 28.12.2017

Por Redação Sertão Hoje

Uma nova vacina aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) na terça-feira (26), ampliou a proteção contra o papilomavírus humano (HPV). O novo medicamento é o Gardasil 9, que inclui cinco novos subtipos na proteção com a doença. Esse vírus é o principal fator associado aos cânceres de útero, da vulva, da vagina e do ânus. O Gardasil 9 foi aprovado com indicação para pessoas de 9 a 26 anos, do sexo masculino e feminino. O ideal é que a imunização seja feita antes do início da vida sexual. Mais da metade da população brasileira jovem, de 16 a 25 anos, tem HPV, segundo estimativa de um estudo do Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre, e do Ministério da Saúde. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Temer assina Media Previsórisa que reduz para 60 anos idade mínima para saque do PIS/Pasep

Quarta / 27.12.2017

Por Redação Sertão Hoje

A redução da idade mínima para acesso ao PIS/Pasep já havia sido alvo de uma primeira MP, editada em agosto e que perdeu a validade no dia 21 deste mês.

O presidente Michel Temer assinou nesta terça-feira (26), a medida provisória (MP) que reduz a idade mínima para o saque do PIS/Pasep. A proposta vai permitir que homens e mulheres possam sacar o benefício a partir dos 60 anos de idade. Segundo o Ministério do Planejamento, a expectativa é de que a medida injete R$ 23,6 bilhões na economia e beneficie 12,5 milhões de pessoas. A redução da idade mínima para acesso ao PIS/Pasep já havia sido alvo de uma primeira MP, editada em agosto e que perdeu a validade no dia 21 deste mês. A proposta estabelecia que homens a partir dos 65 anos e mulheres a partir dos 62 poderiam ter acesso ao saldo. Antes dessa primeira MP, só era possível sacar o dinheiro a partir dos 70 anos ou em caso de aposentadoria. Como a MP não foi votada, o conteúdo dela não virou lei, embora tenha validade no período de vigência do texto. Daí a necessidade de uma nova MP.

A expectativa do governo era que a primeira redução de idade injetasse cerca de R$ 16 bilhões na economia, beneficiando 8 milhões de pessoas. O resultado, porém, ficou abaixo do esperado. Segundo dados do Planejamento, até o final da vigência da primeira MP, foram pagos apenas R$ 2,2 bilhões a cerca de 1,6 milhão de cotistas. Descontando o público que já sacou recursos em 2017, a pasta estima que ficarão disponíveis R$ 21,4 bilhões a 10,9 milhões de pessoas a partir de janeiro de 2018. 

Sistema antifraude já economizou R$ 678 milhões aos cofres públicos

Terça / 26.12.2017

Por Redação Sertão Hoje

Em um ano o sistema bloqueou 52 mil requerimentos em todo o país, impedindo o pagamento indevido de mais de R$ 678 milhões aos cofres públicos.

Há um ano, o combate às fraudes no Seguro Desemprego ganhou um novo e poderoso aliado. Lançado pelo Ministério do Trabalho, o sistema antifraude consiste em uma plataforma tecnológica que amplia a capacidade de identificação de requerimentos suspeitos para bloquear os pagamentos indevidos. De dezembro de 2016 a dezembro deste ano, o sistema bloqueou 52 mil requerimentos em todo o país, impedindo o pagamento indevido de mais de R$ 678 milhões aos cofres públicos. O sistema faz o cruzamento com todas as bases de dados do Ministério do Trabalho, como o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), além da Receita Federal e Caixa Econômica. A partir desse cruzamento, filtros e análises são realizadas. As fraudes são comunicadas à Polícia Federal. Quem tiver o Seguro Desemprego bloqueado será comunicado e deverá procurar o Ministério do Trabalho, pois existem casos em que o próprio trabalhador não sabe que seus dados foram utilizados por fraudadores.

O ministério investiu R$ 78 milhões no desenvolvimento de todo o sistema antifraude. Segundo o diretor substituto do Departamento de Tecnologia da Informação do Ministério do Trabalho, Luiz Henrique Machado, os números das fraudes do Seguro Desemprego correspondem a apenas uma trilha de rastreamento. “A ferramenta global envolverá outros tipos de benefícios, como o seguro defeso, abono salarial, entre outros. Com todos os benefícios envolvidos, a estimativa é de que a economia chegue a R$ 3 bilhões”, afirma. O sistema permite acompanhar todo o processo que vai desde o pedido do benefício até o pagamento feito pela Caixa. Ao todo, são analisados 700 mil requerimentos de Seguro Desemprego por mês. A tecnologia utilizada combina inteligência artificial e estatística para detectar os pagamentos indevidos e as fraudes. A análise de dados está concentrada na Plataforma Analítica MicroStrategy. A solução também inclui funcionalidades e recursos tecnológicos que exigem tratamento de grandes volumes de dados, construindo uma Arquitetura de Informação (Big Data).

