Sertão Hoje

Sertão Hoje

Resultado da busca pela categoria "bahia"

Bahia e Minas Gerais são os estados que mais receberão verba do governo em benefícios para agricultura familiar

Sexta / 25.09.2020

Por Redação Sertão Hoje

Bahia e Minas Gerais contam com 954 fornecedores beneficiados cada. No total, serão 11,2 mil agricultores e R$ 72,9 milhões investidos no PAA. (Foto: Fernando Dias / Governo RS)

Os agricultores familiares da Bahia vão receber R$ 6.196 do governo federal com o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que tem como foco o incentivo à agricultura familiar, por meio de compras pública de alimentos. Bahia e Minas Gerais são os estados que receberão a maior parte da verba, com 954 fornecedores beneficiados cada. No total, serão 11,2 mil agricultores e R$ 72,9 milhões investidos no PAA.

A portaria, que entra em vigor no dia 30, com as regras para execução dos recursos na modalidade Compra com Doação Simultânea, foi publicada na última terça-feira (23) no Diário Oficial da União. De acordo com a portaria, os estados devem atender preferencialmente municípios em vulnerabilidade social e alimentar e confirmar o interesse na execução até o dia 30 de outubro. Segundo o Ministério da Cidadania, o valor se soma aos R$ 500 milhões liberados como crédito extraordinário para o PAA em abril para o enfrentamento da pandemia da Covid-19. O PAA, criado em 2003, compra alimentos produzidos pela agricultura familiar local, com dispensa de licitação, e os destina às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e àquelas atendidas pela rede socioassistencial, pelos equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional e pela rede pública e filantrópica de ensino.

Fonte: Bahia Notícias.

SSP-BA não registrou nenhum caso de feminicídio em agosto deste ano

Quinta / 24.09.2020

Por Redação Sertão Hoje

Em agosto de 2019, foram 7 ocorrências contra mulheres no estado, sendo 6 casos em municípios do interior e 1 em Salvador. (Foto: Alberto Maraux / SSP-BA)

O crime de feminicídio registrou queda de 100% no mês de agosto de 2020 em comparação com o agosto de 2019 na Bahia. Nenhum caso foi registrado em Salvador, nos 13 municípios que compõe a RMS e nos 403 municípios que formam o interior do Estado. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) nesta quinta-feira (24). Em agosto do ano passado, a SSP havia contabilizado 7 ocorrências contra mulheres no estado, sendo 6 casos em municípios do interior e 1 em Salvador. Na Região Metropolitana de Salvador (RMS) não houve registros nos dois períodos.

A comandante da Operação Ronda Maria da Penha de Lauro de Freitas, Tenente PM-BA Luana Queiroz Braga, declarou que “assim que sabemos da situação vulnerável da mulher, aproximamos e iniciamos um acompanhamento. Não podemos atuar dentro dos lares, educando aqueles que imaginam a mulher como objeto, mas seguiremos repreendendo essas práticas machistas”.

CAESG completou 16 anos nesta última segunda (21)

Quinta / 24.09.2020

Por Redação Sertão Hoje

O Comandante da CIPE Sudoeste, Major PM-BA Edson Ramos Mascarenhas Jr., publicou uma nota parabenizando os “caesguianos”. (Foto: Divulgação / CIPE Sudoeste)

O Major PM-BA Edson Ramos Mascarenhas Junior, comandante da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE) SUDOESTE, publicou uma nota parabenizando a Companhia de Ações Especiais do Sudoeste e Gerais (CAESG), divisão da CIPE Sudoeste, pelo seu 16º aniversário, que ocorreu na última segunda-feira, dia 21. Confira abaixo a nota na íntegra.

16º ANIVERSÁRIO DA CAESG

Uma vez, ao iniciar mais um treinamento do SEALs, a Tropa de elite Norte-americana, William McRaven, Almirante daquela Marinha disse: “Esta noite, os senhores terão que dar o melhor de si. Terão que superar seus medos, suas dúvidas e seu cansaço. Não importa a escuridão, os senhores devem completar a missão. Isso é o que os separa de outra pessoa qualquer."

