Sertão Hoje

Sertão Hoje

Resultado da busca pela categoria "boquira"

Terminam nesta quinta (16) as inscrições para Educação Profissional e Tecnológica; são mais de 12 mil vagas

Quarta / 15.01.2020

Por Redação Sertão Hoje

O resultado sai na sexta (17) e a matrícula será de 28 a 30, na unidade escolar para a qual foi classificado. O ano letivo terá no dia 10/02. (Foto: Claudionor Jr / SEC-BA)

Termina nesta quinta-feira (16) o prazo de inscrições para o processo seletivo para o preenchimento das 12.395 vagas de 45 cursos técnicos de nível médio na forma de articulação subsequente ao Ensino Médio, ofertadas pela Secretaria da Educação do Estado (SEC). Os interessados devem se inscrever, exclusivamente, no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). A divulgação do resultado está prevista para sexta-feira (17) e a matrícula dos selecionados será no período de 28 a 30 de janeiro, na unidade escolar para a qual foi classificado. O ano letivo terá no dia 10 de fevereiro.

 As vagas são destinadas aos Centros Estaduais de Educação Profissional (CEEP) e Centros Territoriais de Educação Profissional (CETEP), bem como as unidades compartilhadas na capital e em 93 municípios baianos. Podem concorrê-las estudantes que já concluíram o Ensino Médio e suas modalidades de forma gratuita – seja na rede pública de ensino ou nos âmbitos federal, estadual ou municipal – ou tenham, comprovadamente, cursado em instituição filantrópica ou em instituição privada na condição de bolsista. Entre os cursos ofertados estão os de Técnico em Administração, Técnico em Análises Clínicas, Técnica em Edificações. Técnico em Agropecuária, Técnico em Artes Visuais, Técnico em Instrumento Musical, Técnico em Informática, Técnico em Cozinha e Técnico em Segurança do Trabalho.

 A Educação Profissional e Tecnológica tem como objetivo consolidar e ampliar a oferta da modalidade em consonância com o desenvolvimento socioeconômico e ambiental dos territórios baianos, promovendo a inserção cidadã na vida social e no mundo do trabalho. Está presente na rede estadual por meio de 232 espaços, sendo 36 CETEPs, 45 CEEPs e 151 unidades compartilhadas. A oferta chega aos 27 Territórios de Identidade e, em 2019, beneficiou mais de 90 mil estudantes em 158 municípios baianos. Atualmente, são oferecidos 69 cursos e, ao longo do percurso formativo, os estudantes adquirem conhecimentos teóricos e práticos, além de protagonizarem intervenções sociais e desenvolverem projetos e tecnologias sociais de baixo custo e de relevância social.

Matrícula na rede estadual de ensino começa dia 20

Terça / 14.01.2020

Por Redação Sertão Hoje

O processo é 100% on-line pela internet e dispositivos móveis, através do SAC Digital - www.sacdigital.ba.gov.br. (Foto: Cláudia Oliveira - ASCOM/ SEC)

Começa na próxima segunda-feira, dia 20, a matrícula na rede estadual para o ano letivo de 2020, que traz como novidade a realização do processo 100% on-line pela internet e dispositivos móveis, através do SAC Digital. O processo terá início com a transferência dos estudantes que tiveram frequência regular em 2019 e que estejam em uma destas situações: a escola não oferece a série/ano subsequente; não fizeram a renovação da matrícula; ou em mudança de domicílio.

Com a matrícula digital, todo o processo poderá ser realizado através de tablets e celulares, entre outros dispositivos conectados à internet. Para isso, basta que os estudantes, pais ou responsáveis baixem o aplicativo do SAC Digital nas lojas APP Store ou Google Play ou façam o cadastro através do endereço www.sacdigital.ba.gov.br. No caso dos menores de 16 anos, o cadastro deverá ser realizado em nome do responsável legal e o aluno deverá ser adicionado como dependente.

O calendário da matrícula segue nos dias 21 e 22 para os concluintes do 5º ano ou 9º ano da rede, cujas escolas não ofereçam a série subsequente. Já no dia 23, a matrícula será destinada para o ingresso do candidato em unidade escolar da rede estadual de ensino em qualquer ano/série do Ensino Fundamental. Entre 24 e 27, poderão efetuar a sua matrícula o estudante que deseja ingressar em uma unidade escolar da rede de ensino em qualquer ano/série do Ensino Médio. A confirmação da matrícula dos alunos inscritos na pré-matrícula da Educação Especial, por sua vez, acontece nos dias 30 e 31 de janeiro.