Aposentado e pensionista deve fazer prova de vida do INSS até fevereiro

Terça / 26.12.2017

Por Redação Sertão Hoje

O governo decidiu adiar o prazo final, que a princípio acabaria em 31 de dezembro deste ano, por causa do grande número de pessoas que ainda não fez o procedimento.

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) estendeu até 28 de fevereiro o prazo final para que aposentados e pensionistas façam a comprovação de vida, que é uma exigência do governo. Todos os beneficiários do INSS que recebem seus pagamentos em conta corrente, conta poupança ou cartão magnético devem provar que estão vivos uma vez por ano. Quem não fizer isso no prazo poderá ter seu pagamento interrompido. O governo decidiu adiar o prazo final, que a princípio acabaria em 31 de dezembro deste ano, por causa do grande número de pessoas que ainda não fez o procedimento. Até novembro, 6,5 milhões de segurados não tinham feito a comprovação, dos mais de 34 milhões de pessoas que recebem benefícios do INSS, quase 28 milhões já realizaram o procedimento.

O INSS afirma que os bancos estão comunicando sobre a comprovação de vida por meio de mensagens nos caixas eletrônicos e em seus sites. O aposentado ou pensionista não precisa ir à uma agência da Previdência Social para fazer a comprovação. Ele deve ir diretamente ao banco em que recebe o benefício, levando um documento com foto (RG, carteira de trabalho ou carteira de motorista, por exemplo). Quem não puder ir até às agências do banco por causa de doença ou dificuldade de locomoção pode realizar o procedimento por meio de um procurador cadastrado no INSS. Quem mora no exterior pode realizar a comprovação usando um procurador, por meio de documento de prova de vida emitido por consulado ou preenchendo o Formulário Específico de Atestado de Vida para o INSS, que está disponível no site da Previdência.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O SITE DO INSS

Coelba alerta para consumo de energia elétrica no verão

Terça / 26.12.2017

Por Redação Sertão Hoje

Estação mais quente do ano começou nesta quinta-feira (21). Registros da empresa apontam uma elevação de 8,5% nas contas, em relação ao inverno.

Com a chegada do verão o consumo de energia aumenta nas residências e comércios. Registros da Companhia de Eletricidade da Bahia (Coelba) apontam uma elevação média de 8,5% nas faturas, em relação ao período do inverno. Para evitar surpresas que podem comprometer o orçamento doméstico, a concessionária recomenda a adoção de medidas como uso eficiente dos equipamentos elétricos, principalmente de refrigeração. A atenção deve ser redobrada com a vigência da Bandeira Tarifária vermelha. O clima quente leva a maioria das pessoas a atenuar o desconforto das altas temperaturas acionando o condicionador de ar por mais tempo e abrindo mais vezes à geladeira, por exemplo. O resultado desse hábito pode ser o aumento do valor da conta de energia. Comportamentos eficientes na utilização da energia, além da atenção aos desperdícios, são essenciais para que o consumidor evite surpresas, sem, necessariamente, abrir mão do conforto. Aparelhos elétricos consomem mais quando o ambiente externo está mais quente, evite, também, utilizar climatizadores e condicionadores de ar por longos períodos. A orientação é ajustar o condicionador de ar para temperatura confortável, cerca de 23° C. Utilizar o timer (temporizador) ajuda a evitar o funcionamento desnecessário do equipamento.  Após a refrigeração do cômodo, o consumidor pode recorrer aos ventiladores, para manter o clima agradável. É importante lembrar da limpeza regular desses equipamentos. Além de higiênica, a medida contribui para um desempenho mais econômico;

No caso das geladeiras, quando em mau estado de conservação, os equipamentos chegam a representar 30% do consumo de uma residência. Além disso, freezers e geladeiras devem ser instalados em locais ventilados, com espaço mínimo de 15 centímetros de paredes e armários. É importante observar periodicamente a borracha de vedação que, uma vez ressecada, causa um grande desperdício de energia. Colocar o chuveiro elétrico na posição verão é mais uma dica de economia, quanto mais baixa a temperatura da água, menor o consumo. Fornos e ferros elétricos somente devem ser usados quando necessário. É importante otimizar esses equipamentos, para aproveitar o calor, evitando desligar e reaquecer o aparelho com frequência. Além disso, a Coelba aconselha o consumidor a ter atenção no momento da compra de eletrodomésticos. É importante optar por produtos que apresentam o Selo Procel, que indicam os aparelhos mais eficientes e que consomem menos energia. E, no caso da iluminação, comum à época de fim de ano, a Coelba aconselha o uso de lâmpadas fluorescentes ou em LED, que chegam a economizar cerca de 80% de energia elétrica e têm durabilidade bastante superior às comuns.

