Sertão Hoje

Sertão Hoje

Resultado da busca pela categoria "bahia"

Mais de 220 mil candidatos não fizeram provas no 1º dia de Enem 2020 na Bahia

Segunda / 18.01.2021

Por Redação Sertão Hoje

O índice é mais do que o dobro do registrado no 1º dia de provas do Enem 2019 na Bahia, quando 92.695 inscritos faltaram (23,4%). (Foto: Giuliano Gomes / PR Press)

 O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 teve abstenção de 51% na Bahia no primeiro dia das provas, que foram realizadas nesse domingo (17), segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A pandemia da Covid-19 fez com que o certame de 2020 só fosse realizado em 2021.

O percentual de ausências corresponde a 226.829 pessoas que não fizeram as provas. O índice é mais do que o dobro do registrado no primeiro dia de provas do Enem 2019 na Bahia, quando 92.695 inscritos faltaram (23,4%). A média nacional de abstenção ficou em 51,5%.

Em todo o estado, 444.744 candidatos se inscreveram para fazer a prova. Deste total, 217.915 compareceram aos locais de provas. A Bahia ficou em 3º lugar no ranking de presenças neste primeiro dia de provas do Enem 2020, atrás de São Paulo (406.094 presentes) e Minas Gerais (268.523). O segundo dia de prova ocorrerá no próximo domingo, dia 24.O exame terá ainda uma versão digital, nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro, que acontecerá pela primeira vez.

Mais de 376 mil doses da CoronaVac chegam na Bahia nesta segunda-feira (18)

Segunda / 18.01.2021

Por Redação Sertão Hoje

Das mais de 376 mil doses, cerca de 45 mil ficarão em Salvador e o restante será distribuído para as outras 416 cidades do interior. (Foto: Divulgação / GESP)

A Bahia vai receber 376 mil doses da vacina CoronaVac no final da tarde desta segunda-feira (18), segundo a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Em duas aplicações, as doses disponibilizadas pelo Ministério da Saúde vão vacinar 188.300 pessoas da fase 1 de grupos prioritários. Essas pessoas correspondem a 10,46% do total do grupo 1, que é de 1,8 milhão de pessoas. Das mais de 376 mil doses, cerca de 45 mil ficarão em Salvador e o restante será distribuído para as outras 416 cidades do interior.

O plano inicial previa que todos os trabalhadores da área da Saúde e toda a população idosa com 75 anos ou mais fosse vacinado com prioridade. Além disso, idosos com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência, asilos ou instituições psiquiátricas, além da população indígena, aldeados e povos de comunidades ribeirinhas também deveriam ser imunizados na primeira fase. Por isso, o secretário Fábio Vilas-Boas disse que haverá uma distribuição dentro da 1ª fase de imunização. Como as doses que serão recebidas não é suficiente para o grupo todo, ela será divida. "Serão vacinados não todos os profissionais de saúde, mas apenas aqueles que estão diretamente ligados ao atendimento da Covid. Eles serão vacinados dentro dos hospitais. E aqueles idosos que estão mais vulneráveis, que são os que vivem nos asilos, nos abrigos, nas instituições de longa permanência", disse o secretário em entrevista à TV Bahia.

As doses chegarão pelo aeroporto de Salvador e serão distribuídas para as outras cidades baianas às 22h. Sete aeronaves, entre elas dois helicópteros serão usados. As vacinas serão levadas, com escolta, para as cidades de Barreiras, Guanambi, Ilhéus, Irecê, Vitória da Conquista, Paulo Afonso, de Petrolina (PE) para Juazeiro (BA), de Lençóis para Seabra e Eunápolis.