Os alunos novos, oriundos das redes municipais e privada, também poderão utilizar o SAC Digital, mas deverão apresentar a documentação necessária na escola para a qual efetuou a matrícula on-line, conforme prazo estabelecido no comprovante de matrícula, como os demais estudantes. Após efetuar a matrícula on-line, o estudante deverá levar os documentos na escola para o qual foi matriculado no prazo determinado no comprovante que recebe após finalizar o processo digital. Confira abaixo, no “leia mais”, a documentação exigida e o cronograma completo.

CAIXA inicia pagamento do abono salarial 2019/2020 para trabalhadores nascidos em janeiro em fevereiro nesta quinta (16)

Terça / 14.01.2020

Por Redação Sertão Hoje

Os valores variam de R$ 87 a R$ 1039, de acordo com a quantidade de dias trabalhados durante o ano base 2018. (Foto: Reprodução / Internet)

A CAIXA inicia, nesta quinta-feira (16), o pagamento do Abono Salarial (Programa de Integração Social - PIS) calendário 2019/2020, para os trabalhadores nascidos no mês janeiro e fevereiro. Os valores variam de R$ 87 a R$ 1039, de acordo com a quantidade de dias trabalhados durante o ano base 2018. São mais de 3,6 milhões de trabalhadores nascidos em janeiro e em fevereiro, totalizando R$ 2,6 bilhões. O valor do benefício pode ser consultado no Aplicativo CAIXA Trabalhador, no site caixa.gov.br/PIS ou pelo Atendimento CAIXA ao Cidadão: 0800 726 0207.

Os titulares de conta individual na CAIXA com cadastro atualizado e movimentação na conta receberão o crédito automático antecipado amanhã (14). Os pagamentos são escalonados conforme o mês de nascimento do trabalhador e tiveram início em julho, com os nascidos naquele mês. O prazo final para o saque do abono salarial do calendário de pagamentos 2019/2020 é 30 de junho de 2020. A CAIXA irá disponibilizar cerca de R$ 16,5 bilhões para mais de 21,6 milhões de beneficiários até o final do calendário.

Governo Estadual envia Projeto de Lei para reajustar piso salarial dos professores; mais de 12 mil professores serão beneficiados

Terça / 14.01.2020

Por Redação Sertão Hoje

Caso aprovado, o projeto vai conceder reajustes de até 11%. A medida vai gerar um impacto para os cofres do Estado de R$ 53,7 milhões neste ano. (Foto: Internet)

O Governo da Bahia encaminhou, nesta segunda-feira (13), para a Assembleia Legislativa (AL-BA) o Projeto de Lei (PL) que altera a Lei 10.963/2008, readequando os valores do piso nacional do magistério público da educação básica, instituído pela Lei 11.378/2008. Com a medida, 12,1 mil educadores, entre professores e coordenadores pedagógicos, pertencentes às escolas do estado, além dos já aposentados, receberão reajuste salarial e terão vencimentos acima do piso nacional (R$ 2.886,15). Caso aprovado, o Projeto de Lei vai conceder reajustes para os educadores de até 11%, a depender do grau e do padrão que ocupam na carreira. A medida vai gerar um impacto para os cofres do Estado de R$ 53,7 milhões neste ano, segundo os dados divulgados pelo Governo.

De acordo com o PL, os professores do grau III do padrão P, por exemplo, passaram a ter um vencimento de R$ 2.900,00. Já um professor do grau III-A, padrão E, receberá um vencimento de R$ 3.390. Serão beneficiados os professores e coordenadores pedagógicos dos graus III e III-A do padrão P, com regimes de 20 e 40 horas semanais. Também terão vencimentos alterados os educadores do grau IV- padrão P, além dos docentes dos graus III e III-A, padrão E, nos regimes de 20 e 40h de trabalho semanais. O Projeto de Lei também alcança os professores inativos e pensionistas, que, da mesma forma, terão alteração nos seus benefícios previdenciários.

Inflação fecha 2019 com alta de 4,31%

Segunda / 13.01.2020

Por Raphael Costa / AGR+

Com essa alta, a taxa superou a meta estabelecida pelo Banco Central para o ano, que era de 4,25%. (Foto: Helena Pontes / IBGE Notícias)

A inflação oficial fechou o ano de 2019 com alta de 4,13%, foi o que divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na sexta-feira (10). Com essa alta, a taxa superou a meta estabelecida pelo Banco Central para o ano, que era de 4,25%.