Ao chegar ao 16° Aniversário de criação da CIPE-SUDOESTE (CAESG), enquanto comandante desta honrada Tropa, que é extremamente importante no seio da estrutura da PM-BA, faço uma reflexão e vejo quão corajosos são os profissionais que compõem esta Unidade. Corajosos, porque deixam suas casas, e se atiram ao desconhecido, que como os SEAL, em treinamento, superam seus medos, suas dúvidas, seus cansaços, mas que completam sua missão. E é isso que faz a CAESG ser, como costumo dizer: A FORTALEZA AVANÇADA DO SUDOESTE BAIANO.

À força desta Unidade inspira os que a compõem e dão esperança aos que, de algum modo, precisam do seu amparo. Daqueles que precisam vencer a dor, a decepção, a agonia... a CAESG tem a capacidade não só de sobreviver, mas de viver e inspirar pessoas. De dar esperança, de ajudar oprimidos a se levantar, de ser uma referência de Unidade Operacional Especializada, de permear os sonhos de pessoas dentro e fora da Instituição, de cavar masmorras aos opressores...

À pele rajada que compõe seu uniforme é a maior representatividade do respeito que impõe cada componente desta Unidade. É uma tatuagem gravada, eternamente, no coração e na alma de todos, que fincam morada entre suas colunas, porque um caesguiano é um guerreiro que se reinventa, que continua quando outros pensam em desistir, que faz de sua coragem o seu escudo de proteção e que persevera nos momentos difíceis.

Se pudéssemos sintetizar a importância da Unidade, em um pensamento, diríamos que é a ATITUDE que a diferencia. ATITUDE de buscar, de fazer sempre mais e melhor, de alcançar seu objetivo, sem pensar em louros ou recompensas. É a ATITUDE que faz a importância desta Unidade ser elevada.

Tenho o maior orgulho de ser um CAESGUIANO, e tenho a certeza que o legado deixado pelos antigos comandantes e comandados destes 16 anos, continuarão presentes, firmes e sendo o farol que ilumina e protege toda a região Sudoeste. Tenho essa convicção, porque esta Tropa encoraja, reanima e renova nosso compromisso, todos os dias, com sua ATITUDE, EXEMPLO e DIGNIDADE.

Parabéns Caesguianos de hoje, de ontem e de sempre!!

Que seus combatentes, continuem, como diz a nossa oração, sendo "revestidos com força, inteligência, bravura e união".

Parabéns CAESG!!! Para sempre a FORTALEZA AVANÇADA DA REGIAO SUDOESTE!!!

PM E COMUNIDADE NA CORRENTE DO BEM!

Edson Ramos Mascarenhas Junior - Major PM
Comandante da CIPE-SUDOESTE (CAESG)”

Eleições Municipais 2020: TRE-BA dá poder de polícia a juízes eleitorais para evitar aglomerações

Quinta / 24.09.2020

Por Redação Sertão Hoje

As campanhas terão início neste domingo, dia 27.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), desembargador Jatahy Júnior, publicou nesta segunda-feira (21), a Resolução nº 30/2020, que regulamenta a atuação da Justiça Eleitoral baiana no contexto da pandemia de coronavírus. A norma traz orientações sobre o exercício do poder de polícia dos juízes eleitorais em relação aos atos de campanha que violem as orientações sanitárias para as Eleições Municipais de 2020. As campanhas terão início neste domingo, dia 27.

A Resolução considera a Emenda Constitucional nº 107, que determina que os atos de propaganda eleitoral podem ser limitados pela Justiça Eleitoral se a decisão estiver fundamentada em parecer técnico emitido por autoridade sanitária estadual ou nacional. A norma do TRE-BA está, ainda, em conformidade com o decreto n.º 19.964/2020, do Governo do estado, que estabelece as políticas sanitárias para a contenção da Covid-19 na Bahia.  Pela Resolução, os partidos e coligações deverão adotar medidas necessárias para que as campanhas atendam recomendações estabelecidas pelas autoridades sanitárias, como o uso de máscara, distanciamento social e limite de público máximo de 100 pessoas por evento, o que pode ser adequado pela administração de cada município, de acordo com a realidade local. Ainda de acordo com a nova norma do TRE-BA, os juízes eleitorais, de ofício ou por provocação, no exercício do poder de polícia, deverão coibir atos de campanha que violem as regulamentações sanitárias, podendo fazer uso, inclusive, do auxílio de força policial, se necessário. Os atos de campanha que provocarem aglomeração irregular de pessoas e não respeitarem as medidas sanitárias obrigatórias serão enquadrados como crime de desobediência nos termos do artigo 347 do Código Eleitoral.