Cartórios da Bahia apontam aumento de 34% nas mortes por causas respiratórias

Segunda / 18.01.2021

Por Redação Sertão Hoje

Em 2019 foram 20.862 com esta causa, frente a 28.096 em 2021. Entre as doenças desse tipo, a SRAG teve aumento de 386%. (Foto: Arquivo / Agência Senado)

Em meio à pandemia de Covid-19, as mortes por doenças respiratórias na Bahia cresceram 34,6% em 2020, segundo dados do Portal Transparência, plataforma administrada pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil). Em 2019 foram 20.862 com esta causa, frente a 28.096 em 2021. Entre as doenças desse tipo, a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) teve aumento de 386%.

Segundo os dados, os Cartórios da Bahia registraram em 2020 um total de 89.756 mortes. O número de óbitos em 2020 pode aumentar ainda mais, assim como a variação da média anual, uma vez que os prazos para registros chegam a prever um intervalo de até 15 dias entre o falecimento e o lançamento do registro no Portal da Transparência.

Entre os óbitos causados por doenças cardíacas, muitas vezes relacionadas à Covid-19, a comparação entre 2019 e 2020 aponta um aumento de 10%, passando de 15.192 para 16.717. Entre as doenças do coração, o registro que apontou maior crescimento foi o de mortes por Causas Cardiovasculares Inespecíficas, que cresceu 26,8%, sendo que o aumento dos óbitos em domicílio é uma das explicações para o diagnóstico inespecífico das mortes causadas por doenças do coração.

O número de pessoas que morreu em casa aumentou 20,9% na Bahia comparando 2019 e 2020. A pandemia também pode ter influenciado nesse número, já que muitas pessoas evitaram frequentar hospitais com medo do coronavírus. As mortes por Causas Respiratórias fora de hospitais cresceram 20,9%, sendo que novamente a SRAG foi a que registrou a maior variação, 86%. Também cresceram os óbitos por Septicemia (28%) e Causas Indeterminadas (72%). Os registros de óbitos, feitos com base nos atestados assinados pelos médicos, apontam que 428 baianos morreram de Covid-19 dentro de casa.

Fonte: Correio.

Bahia registra 8.873 novos casos e 63 mortes em decorrência da Covid-19 nesse fim de semana

Segunda / 18.01.2021

Por Redação Sertão Hoje

Dos 537.772 casos confirmados, 516.078 estão recuperados, 12.056 encontram-se ativos e 9.638 pacientes vieram a óbito, representando uma letalidade de 1,79%.

Nesse fim de semana, a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) registrou 8.873 novos casos de Covid-19, sendo 5.832 no sábado (16) e 3.041 no domingo (17), e 63 mortes em decorrência das complicações da doença. Esse sábado tornou-se o segundo dia em que mais se confirmou casos no estado.

Desde o início da pandemia, 537.772 casos já foram confirmados. Desses, 516.078 já são considerados recuperados, 12.056 encontram-se ativos e 9.638 pacientes vieram a óbito, representando uma letalidade de 1,79%. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 937.144 casos descartados e 131.001 em investigação. Ao todo, 38.607 profissionais da saúde da Bahia já foram contaminados pelo novo Coronavírus (SARS-COV-2).

• No sábado (16), foram confirmados 5.832 casos (taxa de crescimento de +1,1%), 3.987 recuperados (+0,8%) e 31 mortes, que ocorreram nas seguintes datas:

• No domingo (17), foram confirmados 3.041 casos (taxa de crescimento de +0,6%), 3.902 recuperados (+0,8%) e 32 mortes, que ocorreram nas seguintes datas:

Dentre os óbitos, 56,54% ocorreram no sexo masculino e 43,46% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 55,02% corresponderam à parda, seguidos por branca com 19,38%, preta com 14,68%, amarela com 0,64%, indígena com 0,13% e não há informação em 10,14% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,87%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,60%).