Para o mês de dezembro o resultado foi de uma alta de 1,15%, acima do crescimento de 0,51% registrados em novembro. Esse resultado é o de maior variação mensal desde dezembro de 2002. A alta foi influenciada, principalmente, pelo aumento no grupo Alimentos e Bebidas, que subiu 3,38%. Segundo a publicação do IBGE, a elevação no preço das carnes foi o item que mais influenciou para a alta do grupo. Outro grupo que influenciou o resultado foi o de Transportes, que subiu 1,54%. As elevações nos preços de gasolina e etanol tiveram papel fundamental para o crescimento da taxa.

Dos nove grupos que compõe o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), sete registraram alta. Apenas Artigos de Residência e Comunicação apresentaram queda. Na análise das capitais no mês de dezembro, Belém (PA) teve o maior acréscimo, com elevação de 1,78%. O menor resultado foi observado em Rio Branco (AC), com acréscimo de 0,60%.

Governo do Estado publica nota explicando o porquê é urgente para a Bahia fazer ajustes na previdência

Segunda / 13.01.2020

Por Redação Sertão Hoje

No comunicado, a Secretaria elenca 3 consequências que podem ocorrer caso a PEC 158, que está tramitando na AL-BA, não seja aprovada. (Foto: Vaner Casaes / AL-BA)

A Secretaria de Comunicação Social do Governo do Estado da Bahia (Secom/BA) publicou, no último domingo (12), uma nota sobre o “porquê é urgente para a Bahia fazer ajustes na previdência”. No comunicado, a Secretaria elenca 3 consequências que podem ocorrer caso a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 158, elaborada pela equipe do Governador Rui Costa, não seja aprovada na AL-BA.

1 – “A primeira consequência da não aprovação da reforma é que a Bahia ficará inadimplente com o Governo Federal, ou seja, o Governo do Estado deixará de receber investimentos da União e não poderá contrair novos empréstimos. Automaticamente, obras poderão ser paralisadas ou nem mesmo terão início. Áreas fundamentais como saúde, infraestrutura, educação e segurança ficarão comprometidas. Além disso, a taxa de desemprego tende a aumentar no estado, sobretudo no interior.”

2 – “Outra grave consequência é o aumento do rombo da previdência estadual. O Governo do Estado tem retirado um volume cada vez maior de recursos do orçamento para pagar aposentados e pensionistas, cobrindo assim o chamado déficit da previdência. Este dinheiro poderia ser aplicado em obras e ações. Se a PEC não for aprovada com urgência, a cada novo ano, muito mais dinheiro público será utilizado para pagar aposentados do Estado. A Bahia chegou ao fim de 2019 com um déficit previdenciário de R$ 4,3 bilhões. A cifra deve chegar aos R$ 4,8 bilhões este ano.”

3 – “Também é possível prever um cenário ainda mais crítico para o próprio funcionalismo a curto prazo. A Bahia ainda goza de equilíbrio fiscal e tem feito o pagamento rigorosamente em dia de salários e benefícios para todas as categorias, na contramão do resto do país. Não há garantia que este quadro de estabilidade se mantenha, caso a reforma não seja aprovada na Assembleia Legislativa da Bahia [AL-BA].”

Ainda conforme a Secom/Ba, a reforma na Bahia ela é mais branda que a definida pelo governo federal. Dos 27 estados brasileiros, 20 já encaminharam propostas para se adequar ao novo modelo de previdência; 13 delas já foram aprovadas.

Provas dos concursos da PM-BA e do Corpo de Bombeiros Militar acontecem neste domingo (19)

Segunda / 13.01.2020

Por Redação Sertão Hoje

O edital e cartão de convocação podem ser consultados no Portal do Servidor (www.portaldoservidor.ba.gov.br) e no site do IBFC - www.ibfc.org.br.

O Governo do Estado convocou, na última sexta-feira (10), os 112.335 candidatos inscritos no concurso público para soldado da Polícia Militar da Bahia (PM-BA) e Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBM-BA), aptos a participarem das provas do certame. A publicação, disponível no Diário Oficial do Estado (DOE), traz as principais informações, como data da prova, horário, duração e orientações. O edital e cartão de convocação podem ser consultados no Portal do Servidor (www.portaldoservidor.ba.gov.br) e no site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) - www.ibfc.org.br.

