Sertão Hoje

Sertão Hoje

Resultado da busca pela categoria "brasil"

VLI está entre as melhores empresas do país para se trabalhar

Quinta / 19.10.2017

Por Redação Sertão Hoje

Pela terceira vez consecutiva a VLI faz parte do ranking elaborado pela revista Você S/A.

A VLI, empresa de soluções logísticas que integram ferrovias, terminais e portos, foi incluída pela terceira vez consecutiva no Guia “Melhores Empresas Para Você Trabalhar”, publicação especial da revista Você S/A, uma referência no setor de carreiras e gestão de pessoas. A premiação foi realizada na última terça-feira (17), em São Paulo. O ranking, elaborado pela Você S/A em parceria com a Fundação Instituto de Administração da USP (FIA-USP), é considerado um parâmetro de excelência no meio corporativo há 20 anos. Para chegar à seleção das 150 melhores empresas para se trabalhar no Brasil, a revista elabora um método de avaliação, que vai desde questionário respondido pelas companhias, até a conferência das informações por meio de entrevista presencial com empregados. Os funcionários são selecionados pela revista em diversos setores e hierarquias das empresas participantes.

Segundo a head de Recursos Humanos da VLI, Rute Galhardo, além do orgulho, o resultado atesta que a companhia conta com um time engajado. “Entendemos como um sinal claro de envolvimento entre as pessoas e nossos valores. Construímos diariamente uma empresa que incentiva o protagonismo e o crescimento de um time de apaixonados por criar valor para os clientes e por trabalhar pela logística do Brasil”, destaca. Atualmente, a companhia conta com mais de 7 mil pessoas em seu quadro de profissionais.

Estudo alerta para aumento nos casos de DSTs entre os idosos

Quinta / 19.10.2017

Por Redação Sertão Hoje

O número de casos de HIV entre pessoas acima dos 50 anos dobrou na última década.

Ser idoso já não significa falta de atividade, calmaria e tranquilidade. Atualmente a classe está cada vez mais ativa. Eles dançam, brincam, praticam esporte e, claro, mantém os prazeres da relação sexual ativos. Por isso as preocupações com as doenças sexuais transmissíveis precisam ser aumentadas. Estudos demonstram que os idosos estão mais vulneráveis a infecções sexualmente transmissíveis e o motivo é a ausência do uso de preservativo. O número de casos de HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana) entre pessoas acima dos 50 anos dobrou na última década, já que atualmente cerca 80% dos adultos entre 50 e 90 anos são sexualmente ativos. De acordo com os últimos dados do Ministério da Saúde, cerca de 4% a 5% da população acima de 65 anos são portadores do vírus HIV, um aumento de aproximadamente 103%.

Além da AIDS, outra doença que têm aumentado sua disseminação entre idosos é a Sífilis. A Sífilis é uma doença transmitida pela bactéria Treponema Pallidum, principalmente por via sexual, que não escolhe idade, sexo e nem classe social. A Sífilis aparece como feridas indolores no local da infecção, evoluindo para dores musculares, febre e dor de garganta. A falta de tratamento pode danificar órgãos como cérebro, nervos, olhos e coração, levando a cegueira, paralisia, demência e outros problemas de saúde. Porém o diagnóstico é fácil. Testes sorológicos eficazes são disponíveis no mercado, o tratamento também não é complexo desde que seja tratado na fase primária da doença.

Motorista bêbado sobe em calçada, mata família e é espancado

Sexta / 13.10.2017

Por Redação Sertão Hoje

Carro invadiu casa e matou mulher e criança em Guarujá-SP.

Uma mulher de 52 anos e a sua neta, de 4 anos, morreram após serem atropeladas por um veículo conduzido por um motorista embriagado em Guarujá, no litoral de São Paulo, nesta quinta-feira (12). O condutor foi espancado por populares após o acidente e precisou ser levado ao hospital. O atropelamento ocorreu no km 6 da Rodovia Ariovaldo de Almeida Viana, conhecida como Estrada de Pernambuco, que interliga Guarujá a Bertioga. Segundo informações da Polícia Militar Rodoviária (PMR), o condutor perdeu o controle da direção e avançou a calçada, atingindo as duas. A mulher foi identificada como Nair Santana, e a criança como Betina Santana. A polícia informou que a mulher morreu no local ao ser atingida pelo veículo, que invadiu uma casa. A menina foi socorrida em estado grave e levada ao Hospital Santo Amaro, mas também não resistiu aos ferimentos.