Bahia está preparada para vacinar 5,08 milhões de pessoas até maio, informa Sesab

Sábado / 16.01.2021

Por Redação Sertão Hoje

A previsão da Sesab tem como premissa o recebimento das vacinas do Ministério da Saúde ainda em janeiro, em quantitativo suficiente. (Foto: Divulgação / Sesab)

O plano estadual de vacinação contra a Covid-19 prevê a imunização de 5,08 milhões de baianos nas 4 primeiras fases, que são os grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde, até maio. Esta é a previsão da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), tendo como premissa o recebimento das vacinas do Ministério da Saúde ainda em janeiro, em quantitativo suficiente. Estão previstas 5.114 salas de vacina em todo o estado e serão necessárias 10,16 milhões de seringas e agulhas, considerando que os imunobiológicos possuem 2 doses.

• Nessa sexta-feira (15), o governador Rui Costa determinou que a PGE-BA acione o STF para poder comprar a vacina Sputnik V;

De acordo com a Sesab, é possível que os idosos com mobilidade limitada ou que estejam acamados sejam vacinados em casa. Nos centros urbanos, o drive-thru será estimulado e no caso dos profissionais de saúde que trabalham nos hospitais, a vacinação ocorrerá nas próprias unidades. Para executar esta operação, serão envolvidos mais de 50 mil profissionais de saúde, conforme anunciou o governador Rui Costa, por meio das redes sociais, nesta sexta-feira (15).

O secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, esclarece que o estado possui 234 câmaras frias e 70 freezers, possibilitando armazenar simultaneamente 3,5 milhões de doses. “Adicionalmente licitamos 100 ultracongeladores que chegam a temperaturas de até -86° C para as vacinas de RNA e, inicialmente, serão distribuídos 30 para as nove macrorregiões de saúde, cada um com capacidade de 368 litros”, ressalta Vilas-Boas, ao pontuar que cada fase da campanha de vacinação terá a duração de um mês. As etapas estão detalhadas no ‘leia mais’.

Secretário da Saúde da Bahia apresenta plano de vacinação da Covid-19 para os 26 municípios da região de Jequié

Sábado / 16.01.2021

Por Redação Sertão Hoje

5,08 milhões de baianos serão imunizados nas 4 primeiras fases, que são os grupos prioritários. Apenas da região de Jequié a estimativa é vacinar mais de 150 mil pessoas nessas fases.

O plano de vacinação estadual contra o novo Coronavírus (SARS-COV-2), causador da Covid-19, foi apresentado pelo secretário da Saúde do Estado (Sesab), Fábio Vilas-Boas, nesta sexta-feira (15), em Jequié, durante encontro com os 26 secretários municipais de saúde da região. Em toda a Bahia, 5,08 milhões de baianos serão imunizados nas quatro primeiras fases, que são os grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Apenas da região de Jequié a estimativa é vacinar mais de 150 mil pessoas nas quatro fases.

De acordo com o secretário, “a Bahia está preparada para iniciar a vacinação. Em todo estado teremos 5.114 salas de vacinação e prevemos, inicialmente, 243 veículos entre aeronaves, caminhões, furgões e caminhonetes para assegurar que a vacina chegue aos municípios em até 24 horas após recebermos do Ministério da Saúde”, afirma Vilas-Boas, ao pontuar ainda que “iniciamos a distribuição das seringas e agulhas que estavam no estoque para os municípios”.

5,08 milhões de baianos serão imunizados nas 4 primeiras fases, que são os grupos prioritários. Apenas da região de Jequié a estimativa é vacinar mais de 150 mil pessoas nessas fases.

Bahia contabiliza 5.471 novos casos de Covid-19 nessa sexta-feira (15); este é o 2º maior número registrado em um dia

Sábado / 16.01.2021

Por Redação Sertão Hoje

Dos 528.539 casos confirmados, 508.189 estão recuperados, 10.775 encontram-se ativos e 9.575 pessoas vieram a óbito, representando uma letalidade de 1,81%.