As provas, objetiva e discursiva, contemplam a primeira e a segunda etapas do concurso, sendo aplicadas no dia 19 de janeiro, turno matutino, em 183 locais de prova, distribuídos entre as cidades de Salvador, Feira de Santana, Juazeiro, Ilhéus, Vitória da Conquista, Barreiras e Itaberaba. Com duração de 5 horas, a avaliação contará com 80 questões, além de uma redação. Os candidatos poderão levar o caderno de questões depois de transcorridas 4h30 de prova. As provas terão início às 9h15, com abertura dos portões às 8h e fechamento às 9h. O acesso às salas será permitido mediante a apresentação do documento de identificação oficial com foto, impresso e em bom estado de conservação, além do cartão de convocação. O candidato deverá comparecer à prova portando caneta esferográfica, na cor azul ou preta, de material transparente. É vetado o uso de materiais de consulta, bem como portar quaisquer equipamentos eletrônicos de comunicação, como celulares, notebooks, relógios, controle de carro, pendrive, fones de ouvido, entre outros, mesmo que desligados. Óculos escuros, bolsas, sacolas, bonés e similares também não poderão ser utilizados durante a prova. Objetos pessoais serão guardados em locais indicados pelos fiscais de prova. Outras regras poderão ser consultadas no edital de convocação.

Por meio do certame, lançado em outubro de 2019, a administração estadual vai disponibilizar 2 mil vagas para soldado da PM-BA e outras 500 vagas para o CBM-BA. Mil policiais militares e 250 bombeiros militares terão ingresso em 2020. O excedente será incorporado ao serviço público em 2021. De acordo com o Decreto Estadual nº 15.353/2014, 30% das vagas ofertadas são reservadas a candidatos que se autodeclararem negros. O certame tem validade de um ano e as convocações irão observar a necessidade da administração pública.

Usuários de águas da União podem declarar seus usos até 31 de janeiro

Sexta / 10.01.2020

Por Redação Sertão Hoje

Usuários devem enviar a Declaração Anual de Uso de Recursos Hídricos (DAURH) via internet até o fim do mês. Informações auxiliam a ANA a garantir um acesso sustentável.

Todos os anos, os contribuintes precisam declarar sua renda. O mesmo acontece com os usuários de águas da União com outorga de direito de uso, que têm de 1º a 31 de janeiro para declarar os volumes de água utilizados no ano anterior por meio da Declaração Anual de Uso de Recursos Hídricos (DAURH), que pode ser enviada via Sistema Federal de Regulação de Uso (REGLA), da Agência Nacional de Águas (ANA). Na DAURH os usuários devem indicar os volumes captados e lançados nos mananciais em cada mês de 2019. Ao declararem seus usos de águas da União – interestaduais, transfronteiriças ou reservatórios federais –, os usuários mantêm seus usos regularizados e podem até mesmo pagar menos em bacias com rios de domínio da União que já tenham a cobrança pelo uso de recursos hídricos. São elas: Doce; Paraíba do Sul; Paranaíba; Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ); São Francisco; e Verde Grande.

O envio da DAURH é obrigatório em rios e reservatórios em diversas bacias hidrográficas conforme resoluções específicas que estabelecem critérios, tipo e porte dos usos da água sujeitos à Declaração. Clique aqui ou veja a tabela abaixo para saber quais são os rios e reservatórios nessa situação. Os volumes declarados determinarão os valores a serem pagos quanto aos usos de água em 2019, que são medidos pelos próprios usuários de recursos hídricos e fiscalizados pela ANA presencial ou remotamente. A queda dos valores pode acontecer em caso de redução na captação e no consumo de água ou mesmo em caso de diminuição do lançamento de efluentes nos corpos d’água.

As informações coletadas pela DAURH são importantes para que a ANA possa conhecer melhor o comportamento das demandas de água e verificar o cumprimento dos limites de uso, estabelecidos em normativos de modo compatível com a disponibilidade de água de rios e reservatórios. Este controle de usos da água permite o acesso ao recurso de forma ordenada e sustentável para os usuários.