A Polícia Rodoviária ainda informou que o motorista Bruno Lopes dos Santos, de 29 anos, estava alcoolizado e que foi espancado por populares antes da chegada das equipes. Com o acidente e com as agressões, ele também ficou ferido e foi encaminhado com escoriações para o mesmo hospital. A assessoria de imprensa do Hospital Santo Amaro confirmou que ele estava embriagado. Após ser atendido pelos médicos, o condutor foi liberado e levado para a Delegacia Sede da cidade, onde prestava depoimento até o final da noite. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML). Fonte: G1.

Quase uma tonelada de maconha é apreendida em MS em carro roubado na BA

Quarta / 04.10.2017

Por Redação Sertão Hoje

O flagrante ocorreu em um posto da PRF na rodovia, quando o motorista fez o retorno e fugiu em alta velocidade.

Um carro roubado em 2015 em Feira de Santana (BA) foi localizado na madrugada desta quarta-feira (04) sendo usado por um homem, que transportava 946,8 quilos de maconha. O caso aconteceu na BR-163, em Campo Grande (MS). O flagrante ocorreu em um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na rodovia, quando o motorista fez o retorno e fugiu em alta velocidade. Após a perseguição policial, o suspeito parou o carro próximo a um pedágio em Anhanduí (MS) e fugiu. Após verificação, os policiais descobriram que as placas de Campo Grande eram falsas. A PRF já apreendeu, no período de uma semana, cerca de 8 toneladas de maconha na região de Campo Grande. As informações são do G1 nacional.

Oi leva punição e deve oferecer chamadas grátis de orelhão em 15 estados

Terça / 03.10.2017

Por Redação Sertão Hoje

A medida vale para os telefones públicos da operadora.

As ligações locais e de longa distância nacional realizadas a partir de orelhões da Oi em 15 estados não podem ser cobradas. A medida vale para os telefones públicos da operadora. A determinação é da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) em razão do não cumprimento de obrigações por parte da concessionária. A medida, que começou a vigorar no último domingo (1º), vale para os estados da Bahia, Alagoas, Amazonas, Amapá, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Roraima, Santa Catarina e Sergipe.

A empresa foi responsabilizada após fiscalização da Anatel. Foi constatado que o percentual de orelhões em condições de operação não atingiu os patamares estabelecidos pela agência, que deve ser de, no mínimo, 90% em todas as Unidades da Federação e de no mínimo 95% nas localidades atendidas somente por orelhões. De acordo com a ANATEL, a gratuidade se manterá até o dia 30 de março de 2018, quando deverá ser divulgado o resultado da próxima aferição das condições de disponibilidade dos orelhões. A nova aferição deve ser realizada no final de fevereiro de 2018.

Petrobras aumenta gás de cozinha em 6,9% a partir desta terça-feira (26)

Terça / 26.09.2017

Por Redação Sertão Hoje

Se for integralmente repassado ao consumidor, a Petrobras estima que o preço do botijão poderá ser reajustado em 2,6%, ou cerca de 1,55 reais.

A partir desta terça-feira (26), o preço do gás de cozinha vai subir, em média, 6,9%. Se for integralmente repassado ao consumidor, a Petrobras estima que o preço do botijão poderá ser reajustado em 2,6%, ou cerca de 1,55 reais. Isso se forem mantidas as margens de distribuição, revenda e as alíquotas de tributos. A Petrobras informou que está repassando a variação de preços do mercado internacional apresentada ao longo do último mês. Esse é o segundo aumento em setembro. No dia 1º deste mês, os preços foram reajustados em 15%, primeira alta desde 2002.

Petrobras anuncia redução nos preços da gasolina e do diesel

Terça / 26.09.2017

Por Redação Sertão Hoje

O impacto do reajuste no preço final ao consumidor depende de outros fatores da cadeia de combustíveis.

