Sertão Hoje

Sertão Hoje

Resultado da busca pela categoria "bahia"

Estado altera regras para concurso de médico e odontólogo da Polícia Militar

Sexta / 22.11.2019

Por Redação Sertão Hoje

Anteriormente, o concurso tinha entre seus pré-requisitos a exigência de idade entre 18 e 30 anos. A medida atende recomendação do MP-BA. (Foto: Reprodução / Internet)

A Secretaria da Administração (Saeb) publicou na quinta-feira (21), no Diário Oficial do Estado (DOE), retificação no edital de abertura de inscrições ao concurso público para seleção de oficiais de saúde da Polícia Militar da Bahia (PM-BA). De acordo com a publicação, poderão concorrer no certame candidatos aptos, que tenham, no mínimo, 18 anos. Anteriormente, o concurso tinha entre seus pré-requisitos a exigência de idade entre 18 e 30 anos. A medida atende recomendação do Ministério Público da Bahia (MP-BA).

Com isso, o prazo para inscrição no concurso será estendido até o dia 20 de dezembro, às 23h59, no site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) - www.ibfc.org.br. O prazo máximo para pagamento do boleto de inscrição, no valor de R$ 150, passa a ser o dia 23 de dezembro. Outros prazos para o certame e o cronograma provisório de atividades também serão reajustados e podem ser consultados no DOE e no Portal do Servidor - www.portaldoservidor.ba.gov.br.

Promovido pela Saeb e Polícia Militar, o concurso conta 17 vagas, sendo 11 para médico e seis para odontólogo, que vão assumir o posto de 1° Tenente na corporação. O certame tem validade de um ano, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período. As vagas para médico serão distribuídas entre as regiões de Salvador, Barreiras, Itabuna e Juazeiro. Serão convocados cardiologistas, ortopedistas, psiquiatras e clínicos gerais. Já as vagas para odontólogo são para atuar em Salvador, Itabuna e Juazeiro. Na capital é preciso ser especialista em Implantodontia, Periodontia e Prótese Dentária. Nos municípios do interior, as vagas são para Cirurgião Dentista.

Também foi publicada retificação no conteúdo programático do concurso para os quadros da PM-BA e do CMB-BA, confira aqui.

Saeb orienta sobre mudanças no concurso da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros

Sexta / 22.11.2019

Por Redação Sertão Hoje

As mudanças foram publicadas na edição de quinta-feira, dia 21, do Diário Oficial do Estado (DOE).

A Secretaria da Administração (Saeb) publicou nesta quinta-feira (21), no Diário Oficial do Estado (DOE), retificação no conteúdo programático do concurso público para os quadros da Polícia Militar (PM-BA) e do Corpo de Bombeiros Militar (CMB-BA) da Bahia.

Para o cargo de soldado da PM-BA, as alterações são nos assuntos das provas de conhecimentos gerais e de conhecimentos específicos. Já para soldado do Corpo de Bombeiros, as alterações são nos assuntos da prova de conhecimentos específicos. As mudanças podem ser consultadas no Portal do Servidor (www.portaldoservidor.ba.gov.br) e no site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) - www.ibfc.org.br.

Na mesma ocasião, a Saeb e as duas corporações publicam conjuntamente aviso aos candidatos inscritos no certame pelo sistema de reserva de vagas. Como previsto no edital de abertura de inscrições, os candidatos que optarem pela desistência de vagas reservadas para negros poderão realizar esta solicitação de 22 a 26 de novembro, observando o horário estipulado na publicação desta quinta-feira (21). A solicitação deve ser feita no site institucional da IBFC.

Serão disponibilizadas pela administração estadual 2 mil vagas para soldado da Polícia Militar da Bahia e outras 500 vagas para o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, totalizando 2,5 mil oportunidades. Mil policiais militares e 250 bombeiros militares terão ingresso em 2020. O excedente será incorporado ao serviço público em 2021. De acordo com o Decreto Estadual nº 15.353/2014, 30% das vagas ofertadas em concursos públicos na Bahia são reservadas a candidatos que se autodeclararem negros. O certame tem validade de um ano e as convocações irão observar a necessidade da administração pública.

Cancelada a eleição para presidente do TJ-BA marcada para hoje (20)

Quarta / 20.11.2019

Por Redação Sertão Hoje

Entre os candidatos, estavam os desembargadores Maria da Graça Osório e José Olegário Monção Caldas, ambos afastados por ordem do STJ. (Foto: Reprodução / Correio)

A Operação Faroeste (confira mais aqui) provocou o cancelamento da eleição para a presidência do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). Prevista para ocorrer hoje, a disputa agora não tem prazo para ser realizada, informou a assessoria de imprensa da Corte. Entre os candidatos, estavam os desembargadores Maria da Graça Osório Pimentel Leal e José Olegário Monção Caldas, ambos afastados por ordem do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) informou que os procedimentos instaurados em face de magistrados do TJ-BA, referentes ao suposto envolvimento em esquema de venda de sentenças, “estão tramitando normalmente na corregedoria nacional, observando o segredo de justiça previsto no artigo 54 da Lei Orgânica da Magistratura (Loman)”. Também em nota à imprensa, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) na Bahia afirmou considerar que apurações como esta, deflagrada hoje, contra a suposta venda de decisões judiciais, são necessárias para combater a corrupção e também uma excelente oportunidade para passar a limpo a Justiça da Bahia”.