Hospital da Mulher completa três anos com 650 mil atendimentos

Sexta / 10.01.2020

Por Redação Sertão Hoje

Foto: divulgação/SESAB

Cerca de 650 mil atendimentos e 27 mil cirurgias já foram realizados pelo Hospital da Mulher (HM), que completa três anos no próximo dia 9. Localizado no Largo de Roma, em Salvador, a unidade é referência na promoção de serviços à saúde da mulher e primeiro hospital 100% SUS do Estado da Bahia a receber o prêmio nacional Dr. Pinotti – Hospital Amigo da Mulher. A premiação foi concedida pela Câmara dos Deputados no ano passado. Mulheres dos 417 municípios da Bahia já foram atendidas na unidade. De acordo com o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, “o Hospital da Mulher passou a atender, em todo o estado, uma demanda que antes não era atendida, ou seja, o problema das doenças ginecológicas cirúrgicas das mulheres. Essas pacientes iam para emergências com sangramentos, hemorragias genitais, miomas, com câncer de mama que demorava muito tempo para ser diagnosticado e tratado, além de problemas de infertilidade, queda de bexiga e incontinência urinária. Todas essas situações passaram a ser tratados, adequadamente, nesse hospital”, enfatiza o secretário.

 Segundo o diretor médico do HM, Paulo Sérgio Andrade, o hospital possui 163 leitos e oferece nove especialidades, além das áreas de apoio. Para 2020, a perspectiva é de ampliação. “Neste ano, nós vamos concluir mais uma ampliação, com a implantação do serviço de radioterapia e de um novo serviço de imagem com ressonância. Para o futuro, nosso grande plano é ampliar as áreas de ensino e pesquisa”, afirma.

O hospital atende exclusivamente mulheres com procedimentos agendados. “Qualquer mulher, de qualquer lugar da Bahia, pode procurar a Secretaria Municipal de Saúde e será encaminhada para cá, através de um software chamado Lista Única. Com isso, 62% das mulheres atendidas aqui são do interior da Bahia, permitindo a interiorização do atendimento às mulheres”, explica o diretor médico.

Decisão Liminar: Presidente do STF acata pedido da AGU e reduz valores do DPVAT

Sexta / 10.01.2020

Por Redação Sertão Hoje

Foto: reprodução/internet

O pedido de reconsideração que a Advocacia-Geral da União (AGU) fez ao Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o DPVAT foi aceito nesta quinta-feira, dia 9. O presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, reviu a liminar concedida por ele próprio no último dia 31, quando a redução de valores do seguro obrigatório foi suspensa. No pedido de reconsideração, a AGU argumentou que não era razoável a alegação da seguradora Líder — consórcio de empresas que administra o seguro obrigatório — de que a redução dos valores torna o DPVAT economicamente inviável. Isso porque a seguradora omitiu “a informação de que há disponível no fundo administrado pelo consórcio, atualmente, o valor total de R$ 8,9 bilhões, razão pela qual, mesmo que o excedente fosse extinto de imediato, ainda haveria recursos suficientes para cobrir as obrigações do Seguro DPVAT”. A AGU também alegou urgência diante do fato de que o calendário de pagamento do DPVAT começa já nesta quinta-feira, 9. Ao acolher a reconsideração, Dias Toffoli destacou que redução no valor do prêmio de seguro DPVAT em 2020, embora substancial em relação ao ano anterior, mantém a prescrição do pagamento de despesas administrativas e preserva a continuidade da cobertura a quem é vítima de danos pessoais sofridos em acidentes de trânsito no país. Com isso, este ano, o valor do seguro passa a ser de R$ 5,21 para carros de passeio e táxis e R$ 12,25 para motos, o que representa uma redução de 68% e 86%, respectivamente, em relação a 2019.

Inmetro dá dicas de como comprar material escolar com segurança

Quinta / 09.01.2020

Por Cintia Moreira

Principal recomendação é evitar o mercado informal e sempre guardar a nota fiscal do produto (Foto: reprodução/internet).

O início do ano é a época em que pais e responsáveis se desdobram para comprar o material escolar. Para evitar problemas, a responsável pela regulamentação de artigos escolares do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, o Inmetro, Millene Cleto da Fonseca, dá algumas dicas importantes. “A recomendação do Inmetro é que os pais procurem um estabelecimento formal, lojas, regularizadas para fazer a compra do produto, para que eles tenham nota fiscal emitida, origem e procedência deste artigo escolar, produtos regulamentados, e não o mercado informal. Uma outra recomendação é que se observe produtos certificados: um indicativo disso é o selo de identificação da conformidade do Inmetro nos artigos escolares, como apontador, borracha, lápis e outros artigos escolares, formando um escopo de 25 produtos que a gente regulamenta”, conta.