Os preços da gasolina e do diesel nas refinarias serão reduzidos em 0,3% e 0,4%, respectivamente, a partir desta terça-feira (26). O reajuste foi anunciado ontem (25) pela Petrobras. A atual política de preços da estatal permite reajustes nos preços dos combustíveis a qualquer momento, até diariamente, desde que a variação acumulada por produto esteja dentro da faixa de -7% a +7%. No último dia 23, o diesel e a gasolina haviam subido 0,6% e 0,2% nas refinarias, respectivamente. O impacto do reajuste no preço final ao consumidor depende de outros fatores da cadeia de combustíveis, principalmente distribuidoras e postos revendedores.

Governo vai lançar programa para aumentar renda de beneficiários do Bolsa Família

Terça / 26.09.2017

Por Redação Sertão Hoje

A meta inicial do programa é atender, nos próximos 12 meses, entre 1 milhão e 1,5 milhão de famílias cadastradas no Bolsa Família.

Para estimular o aumento da renda dos beneficiários do Bolsa Família, o governo lança nesta terça-feira (26) o programa Plano Progredir que, além de capacitação, vai disponibilizar R$ 3 bilhões por ano em linha de microcrédito. Segundo o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, a meta inicial do programa é atender, nos próximos 12 meses, entre 1 milhão e 1,5 milhão de famílias cadastradas no Bolsa Família. Atualmente, 13 milhões de famílias recebem o benefício.

“O objetivo é que essas pessoas possam progredir, ter uma vida melhor, uma renda melhor. Acho que o Bolsa Família não é objetivo de vida de ninguém. A média do Bolsa Família é de R$ 180. O programa é para evitar que as famílias mais pobres cheguem à miséria. Um programa para que essas pessoas possam se manter enquanto não tiverem outra opção. O que estamos buscando é dar outra opção”, disse Osmar Terra à Agência Brasil.

De acordo com o ministro, a adesão ao Progredir e o eventual aumento da renda, caso o beneficiário consiga um emprego, não acarretará na exclusão imediata do Bolsa Família. “Não vai ter exclusão automática de ninguém do programa. Vamos, inclusive, manter o Bolsa Família por dois anos para quem conseguir emprego com carteira assinada e ganhar até dois salários mínimos. Teremos uma série de regras que garantam que essas pessoas tenham o Bolsa Família enquanto precisarem, mas que elas possam almejar ter uma vida melhor”, argumentou o ministro. Além disso, as famílias que deixarem o Bolsa Família, mas posteriormente perderem a nova fonte de renda poderão voltar a receber o benefício.

Ministro das Cidades vai assinar portaria que permite o começo do Programa Cartão Reforma

Quarta / 20.09.2017

Por Redação Sertão Hoje

O ministro Bruno Araújo assina a Portaria que regulamenta o Programa nesta quarta-feira (20).

O Cartão Reforma, novo programa social do Ministério das Cidades, começa a se efetivar nesta quarta-feira (20), quando o ministro Bruno Araújo assina a Portaria que regulamenta o Programa. A partir da publicação no Diário Oficial da União, a próxima etapa será a abertura do edital de chamamento para seleção dos municípios que foram atingidos por enchentes, os primeiros a serem atendidos pela iniciativa. Participarão da cerimônia, o ministro substituto da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU), Wagner de Campos Rosário, o vice-presidente da Caixa Econômica Federal, Roberto Derziê, e a secretária Nacional de Habitação, Henriqueta Arantes. O Cartão Reforma busca melhorar as condições de moradias das famílias com renda de até R$ 2,8 mil por meio da concessão de subsídio para compra de materiais de construção e assistência técnica de profissionais da área de construção civil.

Assaltante esfaqueia bebê de três meses porque a mãe não tinha celular

Terça / 19.09.2017

Por Redação Sertão Hoje

A mãe teve que receber quatro pontos, e a bebê três.