Mais uma vacina contra a Covid-19 será testada na Bahia

Quarta / 23.09.2020

Por Redação Sertão Hoje

No Brasil, sete estados participaram das pesquisas. Em todo o mundo, 60 mil pessoas devem participar do estudo como voluntárias.

A vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo conglomerado de empresas Johnson & Johnson, em uma parceria entre os Estados Unidos da América e Bélgica, será testada em Salvador. A informação foi confirmada pelo médico infectologista Carlos Brites, da Universidade Federal da Bahia (Ufba), que vai coordenar os estudos no estado. A expectativa é que o número de pessoas que vai participar dos testes seja definido na primeira semana de outubro, quando serão divulgados os protocolos de recrutamento dos voluntários. A vacina vai ser aplicada no Hospital Universitário Professor Edgard Santos, da Ufba. O imunizante já está na terceira fase de testes, quando já pode ser aplicado em larga escala em humanos. No Brasil, sete estados participaram das pesquisas. Em todo o mundo, 60 mil pessoas devem participar do estudo como voluntárias.

Monitor de Secas registra menor área com seca na Bahia desde agosto de 2015

Quarta / 23.09.2020

Por Redação Sertão Hoje

O Monitor de Secas é coordenado pela ANA, com o apoio da FUNCEME e o INEMA na Bahia. (Foto: Divulgação / Agência Brasil)

A última atualização do Monitor de Secas aponta que na Bahia, em agosto, as chuvas acima da média possibilitaram a diminuição da área de seca fraca no sul do estado. No último mês, o estado e o Espírito Santo foram os únicos acompanhados pelo Monitor que tiveram redução da área com seca, que caiu de 77,05% para 68,21% do território baiano. Esta é a menor área com seca na Bahia desde agosto de 2015, quando foram registrados 61,7% com essa situação. Por outro lado, a severidade do fenômeno aumentou levemente com a elevação das áreas com seca grave de 17,08% para 17,85% da Bahia. Houve modificação nos impactos da seca no extremo norte e oeste do estado, passando de longo prazo para curto e longo prazo. Na maior parte do estado, a seca permanece com impactos de longo prazo, com exceção do extremo sul, onde os impactos são de curto prazo.

O Monitor de Secas é coordenado pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), com o apoio da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (FUNCEME), e desenvolvido conjuntamente com diversas instituições estaduais e federais ligadas às áreas de clima e recursos hídricos, que atuam na autoria e validação dos mapas. Na Bahia, o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA) é o órgão que atua no Monitor de Secas. A ferramenta pode ser acessada pelo site monitordesecas.ana.gov.br e pelo aplicativo Monitor de Secas, disponível gratuitamente para dispositivos móveis com os sistemas Android e iOS.

O Monitor de Secas é coordenado pela ANA, com o apoio da FUNCEME e o INEMA na Bahia. (Foto: Divulgação / Monitor de Secas)

Bahia tem metade dos casos de Chikungunya do Brasil; registros no estado cresceram 300% em relação ao mesmo período em 2019

Terça / 22.09.2020

Por Redação Sertão Hoje

Até o fim de maio deste ano, as ocorrências de chikungunya na Bahia representavam 39,1% dos registrados em todo o país. (Foto: Reprodução/Pixabay)

A Bahia concentra 49,6% dos casos prováveis de Zika e Chikungunya, doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, notificados ao Ministério da Saúde até o mês de agosto. Até o fim de maio deste ano, as ocorrências de chikungunya na Bahia representavam 39,1% dos registrados em todo o país.

Em relação a Chikungunya, o Ministério da Saúde informa que até a terceira semana de agosto foram notificados 66.788 casos prováveis (taxa de incidência de 31,8 casos por 100 mil habitantes) no país. As regiões Nordeste e Sudeste apresentam as maiores taxas de incidência. Além da Bahia, chama a atenção o Espírito Santo, que concentra 19,8% do total. Em comparação com o ano passado, a Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) identificou crescimento de 318,7% nos casos prováveis de Chikungunya. No total, 296 municípios realizaram notificação para a doença, e pelo menos 110 apresentaram incidência maior que 100 casos/100 mil habitantes.