Além disso, segundo a especialista do Inmetro, também é preciso evitar produtos que ofereçam risco à saúde das crianças, como substâncias tóxicas que podem ser levadas à boca, ingeridas ou inaladas, além de materiais que podem causar acidentes por meio de bordas cortantes ou pontas perigosas. Outra dica importante é sempre procurar a indicação da faixa etária no produto, para não correr o risco de comprar material não indicado para idade de seu filho. Se o consumidor encontrar produtos escolares sem o selo de conformidade em alguma loja, é possível fazer uma denúncia para a ouvidoria do Inmetro pelo telefone 0800 285 1818, que funciona gratuitamente de segunda a sexta-feira, das nove horas da manhã às cinco horas da tarde. A ocorrência pode ser registrada também pelo site inmetro.gov.br.

Clayson elogia projeto e diz que quer fazer história no Bahia

Quinta / 09.01.2020

Por Redação Sertão Hoje

Atacante foi apresentado oficialmente e projetou conquistar títulos pelo Tricolor

Se o 2020 do Bahia tem sido representado pelo início de um novo ciclo com a mudança para a cidade tricolor, a vida do atacante Clayson segue pelo mesmo caminho. Depois de três anos defendendo a camisa do Corinthians, o atacante vai iniciar um novo momento na carreira e chega ao Bahia como a principal contratação do clube, que pagou R$ 4 milhões por 40% dos direitos econômicos do atleta. No Esquadrão, Clayson vai ter a missão de substituir Artur, que voltou ao Palmeiras e foi negociado com o Red Bull Bragantino. No primeiro contato com a imprensa, na manhã desta quarta-feira (8), na Cidade Tricolor, o atacante se mostrou motivado com o projeto do Bahia e afirmou que quer fazer história no clube. 

"Artur fez um bom trabalho aqui. Do meio para frente eu jogo em todas as posições, direita, esquerda. Só não de 9 (risos). Espero construir minha história. Ele fez o trabalho bem feito, espero fazer o meu. Meu objetivo é esse, vim para vencer aqui. Por onde tenho passado, tenho conseguido conquistar títulos. Fui campeão paulista, fui para Ponte, chegamos na final, melhor campanha no brasileiro. Aqui não é diferente. Quero vir e conquistar os triunfos aqui", disse o atacante de 24 anos.

Formado no União São João-SP, Clayson passou por Ituano e Ponte Preta, onde se destacou e foi comprado pelo Corinthians. Nas três temporadas em que defendeu o alvinegro, ele atuou em 144 jogos e marcou 14 gols. No período, o jogador foi ainda tricampeão paulista e conquistou o Brasileirão de 2017. Agora, o atacante espera manter a boa sequência e seguir conquistando títulos pelo Bahia. "A gente está começando os trabalhos agora. Expectativas são as melhores possíveis. Me preparando muito bem fisicamente e taticamente. Bahia vai entrar em todas as competições para brigar por título. A ideia é essa. Vem montando grupo forte para isso. A gente vai abraçar a ideia do Roger, ver o que vai implantar para brigar pelos triunfos e pelo título. Vim para ganhar título e junto com meus companheiros e comissão, a gente vai ganhar", explicou o jogador. Fonte: Jornal Correio da Bahia.

Licenciamento de veículos pode ter aumento de 9,4% em 2020, estima Anfavea

Quinta / 09.01.2020

Por Cintia Moreira

Segundo a entidade, com esse aquecimento do mercado interno, a indústria automobilística espera produzir 7,3% mais veículos que em 2019 (Foto: reprodução/EBC)

A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, a Anfavea, divulgou as estimativas para o setor neste ano. De acordo com o presidente da entidade, Luiz Carlos Moraes, a expectativa é de aumento de 9,4% no licenciamento de automóveis. “A Anfavea está divulgando aqui um crescimento importante para o ano de 2020; um crescimento de 9,4%, podendo atingir três milhões e cinquenta mil unidades licenciadas no Brasil. Esse é um número importante, voltando a demonstrar um otimismo moderado para o mercado brasileiro”, disse. Com esse aquecimento do mercado interno, aponta a entidade, a indústria automobilística espera produzir 7,3% mais veículos que em 2019, mesmo com uma retração nas exportações estimada em 11%. “Nas exportações estamos mais conservadores, entendendo que as crises que os países da América Latina estão passando vão se manter pelo menos no curto prazo e também a questão de falta de competitividade da indústria como um todo vai dificultar as exportações”, conta. Para o setor de máquinas, a Anfavea projeta um crescimento de 5,4% na produção e de 2,9% nas vendas.