Nessa sexta-feira (15), a Secretaria da Saúde da Bahia registrou 5.471 novos casos de Covid-19, segundo maior número desde o início da pandemia, atrás apenas do dia 22 de julho, quando foram contabilizados 6.401 casos. Segundo a pasta, “Isto é reflexo, sobretudo, das festas e aglomerações ocorridas no final do ano e da retomada das notificações por parte de alguns municípios que tiveram as equipes de vigilância reestruturadas devido às novas gestões.”

Dos 528.539 casos confirmados desde o início da pandemia, 508.189 já são considerados recuperados, 10.775 encontram-se ativos e 9.575 pessoas vieram a óbito devido à doença, representando uma letalidade de 1,81%. Ao todo, 38.408 profissionais da saúde da Bahia já foram infectados pelo novo Coronavírus (SARS-COV-2), causador da Covid-19.

• O boletim epidemiológico dessa sexta-feira, dia 15, registrou 32 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo:

Dentre os óbitos, 56,52% ocorreram no sexo masculino e 43,48% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 55,12% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,29%, preta com 14,68%, amarela com 0,65%, indígena com 0,13% e não há informação em 10,13% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,92%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,61%).

Governo prorroga até 30 de janeiro decreto que proíbe shows e aulas na Bahia

Sábado / 16.01.2021

Por Redação Sertão Hoje

A prorrogação foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (16) e vale até o dia 30 de janeiro de 2021.

O Governo do Estado decidiu prorrogar até o dia 30 deste mês o decreto que suspende shows e aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada em toda a Bahia por causa da pandemia de Covid-19. O decreto proíbe ainda a realização de atividades com público superior a 200 pessoas, como passeatas, feiras, circos, eventos científicos, desportivos e religiosos. Shows e festas, públicas ou privadas, seguem proibidos independentemente do número de participantes. Cerimônias de casamento e solenidades de formatura podem ser realizadas desde que limitadas a até 200 pessoas. A parte festiva desses eventos não está permitida.

Governo da Bahia entrega 33 vans para atender 34 municípios de 13 Consórcios Interfederativos de Saúde

Sexta / 15.01.2021

Por Redação Sertão Hoje

Cada veículo tem custo médio de R$ 147 mil, totalizando R$ 4,9 milhões. As vans têm capacidade para transportar 15 pacientes. (Fotos: Camila Souza / GOV-BA)

Após a agenda no bairro de Itapuã, em Salvador, o governador Rui Costa (PT) seguiu para o pátio da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), onde realizou a entrega de 33 vans para 13 Consórcios Interfederativos de Saúde. O investimento para garantir a entrega das vans é de R$ 4,9 milhões. O governador esteve acompanhado do secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas.

Cada veículo tem custo médio de R$ 147 mil e atenderá a demanda da população que precisa se deslocar até as Policlínicas Regionais de Saúde. As vans têm capacidade para transportar 15 pacientes. “Essas vans complementam a frota no sentido de diminuir o tempo de viagem dos pacientes. Eu fico muito orgulhoso porque neste ano chegaremos a 24 policlínicas em funcionamento pela Bahia, transformando a estrutura de saúde do estado”, afirmou Rui.

Os municípios beneficiados pela entrega das vans são: Jucuruçu, Feira Da Mata, Iramaia,  Ipecaetá, Amélia Rodrigues, Água Fria, Pedrão, Conceição de Feira, Cachoeira, Itaparica, Curaçá,Encruzilhada, Belo Campo,  Presidente Jânio Quadros, Maetinga, Poções, Caldeirão Grande, Várzea da Roça, São José Jacuípe,  Várzea Nova, Ibirapitanga,  Itapitanga, Andorinha, Antônio Gonçalves, Nordestina, Pindobaçu, Mansidão, Catolândia, Morpará, Muquém de São Francisco, Brotas de Macaúbas, Angical, Serra Dourada e Oliveira dos Brejinhos.