Ainda conforme o Ministério da Saúde, foram 5.959 casos de Zika até o início de agosto no pais.  De acordo com a Sesab, até 15 de setembro foram notificados 4.006 casos prováveis de Zika no estado. No mesmo período de 2019, foram 2.762, o que representa um aumento de 45%. Os casos de Cika estão espalhados por 168 municípios baianos.

Fonte: Bahia Notícias.

Embasa disponibiliza atendimento via Whatsapp

Terça / 22.09.2020

Por Redação Sertão Hoje

O serviço está disponível 24h em toda a área de atuação da empresa, que abrange 368 municípios baianos. (Foto: Reprodução / Internet)

O atendimento da Embasa ganhou mais um canal de acesso para facilitar a vida de quem precisa de algum serviço da empresa. Pelo aplicativo WhatsApp, no número 71 99908-9001, o usuário dos serviços da Embasa pode consultar débitos, emitir segunda via de conta, pagar com cartão de crédito, comunicar vazamento de água e extravasamento de esgoto, informar falta de água, pedir revisão de conta, além de consultar solicitações feitas em outros canais de atendimento, como a Agência Virtual, o App Embasa, o 0800 0555 195 ou os pontos de atendimento presencial que voltaram a funcionar na rede SAC no interior do estado.

Para acessar o atendimento por Whatsapp, é necessário informar o número de matrícula da ligação de água/esgoto, que consta no canto superior esquerdo da conta. O serviço está disponível em toda a área de atuação da empresa, que abrange 368 municípios baianos, e está disponível 24 horas, assim como os outros canais de atendimento.

“Essa é mais uma iniciativa da Embasa para facilitar o acesso aos serviços, especialmente neste momento, em que o isolamento social necessário para enfrentar a pandemia do coronavírus exige, cada vez mais, soluções remotas de atendimento. O aplicativo WhatsApp já faz parte da rotina das pessoas e se mostrou ser um dos melhores meios para se fazer presente na prestação dos serviços”, destaca João Ricardo Souza, gerente de Relacionamento com Usuários da Embasa.

Implantação de novos Parques Eólicos deve gerar mais de 9 mil empregos diretos e indiretos nos próximos meses na Bahia

Segunda / 21.09.2020

Por Redação Sertão Hoje

Todas as contratações são realizadas à partir do Sine Bahia que faz o cadastramento, divulga as vagas e realiza a contratação, junto com as prefeituras locais. (Foto: João Wendel)

Nos próximos meses, serão iniciadas as construções dos complexos eólicos Ventos de Santa Diana (Jacobina), Santa Luzia (Ibitiara), Santo Adalberto (Mirangaba) e São Carlos (Campo Formoso). Juntos, os parques devem produzir 6,6 Terawatt hora/ano, além de 9.280 empregos na fase de construção. Esses números, somados aos protocolos assinados de janeiro a até agora, trazem um horizonte de geração de 12,7 mil empregos na Bahia nos próximos anos, segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).

Todas as contratações são realizadas à partir do Sine Bahia (www.setre.ba.gov.br) que faz o cadastramento, divulga as vagas e realiza a contratação, junto com as prefeituras locais. A empresa terceirizada seleciona. Para os próximos meses, as contratações vão girar em torno das funções vinculadas à construção civil, a exemplo de ajudantes em geral, armadores, pedreiros, carpinteiros, operações elétricas e engenheiros.

Para o secretário do Desenvolvimento Econômico e vice-governador, João Leão, a construção dos quatro parques vai impactar de forma bastante positiva no estado, especialmente nos municípios onde serão instalados. “Os parques quando se instalam em uma região mexem com toda cadeia produtiva local e alavanca a economia. A terra dos bons ventos continua atraindo empreendimentos e gerando emprego e renda para o povo baiano”, afirma.
.

Governo do Estado entrega mais de 60km de novas estradas; ponte sobre o Rio São Francisco está sendo construída

Sábado / 19.09.2020

Por Redação Sertão Hoje

Com um investimento de R$ 133 milhões, a Ponte do Feijão fará a ligação entre as cidades de Barra e Xique-Xique. (Foto: Mateus Pereira / GOV-BA)

Mais de 60km de novas estradas foram entregues pelo Governo do Estado nesta sexta-feira (18). As obras de requalificação e pavimentação beneficiam moradores das regiões centro-norte e do Vale São-Franciscano.