Conta de luz subirá 9,4% em 2018, aumento pode ser maior

Terça / 26.12.2017

Por Redação Sertão Hoje

Além do regime de chuvas, os encargos incluídos na tarifa também explicam as previsões pouco animadoras.

O consumidor residencial brasileiro terá de lidar com dois anos de reajustes na energia bem acima da inflação. As causas são um regime de chuvas insuficiente para compensar períodos de seca e o aumento dos encargos sociais. Na média, as tarifas devem fechar o ano com alta de 14% e subir 9,4% em 2018. A expectativa é que a inflação oficial medida pelo IPCA fique abaixo de 3% este ano e em 4% em 2018.  Em algumas regiões, as tarifas podem pesar ainda mais no bolso, segundo levantamento da consultoria especializada TR Soluções. A energia elétrica deve também ter um efeito de 0,4 ponto percentual sobre a inflação medida pelo IPCA do ano que vem. A previsão da TR inclui algumas premissas: as diferentes bandeiras esperadas ao longo do ano, os reajustes previstos para as principais distribuidoras e o regime de chuvas para o período. De janeiro a abril, período considerado chuvoso, as principais hidrelétricas brasileiras devem gerar em média o equivalente a 85% da energia que vendem, de acordo com a TR. Isso significa dizer que se as chuvas não ajudarem e as geradoras produzirem algo abaixo disso, as tarifas poderão subir ainda mais. Além do regime de chuvas, os encargos incluídos na tarifa também explicam as previsões pouco animadoras. A conta, que inclui todas as políticas públicas ligadas ao setor, como o programa Luz para Todos e a tarifa social de energia deve passar de R$ 9,3 bilhões este ano para R$ 12,6 bilhões em 2018. Embora concordem que o quadro é dramático, analistas descartam ameaça de racionamento. Eles dizem que a usina de Belo Monte já opera em ritmo razoável e que o país dispõe de outras fontes de energia.

Prazo para sacar o Abono ano-base 2015 termina nesta quinta-feira (28)

Domingo / 24.12.2017

Por Redação Sertão Hoje

Os pagamentos variam de R$ 79 a R$ 937.

Termina nesta quinta-feira (28) o prazo para que os trabalhadores que têm direito ao Abono Salarial ano-base 2015 saquem o beneficio nas agências bancárias. Cerca de 5,80% de inscritos no PIS e no Pasep, 1,4 milhão de pessoas, não haviam sacado o dinheiro até o fim de novembro. O Abono Salarial é pago para inscritos no PIS/Pasep há cinco anos ou mais e que trabalharam com carteira assinada por pelo menos 30 dias naquele ano, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é preciso que seus dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O valor que cada trabalhador tem para receber é proporcional à quantidade de meses trabalhados formalmente em 2015. Quem trabalhou o ano todo recebe o valor na íntegra. Quem trabalhou um mês, por exemplo, recebe 1/12 do valor, e assim sucessivamente. Os pagamentos variam de R$ 79 a R$ 937. Os trabalhadores da iniciativa privada, que são vinculados ao PIS, sacam o dinheiro nas agências da Caixa ou lotéricas de todo o país. Já os servidores públicos, com vínculo no Pasep, retiram o benefício no Banco do Brasil. Para conferir se tem direito ao benefício, o trabalhador pode acessar o portal do Ministério do Trabalho. Basta inserir o CPF ou número do PIS/Pasep e a data de nascimento para fazer a consulta. Outra opção é a Central de Atendimento Alô Trabalho, que atende pelo número 158.

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O PORTAL DO MT

Prêmio da Mega da Virada aumenta para R$ 280 milhões

Sexta / 22.12.2017

Por Redação Sertão Hoje

O prêmio não acumula. Se não houver ganhadores na faixa principal, o prêmio será rateado entre os apostadores que acertarem cinco números e assim por diante.

O prêmio da Mega da Virada deste ano pode chegar a R$ 280 milhões, a maior premiação já ofertada na história das Loterias CAIXA. Sem apostadores vencedores no último sorteio regular, o valor acumulado passa a compor a premiação principal da edição especial. As apostas exclusivas para a Mega da Virada começam nesta sexta-feira (22). O sorteio será realizado no dia 31, véspera do Ano Novo, a partir das 20h, com transmissão ao vivo pela TV. O prêmio não acumula. Se não houver ganhadores na faixa principal, o prêmio será rateado entre os apostadores que acertarem cinco números e assim por diante. As apostas da Mega da Virada podem ser feitas até as 14h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do Brasil.