Covid-19: Governo da Bahia vai entrar com ação no STF para compra da vacina Sputnik V

Sexta / 15.01.2021

Por Redação Sertão Hoje

Dos 523.068 casos confirmados, 505.398 estão recuperados, 8.127 encontram-se ativos e 9.543 vieram a óbito (letalidade de 1,82%). (Foto: Arquivo / Correio)

O governador Rui Costa (PT) solicitou que a Procuradoria Geral do Estado (PGE-BA) ingresse com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo uma decisão em caráter liminar e emergencial para efetivar a compra da vacina russa Sputnik V, que tem 91,4% de eficácia contra a Covid-19, segundo o Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF, em inglês). O anúncio foi feito pelo governador na manhã desta sexta-feira (15), em Salvador.

“Temos um contrato de prioridade no fornecimento e temos condições de colocar essa vacina na Bahia. Não podemos assistir passivamente baianos e brasileiros morrerem”, ressaltou Rui, complementando ainda que “em uma absoluta insensibilidade, as autoridades federais estão de braços cruzados e só repetem que não podem fazer nada. Era melhor cada um pedir renúncia ou demissão do cargo que ocupam, se não podem fazer nada”. Por fim, o governador reforça que empresários, imprensa e trabalhadores precisam reagir a essa falta de compromisso com a saúde e a vida do povo brasileiro. “Nosso povo não merece ser maltratado e humilhado pelas autoridades federais que não têm empatia”, concluiu.

Desde o início da pandemia, a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) confirmou 523.068 casos de Covid-19 no estado, sendo que desses, 505.398 já são considerados recuperados, 8.127 encontram-se ativos e 9.543 vieram a óbito, representando uma letalidade de 1,82%.

Governo da Bahia sela compromisso para se tornar zona livre de Febre Aftosa sem vacinação

Sexta / 15.01.2021

Por Redação Sertão Hoje

Em 2020, a Bahia vacinou na primeira etapa no mês de maio, 93,65% do seu rebanho, e em novembro, 93,99%. (Foto: Divulgação / ADAB)

A Bahia avançou mais uma etapa da maratona rumo ao cobiçado status de Zona Livre da Aftosa sem Vacinação, após a carta de compromisso do governo do estado endereçada à ministra da Agricultura (MAPA) Tereza Cristina, reforçando o empenho e detalhando o planejamento para assegurar a conquista da mudança de status sanitário em 2023. “A garantia de rebanhos imunizados significa que os produtos cárneos aqui produzidos terão segurança sanitária com alcance garantido nos mercados mais exigentes em sanidade do mundo, o que beneficia também os produtos da agricultura baiana, gerando mais emprego e renda. O alcance desse status valoriza o rebanho baiano e consequentemente aumenta o patrimônio dos pecuaristas”, contabiliza Maurício Bacelar, diretor-geral da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB).

A ADAB é o braço do governo baiano responsável pelas intervenções agropecuárias necessárias para a conquista do status de zona livre sem vacinação e de implementação do PNEFA (Plano Nacional de Vigilância da Aftosa), coordenado pelo MAPA. O compromisso manifestado pelo governo envolve também a SEAGRI (Secretaria Estadual da Agricultura) e todos os elos da cadeia produtiva em prol do fortalecimento do sistema de vigilância em saúde animal.

Participam do Bloco IV além da Bahia, os estados de Goiás, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Distrito Federal. A imunização contra a Febre Aftosa envolve bovinos e bubalinos de todas as idades e acontece em duas etapas ao longo do ano. Em 2020, a Bahia vacinou na primeira etapa no mês de maio, 93,65% do seu rebanho, e em novembro, 93,99%. O estado alcançou a nota 1.1, uma das menores pontuações do país na avaliação de probabilidade de risco para reintrodução da Febre Aftosa, em escala que vai até 5, estimada pelo MAPA.

Em clima de verão, 2º clipe de “VINIIARA” é lançado nas redes sociais; confira

Sexta / 15.01.2021

Por May Calixto

As cenas do videoclipe foram gravadas na Serra das Bateias e na Gangorra onde as águas possuem tons ocres e amadeirados, referenciando à própria cor do mel.