Meia Fernando Neto, ex-Paraná, é o novo reforço do Vitória

Quinta / 09.01.2020

Por Redação Sertão Hoje

Jogador de 26 anos atua também como volante (Foto: Correio da Bahia)

A terceira novidade no meio-campo do Vitória na temporada 2020 atende pelo nome de Fernando Neto. O meio-campista tem 26 anos e defendeu o Paraná no ano passado. Canhoto, ele atua como volante e meia. Antes dele, outros dois jogadores foram contratados para o setor, o volante Gerson Magrão e o meia Alisson Farias.  Fernando Neto estava emprestado ao Paraná pelo Fluminense até dezembro de 2019, quando o vínculo com o clube carioca foi encerrado. Ele assinou com o Vitória até o final do ano. Revelado pelo tricolor das Laranjeiras, surgiu na base como volante, mas também atuava como meia e lateral esquerdo.

Na temporada passada, Fernando Neto vestiu a camisa do Paraná por 38 vezes. Foram oito jogos no Campeonato Paranaense, dois na Copa do Brasil e 28 na Série B do Campeonato Brasileiro, torneio em que disputou 21 partidas como titular e marcou três gols. No torneio de acesso, ele começou em campo contra o Vitória nos dois turnos. Na 15ª rodada, perdeu por 2x0 na casa que será dele a partir deste ano, o Barradão. No returno, na 34ª rodada, o jogo terminou empatado sem gols, na Vila Capanema, em Curitiba.   

Além do novo contratado, outra novidade foi a maneira como o rubro-negro anunciou o jogador: através de e-mail enviado aos sócios do clube. “Estamos informando aos associados que o Vitória fechou nesta manhã a contratação do volante/meia Fernando Neto, destaque pelo Paraná na Série B de 2019”, diz um trecho do comunicado. Segundo o clube, o aviso em primeira mão ao sócio se tornará um hábito a partir de agora - até então, o presidente Paulo Carneiro costumava antecipar as novidades em sua conta pessoal no Twitter. Fernando Neto é o sétimo reforço do Vitória na temporada. Antes dele, o clube já havia contratado outros seis atletas: o zagueiro Maurício Ramos, o lateral esquerdo Rafael Carioca, o volante Gerson Magrão, o meia Alisson Farias e os atacantes Júnior Viçosa e Rodrigo Carioca. Fonte: Jornal Correio da Bahia.

Bolsonaro cancela ida ao Fórum Econômico de Davos, diz porta-voz

Quinta / 09.01.2020

Por Redação Sertão Hoje

Segundo governo, tensão entre EUA e Irã não tem relação com cancelamento

A viagem do presidente Jair Bolsonaro para o Fórum Econômico Mundial, em Davos (Suíça), foi cancelada. A informação é do porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros. Segundo ele, a questão entre Estados Unidos e Irã não tem relação com o cancelamento. "Não há absolutamente qualquer ligação ruim com o fato que ocorreu há pouco no Irã e Iraque envolvendo os Estados Unidos", disse. Barros afirmou, contudo, que a questão da segurança é um dos aspectos analisados pela assessoria, mas que não é um ponto "nem prioritário, nem minoritário". "O presidente e equipe de assessores analisa uma série de aspectos (para o cancelamento): aspectos econômicos, de segurança, políticos", disse. De acordo com o porta-voz, a segurança faz parte de um contexto e não é razão principal para o cancelamento, mas sim o "somatório" de pontos analisados.

O Fórum Econômico é realizado há quase 50 anos e, no encontro, líderes mundiais e chefes das maiores empresas do mundo discutem medidas para o aquecimento da economia global. A reunião deste ano acontecerá entre os dias 21 e 24 deste mês. A viagem para Índia está mantida, mas segue sem previsão de data "É uma programação praticamente confirmada, onde o presidente participará do aniversário daquela República", afirmou. O porta-voz informou, ainda, que a viagem de Bolsonaro para o Guarujá (SP) está prevista para esta quinta-feira, 9, às 9h. O presidente viajará na companhia da filha, Laura, de 9 anos. A previsão de retorno é 14 de janeiro, dia em que deverá também participar da reunião do Conselho de Governo. Fonte: Jornal Correio da Bahia.