Por causa de um celular, mãe e filha foram feridas por um criminoso durante um assalto em Bauru, interior de São Paulo, no último sábado (16). A vítima em nenhum momento reagiu e entregou o dinheiro rapidamente, mas nem isso foi suficiente para evitar o ataque. Mãe e filha estavam na calçada e seguiam para um supermercado que fica no bairro, quando dois homens em uma moto passaram por elas. O garupa desceu e encurralou as duas. Armado com faca, o criminoso exigiu dinheiro e o celular da vítima, no entanto, a mulher não estava com o aparelho.

A dona de casa Débora Ricci entregou R$ 50 que gastaria nas compras, mas não foi o suficiente pra se ver livre do criminoso. Ela contou que na hora não tinha ninguém na rua e, mesmo entregando o dinheiro, o assaltante feriu ela e a filha com a faca. Desesperada e sem reação, ela voltou pra casa que fica cerca de 30 metros do local da abordagem e ligou pra os parentes que levaram as duas até o pronto-atendimento. Débora teve que receber quatro pontos, e a bebê três. Até esta terça-feira (19) nenhum suspeito foi preso. Fonte. g1.globo.com.

Brasileiros pagaram mais de R$ 1,5 trilhão em impostos este ano

Sexta / 15.09.2017

Por Redação Sertão Hoje

O recorde foi atingido quase um mês antes que em 2016, quando foi registrado em 6 de outubro.

O Brasil atingiu nesta quinta-feira (14) a marca de R$ 1,5 trilhão em pagamento de impostos, segundo o Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). O recorde foi atingido quase um mês antes que em 2016, quando foi registrado em 6 de outubro. O valor equivale a todo o dinheiro que os brasileiros pagaram aos cofres da União, dos Estados e dos municípios em tributos (impostos, taxas, contribuições, multas, juros e correção monetária) desde o primeiro dia do ano. A iniciativa da associação, que usa dados compilados pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), é aumentar a transparência e o conhecimento sobre o total de recursos de brasileiros voltado para o pagamento de tributos no país. Os valores são nominais (sem descontar a inflação). Clique aqui e acesse o Impostômetro.

Projeto convoca plebiscito sobre Estatuto do Desarmamento

Terça / 12.09.2017

Por Redação Sertão Hoje

O Projeto de Decreto Legislativo (PDS) 175/2017 será analisado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

Um projeto apresentado na última semana no Senado prevê um plebiscito para consultar a população sobre a revogação do Estatuto do Desarmamento. A lei, de 2003, limitou a comercialização e o porte de armas de fogo. Apesar de a população ter rejeitado em referendo a proibição da comercialização de armas de fogo e munição em território nacional, as demais regras restritivas do Estatuto continuam valendo. O Projeto de Decreto Legislativo (PDS) 175/2017 será analisado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). Autor do projeto, o senador Wilder Morais (PP-GO) sugere que a população seja consultada sobre três questões: se a população rural com bons antecedentes deve ter o porte de arma assegurado; se o Estatuto do Desarmamento deve ser revogado e substituído por uma nova lei que assegure o porte de armas de fogo a qualquer cidadão que preencher os requisitos; e se o Estatuto do Desarmamento deve ser revogado e substituído por uma lei que assegure a posse — e não o porte — de armas de fogo a qualquer cidadão que preencher os requisitos.

Ter a posse de uma arma de foto significa manter uma arma em casa ou no trabalho. Já o porte garante o direito de andar na rua com a arma. Atualmente, a pena prevista para a posse irregular de arma de uso permitido vai de um a três anos com multa, enquanto a pena para a posse ilegal desse tipo de arma varia de dois a quatro anos, também com multa. As penas para a posse e o porte de armas de uso restrito (usadas pela Polícia e pelas Forças Armadas) são maiores e chegam a seis anos. Para o senador, a lei atual garante segurança aos criminosos, que continuam "trabalhando" armados, mas não à população, que vive angustiada.  "As pessoas não podem ficar reféns do crime. Não podem se trancafiar cada vez mais, enquanto os criminosos andam e cometem crimes em plena luz do dia", afirmou Wilder Morais.