A dupla baiana “VINIIARA” acaba de lançar o segundo clipe, dessa vez um cover da música ‘Meu Mel’ de Anitta e Melim, celebrando o verão e com referências da terra natal dos dois.

Residentes em Ituaçu, os artistas buscaram referenciar o potencial artístico da terra natal, trazendo como inspiração grandes nomes da música nacional como Moraes Moreira, Gilberto Gil, Novos Baianos e as primeiras bandas locais de Ituaçu, como Lira e Jandira. A construção do projeto ainda conta com a valorização de elementos naturais e culturais da região, onde foi buscado explorar a sensibilidade nos cenários históricos e nostálgicos da cidade. “O colorido e a nostalgia estão presentes ao longo de todo projeto. O enxergo como um arauto de felicidade e alegria para o atual momento que vivemos”, diz Iara Cristielle.

O verão é uma época marcante em um país tropical como o Brasil, a escolha de ‘Meu Mel’, música de Anitta em parceria com o trio musical brasileiro Melim e composta por Pablo Bispo, Sérgio Santos, Ruxell, Gabi Melim, Diogo Melim e Rodrigo Melim, como o 2º cover do projeto culminou em um contexto favorável. A música ganhou novos arranjos musicais feitos por Fábio Aruga e VINI, e o registro audiovisual conta com inspirações artísticas de Dalí e do surrealismo no roteiro, em poses e através das obras do artista plástico ituaçuense, Igor Andrade Rocha. As cenas do videoclipe foram gravadas na Serra das Bateias e na Gangorra onde as águas possuem tons ocres e amadeirados, referenciando à própria cor do mel.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por VINI (@igdovini)

Inicialmente pensado em 2019, após um maior entrosamento musical nas redes sociais, ocasionado pela repercussão do lançamento de ‘Lua, Sol e Forró’, Single de VINI e Rayne Almeida, composto pelo cantor Edigar Mão Branca, ambos sugeriram a possibilidade de uma colaboração musical. A ideia amadureceu e frutificou com o lançamento de ‘Tangerina’, primeiro cover gravado juntos. Um ano depois, com a premissa de celebrar a parceria, nasce ‘VINIIARA’, um projeto musical que visa demonstrar a versatilidade de ambos através de 4 músicas distintas que mesclarão elementos do forró, da música baiana, ritmos africanos e também latinos. “Estamos vivenciando o novo normal devido à pandemia, a realidade nos impulsiona a buscar novas alternativas para explorar a criatividade. Dessa forma, construímos todo o projeto pautado na ideia de ser algo distribuído totalmente no meio digital”, comentam os artistas.

Covid-19: Sesab registra 4.113 novos casos e 31 mortes nessa quinta-feira (14)

Sexta / 15.01.2021

Por Redação Sertão Hoje

Dos 523.068 casos confirmados, 505.398 já são considerados recuperados, 8.127 encontram-se ativos e 9.543 vieram a óbito, representando uma letalidade de 1,82%.

Nessa quinta-feira (14), a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) registrou 4.113 novos casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,8%), 3.710 recuperados (+0,7%) e 31 mortes (+0,32%). Dos 523.068 casos confirmados desde o início da pandemia, 505.398 já são considerados recuperados, 8.127 encontram-se ativos e 9.543 vieram a óbito, representando uma letalidade de 1,82%. O boletim epidemiológico contabiliza ainda 927.920 casos descartados e 130.682 em investigação. Ao todo, 38.227 profissionais da saúde da Bahia já foram infectados pela Covid-19.

• Os óbitos registrados nessa quinta-feira, dia 14, ocorreram nas seguintes datas:

Dentre os óbitos, 56,52% ocorreram no sexo masculino e 43,48% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 55,11% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,26%, preta com 14,69%, amarela com 0,65%, indígena com 0,13% e não há informação em 10,16% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,94%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,68%).