Em Ibititá, o Governo do Estado inaugurou a recuperação de 58km da BA-148, no trecho entre Irecê, na altura da rotatória da BA- 432, até Barra do Mendes, passando pelas cidades de Ibipeba e Ibititá. A obra beneficia cerca de 250 mil habitantes e fortalece o agronegócio, principal atividade econômica da região. Também foram entregues em Ibititá obras de pavimentação em paralelepípedo com drenagem superficial no povoado de Lagoa da Pedra. Somadas, as entregas no município contabilizam um investimento de mais de R$ 15,2 milhões.

Em Itaguaçu da Bahia, as obras de pavimentação da rodovia BA-438 contemplaram o trecho de 5,8km entre a sede da cidade e o entroncamento com a BA-052. O investimento é de mais de R$ 2,2 milhões. Foram celebrados ainda dois convênios do Projeto Bahia Produtiva, no edital para qualificação de agroindústrias, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR).

Também no Vale São-Franciscano, o Governo do Estado está construindo uma nova ponte sobre o Rio São Francisco, na cidade de Barra. Batizado de Ponte do Feijão, o equipamento fará a ligação com a cidade de Xique-Xique e tem um investimento de R$ 133 milhões. A ponte vai oferecer mais segurança, conforto e rapidez na travessia entre as duas cidades, beneficiando mais de 2,5 milhões de habitantes. Além disso, vai contribuir para o desenvolvimento do agronegócio, do turismo e do setor de geração de energia eólica na região. Os serviços no equipamento estão gerando 220 empregos diretos e 45 indiretos. Com previsão de ser finalizada no segundo semestre de 2021, a ponte será uma importante ligação da região oeste baiana com o restante do estado. O equipamento, com um quilômetro de extensão e 15 metros de largura, faz parte do projeto de recuperação do Sistema Viário da BA-052.

58km da BA-148 foram recuperados. O trecho fica entre Irecê, na rotatória da BA-432, até Barra do Mendes, passando por Ibipeba e Ibititá. (Foto: Carol Garcia / GOV-BA)

Postos SAC no interior atendem aos sábados para serviços de RG e CNH

Sábado / 19.09.2020

Por Redação Sertão Hoje

Regime entra em vigor a partir de 19 de setembro nas unidades Barreiras, Conquista I e II, Feira I e II, Ilhéus, Juazeiro e Santo Antônio de Jesus; atendimento é 100% agendado.

Postos SAC no interior do Estado passam a atender também aos sábados a partir de 19 de setembro. A ação contempla as unidades Barreiras, Conquista I, Conquista II, Feira I, Feira II, Ilhéus, Juazeiro e Santo Antônio de Jesus. O atendimento aos sábados está restrito a serviços de RG e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e deve ser feito, exclusivamente, por agendamento através do SAC Digital.

• Confira no ‘leia mais’, ao final da matéria, os horários de atendimento e serviços disponíveis em cada posto;

O atendimento é feito somente por hora marcada e os horários para agendamento já estão liberados no site do SAC Digital (www.sacdigital.ba.gov.br) ou pelo aplicativo disponível para Android e iOS. Para outras informações, a Secretaria da Administração (Saeb) ainda disponibiliza site institucional do SAC (www.sac.ba.gov.br) e o call center: 0800 071 5353 ou 4020-5353.

A Rede SAC reforça a necessidade dos cidadãos redobrarem a atenção aos cuidados recomendados pelo Governo do Estado e pela Organização Mundial de Saúde (OMS) ao se dirigem ao SAC Móvel. Entre as medidas de segurança adotadas pela Rede SAC estão a disponibilização de dispensers com álcool em gel; reforço na higienização das dependências da carreta, bem como dos móveis; reorganização do espaço de espera para promover o distanciamento, e controle da quantidade de agendamentos, reduzindo o número de pessoas no ambiente, como determina o Decreto Estadual 19.529/20.
.

Bahia melhora em Ranking de Competitividade dos Estados

Sexta / 18.09.2020

Por Redação Sertão Hoje

A Bahia subiu duas posições no ranking e ficou em 18º lugar, logo atrás de Pernambuco. (Foto: Divulgação)

O Centro de Liderança Pública (CLP) divulgou, nesta quinta-feira (17) o Ranking de Competitividade dos Estados (rankingdecompetitividade.org.br), desenvolvido em parceria com a B3, Tendências Consultoria e a Economist Intelligence Unit. A Bahia foi um dos destaques da região Nordeste neste ano. O Estado subiu duas posições no ranking e ficou em 18º lugar, logo atrás de Pernambuco.