Prefeita é presa por desviar dinheiro da Saúde para pagar assassinato de jornalista no interior de Minas Gerais

Terça / 12.09.2017

Por Redação Sertão Hoje

Roseli Pimentel e outros quatro homens são investigados pela morte do jornalista Maurício Campos Rosa, do jornal “O Grito”, assassinado em 17 de agosto de 2016.

Nesta segunda-feira (11), a prefeita de Santa Luzia-MG, Roseli Pimentel (PSB), foi indiciada pela Polícia Civil por homicídio duplamente qualificado de um jornalista da cidade e por dois crimes de peculato – que é apropriação de recursos públicos. Roseli Pimentel e outros quatro homens são investigados pela morte do jornalista Maurício Campos Rosa, do jornal “O Grito”, assassinado em 17 de agosto de 2016, em Santa Luzia. Ela está presa desde a última quinta-feira (7) no Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, em Belo Horizonte.

A prefeita foi indiciada por homicídio duplamente qualificado por motivo torpe e emprego de recurso que impossibilitou defesa da vítima. As investigações também apontam que houve uso de dinheiro da prefeitura para financiar o assassinato do jornalista. Por este crime de peculato, também foi indiciada a ex-tesoureira da cidade. De acordo com o delegado César Matoso, responsável pelo inquérito, foi encontrada uma nota fiscal no valor de R$ 19.996,84, em nome da Secretaria Municipal de Educação e paga pela Secretaria de Saúde, para compra de três toneladas de mamão formoso para a merenda escolar. Matoso afirmou que este foi o dinheiro usado para pagar a execução do jornalista.

Ainda de acordo como o delegado, o crime foi encomendado após a prefeita ter sido chantageada pela vítima. Então aliado de Roseli, o jornalista teria ameaçado divulgar críticas à gestão da prefeita durante a campanha eleitoral, na qual ela disputava a reeleição. Também foram indiciados pelo assassinato David Santos Lima, Alessandro de Oliveira Souza, Gustavo Sérgio Soares Silva, todos presos, e Paulo César Florindo de Almeida, que está foragido. Fonte: g1.globo.com.

PF contabiliza mais de R$ 51 milhões em 'bunker' que seria de Geddel

Quarta / 06.09.2017

Por Redação Sertão Hoje

O valor apreendido em um apartamento no bairro da Graça, em Salvador, ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA).

A Polícia Federal chegou ao valor de mais de R$ 51 milhões (R$ 51.030.866,40) durante a contagem do valor apreendido em um apartamento no bairro da Graça, em Salvador, ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA). A PF usou sete máquinas e levou o dia inteiro para finalizar a contagem. A ação, realizada na manhã desta terça-feira (5), foi chamada de Tesouro Perdido e é um desdobramento das investigações sobre fraudes na liberação de créditos da Caixa Econômica Federal, a operação Cui Bono. A quantia foi encontrada em malas e caixas espalhadas no apartamento e já é considerada a maior da história em apreensões pela PF. De acordo com a polícia, os valores apreendidos foram transportados a um banco, para ser contabilizado e, depois, depositado em conta judicial.

Polícia Federal acha dinheiro em casa que seria usada por Geddel Vieira Lima

Terça / 05.09.2017

Por Redação Sertão Hoje

Na casa, a PF encontrou pelo menos oito malas e seis caixas de dinheiro.

A Polícia Federal divulgou, nesta terça-feira (5), a localização de um “bunker” com ao menos oito malas e seis caixas de dinheiro em um endereço ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, o qual está em prisão domiciliar desde o mês de julho em Salvador. "Após investigações decorrentes de dados coletados nas últimas fases da Operação Cui Bono, a PF chegou a um endereço em Salvador/BA, que seria supostamente utilizado por Geddel Vieira Lima como “bunker” para armazenagem de dinheiro em espécie", afirmou a PF, por meio de nota. Foram localizadas milhares de notas de reais na operação Tesouro Perdido, autorizada pela 10ª Vara Federal em Brasília, que analisa processos relacionados à Operação Cui Bono, responsável pela prisão de Geddel no dia 3 de julho. Dados obtidos pela primeira operação apontaram o endereço, que seria utilizado para armazenagem do dinheiro. Os valores apreendidos serão transportados a um banco para contabilização e depositados em conta judicial.