Bom Jesus da Lapa: Codevasf repovoa rio São Francisco durante celebração de Bom Jesus dos Navegantes

Quinta / 14.01.2021

Por Redação Sertão Hoje

O peixamento contou com a participação de representantes da Codevasf, da Igreja Católica, da Marinha do Brasil e da população local. (Foto: Divulgação / Codevasf)

Cerca de 37 mil alevinos de espécies nativas foram inseridos pela Companhia dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) em trechos no Rio São Francisco na Comunidade Barrinha, na zona rural de Bom Jesus da Lapa, durante as comemorações de Bom Jesus dos Navegantes no último domingo (10). O peixamento repovoou o rio com as espécies piau verdadeiro e curimatã numa ação de revitalização da bacia hidrográfica também realizada na mesma celebração em janeiro de 2020.

O peixamento movimentou a comunidade rural e contou com a participação de representantes da Codevasf, da Igreja Católica, da Marinha do Brasil e da população local. Em função da pandemia de Covid-19, a Companhia adotou todos os procedimentos sanitários de segurança, não havendo aglomerações. Os alevinos de piau verdadeiro e curimatã foram produzidos pelo Centro Integrado de Recursos Pesqueiros e Aquicultura da Codevasf em Xique-Xique (2ª/CIX), centro tecnológico e científico da Companhia que atua com projetos de pesquisa e produção na área de aquicultura e recursos pesqueiros com vistas à revitalização da ictiofauna da bacia do rio São Francisco e ao apoio a piscicultores e pescadores.

De acordo com informações da Gerência Regional de Revitalização das Bacias Hidrográficas da Codevasf de Bom Jesus da Lapa, para as comemorações do Bom Jesus dos Navegantes no próximo ano, a Companhia deverá ampliar a quantidade de alevinos utilizados no peixamento com a disponibilização de cerca de 100 mil alevinos de piau verdadeiro, curimatã e pacamã, a serem produzidos pela empresa no Centro de Xique-Xique.

Municípios pedem a AL-BA reconhecimento do estado de Calamidade Pública por conta da pandemia de Covid-19

Quinta / 14.01.2021

Por Redação Sertão Hoje

Os requerimentos foram publicados nas edições do Diário Oficial da última sexta-feira (09) e dessa terça e quarta, dias 12 e 13, respectivamente. (Foto: Divulgação / AL-BA)

Nos últimos dias, 40 municípios baianos pediram à Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) reconhecimento do estado de calamidade pública em função da pandemia do Coronavírus. Os requerimentos, endereçados ao presidente da Casa, deputado Nelson Leal (PP), foram publicados nas edições do Diário Oficial da última sexta-feira (09) e dessa terça e quarta, dias 12 e 13, respectivamente.

O reconhecimento de calamidade pública pelo Legislativo está previsto no Art. 65 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O dispositivo abranda os limites da lei, ao suspender contagem de prazos, dispensar atingimento de metas fiscais, assim como limites e condições na contratação de operação de crédito e recebimento de transferências voluntárias de recursos de outros entes federativos.

No sábado (09), tiveram os requerimentos publicados os municípios de Iuiú, Novo Horizonte, Jussiape, Lençóis, Serra do Ramalho, Palmas de Monte Alto, Botuporã, Feira da Mata e Matina. Na terça-feira (12), foram a vez dos municípios de Ibitiara, Barro Preto, Xique-Xique, Ibicoara, Sítio do Mato, Palmeiras, Apuarema, Barra da Estiva, Simões Filho, Ipiaú, Ponto Novo, Piritiva, Jussari, Piraí do Norte, Marcionílio Souza, Bonito, Conceição do Almeida, Gentio do Ouro, Nazaré, Rio do Pires, Itaguaçu, Maragojipe, Lagedo do Tabocal, Terra Nova e Ubaitaba. Na quarta-feira (13), por fim, foram os municípios de Camaçari, Tanque Novo, Canápolis, Candiba, Aratuípe e Inhambupe.