Contribuiu para sua melhora o crescimento de dez posições no pilar Inovação (16ª colocação), a melhoria em sete posições no pilar Eficiência da Máquina Pública (7º lugar) e de cinco posições em Capital Humano (19ª colocação). Por outro lado, a Bahia caiu posições em Segurança Pública (25ª colocação). O melhor nordestino no ranking nacional é o Ceará, que ocupa a 10ª colocação, duas acima do lugar ocupado nos últimos dois anos. Neste ano, três estados do Nordeste melhoraram suas posições em comparação com 2019, dois estados mantiveram suas posições e quatro tiveram desempenho pior que no ano passado. O destaque negativo ficou com o Piauí, que ocupou o penúltimo lugar do ranking neste ano, três posições abaixo em comparação com o ano anterior. As primeiras colocações no país não mudaram em relação a 2019: São Paulo em 1º, seguido por Santa Catarina e Distrito Federal. Na parte de baixo do estudo estão, além do Piauí (26º), estão Roraima (25º) e Acre (27º), nas três últimas posições. O Maranhão, que era o 26º no ranking de 2019, saiu da rabeira e ficou em 23º lugar.

No Ranking de Competitividade dos Estados 2020, as 27 unidades federativas foram avaliadas. Neste ano, o levantamento também reuniu dados sobre destaques e desafios enfrentados por áreas essenciais da administração pública no combate à covid-19 a partir de 68 indicadores, distribuídos em dez pilares temáticos considerados fundamentais para a promoção da competitividade e melhoria da gestão pública dos estados brasileiros: Infraestrutura, Sustentabilidade Social, Segurança Pública, Educação, Solidez Fiscal, Eficiência da Máquina Pública, Capital Humano, Sustentabilidade Ambiental, Potencial de Mercado e Inovação. Segundo a CLP, o ranking, ferramenta que reúne dados para auxiliar gestores públicos a diagnosticar problemas e elencar prioridades, é utilizado por 20 estados.

Fonte: Jornal Correio*.

A Bahia subiu duas posições no ranking e ficou em 18º lugar, logo atrás de Pernambuco. (Foto: Divulgação)

Preocupado com pandemia nas eleições, Governador Rui Costa pede apoio ao TRE

Sexta / 18.09.2020

Por Redação Sertão Hoje

A informação foi divulgada pelo governador Rui Costa, nesta quinta-feira (17), por meio do seu perfil oficial no Twitter. (Foto: Divulgação)

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) vai produzir uma Nota Técnica para o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) com informações sobre a pandemia do novo coronavírus na Bahia e orientações para evitar o aumento de casos durante as eleições deste ano. A informação foi divulgada pelo governador Rui Costa, nesta quinta-feira (17), por meio do seu perfil oficial no Twitter. “Vamos encaminhar ao TRE informações técnicas e sugerir protocolos sanitários para assegurar que a campanha eleitoral e a votação deste ano não provoquem o avanço da pandemia na Bahia”, escreveu o governador.

O assunto foi discutido por Rui durante reunião virtual, nesta quinta, com o presidente do TRE-BA, Jatahy Júnior; o prefeito de Salvador, ACM Neto; o presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro; e representantes do Ministério Público Eleitoral. “O nosso pedido é que sejam adotadas todas as medidas necessárias para que tenhamos uma eleição segura para baianas e baianos”, afirmou.

O presidente do TRE-BA destacou que a reunião foi "bastante proveitosa e houve consenso sobre a necessidade de adotar medidas rigorosas contra a Covid-19. A Justiça Eleitoral fará de tudo para que a eleição ocorra normalmente, sempre respeitando as normas sanitárias de proteção à saúde pública”. A nota técnica da Sesab, que garantirá subsídio à tomada de decisões do TRE, deve ser entregue ao tribunal nos próximos dias.

Com R$ 1,1 bilhão, Bahia foi o 3° estado que mais recebeu recursos de fundo federal na pandemia

Quinta / 17.09.2020

Por Redação Sertão Hoje

O estado ficou atrás de São Paulo (R$ 2,8 bilhões) e Minas Gerais (R$ 1,2 bilhão). (Foto: Leandro Cipriano / SES)

O programa de socorro federal para estados e municípios aprovados pelo Congresso Nacional repassou R$ 1,169 bilhão para o governo da Bahia durante a pandemia da Covid-19. O valor cobre a perda de receita do estado no primeiro semestre de 2020, que chegou a R$ 860 milhões, e deixou aos cofres baianos uma margem de R$ 309 milhões para investimentos. A Bahia foi o terceiro estado que mais recebeu recursos do fundo do governo federal, ficando atrás de São Paulo (R$ 2,8 bilhões) e Minas Gerais (R$ 1,2 bilhão).

• Vacinação para Covid-19 na Bahia só em março de 2021, diz secretário de Saúde;

A distribuição de recursos não teve ligação com as necessidades desses locais para enfrentar a pandemia, quando se considera a relação entre transferências e locais com maior número de mortes por habitante. As informações são da nota técnica da Rede de Pesquisa Solidária, publicada na Folha de S. Paulo nesta quinta-feira (17). O estudo reúne pesquisadores de instituições públicas e privadas, como a Universidade de São Paulo (USP), o Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap) e a Fundação Getúlio Vargas (FGV), que se debruçaram na base dos Relatórios Resumidos da Execução Orçamentária para o 1º semestre de 2019 e de 2020.

O Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus foi aprovado em maio deste ano e destinou R$ 60 bilhões da União para estados e municípios de forma a compensar perdas de arrecadação, em quatro parcelas, pagas de junho a setembro. A divisão da maior parte do dinheiro foi vinculada ao tamanho da população.

Fonte: Bahia Notícias.

Vacinação para Covid-19 na Bahia só em março de 2021, diz secretário de Saúde

Quinta / 17.09.2020

Por Redação Sertão Hoje

A Bahia contabiliza 287.685 casos, sendo que 274.617 já estão curados, 6.983 são casos ativos e 6.085 vieram a óbito (letalidade de 2,12%). (Foto: Paula Fróes/GOV-BA)

A tão sonhada vacina para a covid-19 deve demorar. Ela só deve começar a ser aplicada nos baianos a partir de março de 2021. A estimativa foi feita por Fábio Vilas-Boas (Sesab), secretário da Saúde da Bahia, nesta terça-feira (15) no programa Saúde & Bem-Estar, apresentado pelo jornalista Jorge Gauthier no Instagram do jornal CORREIO.

Apesar da Bahia ter a parceria com a Rússia em andamento para a distribuição de 50 milhões de doses, o secretário destacou que o prazo para o início da imunização ainda depende da aprovação e registro da vacina junto à Anvisa. Além disso, reforçou que, na rede pública, a vacina não terá como contemplar todos os baianos. “A prioridade serão as pessoas que são grupos de risco”.

Vilas-Boas destacou ainda que não acha seguro o retorno das aulas sem vacina, que os hospitais de campanha devem ser desativados progressivamente e reforçou a necessidade das pessoas continuarem usando as máscaras pois há um risco de uma segunda onda da pandemia a exemplo do que já aconteceu em países da Europa. O secretário falou também do legado de infraestrutura para a saúde do estado com a intenção de manutenção de 60% dos atuais leitos de UTI.

Ver essa foto no Instagram

Doutor em Cardiologia, o secretário da Saúde da Bahia (@saudegovba ) explicou que caso seja feita a regulamentação da vacina russa em novembro a vacinação na Bahia só deve começar em março de 2021 na rede pública. Serão duas doses da vacina e não terá vacina para todos. A prioridade de vacinação será para as pessoas em grupo de risco. As declarações foram feitas no Programa Saúde & Bem - Estar apresentado pelo jornalista @jorgegauthier toda terça-feira às 18h no Instagram do @correio24horas #Correio24h

Uma publicação compartilhada por JORNAL CORREIO | BAHIA (@correio24horas) em

A Sesab contabiliza 287.685 casos confirmados desde o início da pandemia, sendo que 274.617 já são considerados curados, 6.983 encontram-se ativos e 6.085 vieram a óbito, representando uma taxa de letalidade de 2,12%. Somente nesta última quarta-feira (16), a Bahia registrou 2.237 novos casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,8%) e 2.490 curados (+0,9%) e 45 óbitos. 24.333 profissionais da saúde foram infectados pelo Coronavírus.