Fonte: Correio*

XIV Semana Nacional da Conciliação: mais de 16,8 mil audiências foram realizadas na Bahia

Quarta / 20.11.2019

Por Redação Sertão Hoje

Os dados, divulgados pelo TJ-BA nesta quarta-feira (20), correspondem às conciliações realizadas nas unidades instaladas em 20 municípios. (Foto: Reprodução / TJ-BA)

Entre os dias 4 e 8 de novembro, ocorreu, em todo o país, a XIV Semana Nacional da Conciliação, uma iniciativa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Na Bahia, foram agendadas 22.146 audiências, das quais ocorreram 16.888. A ação alcançou 2.765 acordos envolvendo procedimentos cíveis e criminais.

No âmbito pré-processual, foram realizadas 431 audiências, que resultaram em 266 acordos. Já a esfera processual atingiu o quantitativo de 15.790 audiências e 2.093 acordos celebrados. No que diz respeito, especificamente, à área criminal, foram contabilizadas 667 audiências, 168 sentenças homologatórias de transação penal e 238 composições civis. Participaram da iniciativa no território baiano, 453 magistrados, 601 conciliadores e 830 colaboradores, que juntos atenderam 11.026 pessoas. Em relação a valores, os acordos firmados alcançaram a quantia de R$ 6.410.246,00. Os dados, divulgados pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) nesta quarta-feira (20), correspondem às unidades de Barreiras, Caetité, Dias d’Ávila, Eunápolis, Gandu, Guanambi, Ilhéus, Ipiau, Itajuipe, Itamaraju, Juazeiro, Luís Eduardo Magalhães, Muritiba, Porto Seguro, Riachão do Jacuípe, Salvador, Saúde, Senhor do Bonfim, Simões Filho e Vitória da Conquista.
 

STF decide por novo afastamento de Mário Negromonte do TCM-BA

Quarta / 20.11.2019

Por Redação Sertão Hoje

Negromonte estava no cargo desde junho do último ano quando o ministro Marco Aurélio Mello, do suspendeu a medida cautelar que impunha o afastamento do tribunal.

A primeira turma do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou por maioria, nesta terça-feira (20), o imediato afastamento de Mário Negromonte do cargo de Conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA). O julgamento também indeferiu, por unanimidade, o pedido de trancamento da ação penal.

Negromonte é acusado de, em 2011, ter aceitado R$ 25 milhões em propina do Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (SINDIPEÇAS) e ter repassado o valor para campanhas eleitorais dos candidatos do Partido Progressista (PP). Na época, ministro das Cidades de Dilma Rousseff, Negromonte se tornou réu no processo com base em acordo de colaboração premiada celebrado entre a força tarefa da Lava Jato do Ministério Público e o doleiro Alberto Youssef. Negromonte estava no cargo desde junho do último ano quando o ministro Marco Aurélio Mello, do suspendeu a medida cautelar que impunha o afastamento do tribunal.

Fonte: Bahia Notícias.

Prazo para realizar matricula online na rede estadual de ensino termina amanhã (20)

Terça / 19.11.2019

Por Redação Sertão Hoje

Os estudantes já matriculados na rede estadual também poderão optar em fazer a renovação da matrícula na própria escola. (Foto: Reprodução / Internet)

Desde segunda-feira (18), os estudantes da rede estadual de educação irão realizar suas matrículas de forma totalmente on-line através do SAC Digital (sacdigital.ba.gov.br), plataforma que unifica todos os serviços do Estado em um único portal. Isto será possível graças à parceria da Secretaria da Educação do Estado (Sec) com a Secretaria da Administração do Estado (Saeb), e a Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia (Prodeb).

Para realizar o cadastro, o estudante precisa acessar o SAC Digital e clicar em “Cadastre-se” no menu principal. Em seguida, é só preencher um formulário. No campo “E-mail”, é necessário informar um e-mail que o usuário costuma acessar e que lembra a senha. No final do cadastro, será necessário acessar este e-mail para ativar a conta no SAC Digital. A matrícula só poderá ser realizada mediante este cadastro.

O processo de matrícula on-line da rede estadual segue até o dia 20 de novembro, com a pré-matrícula de estudantes da Educação Inclusiva. Logo em seguida, no dia 21 de novembro, começa a renovação da matrícula para os estudantes da rede estadual com frequência regular no ano de 2019, seguindo até o dia 10 de dezembro. Os estudantes já matriculados na rede estadual também poderão optar em fazer a renovação da matrícula na própria escola.  Os alunos novos, oriundos das redes municipais e privada, também poderão utilizar o SAC Digital, mas, para este público, a matrícula será realizada de 21 a 28 de janeiro de 2020, de acordo com o calendário a ser divulgado pela Sec e que estará disponível no Portal da Educação (educacao.ba.gov.br). Os mesmos também precisarão fazer o cadastro e, após a matrícula online, terão 24 horas para apresentar a documentação necessária na escola para a qual efetuou a matrícula.

Operação da PF investiga venda de sentenças no TJ-BA; presidente e mais 3 desembargadores foram afastados do tribunal

Terça / 19.11.2019

Por Redação Sertão Hoje

A ação envolve mais de 200 policiais, que cumprem 4 mandados de prisão e 40 de busca e apreensão em 4 cidades baianas e no DF. (Foto: Cid Vaz / TV Bahia)

A Polícia Federal (PF) deflagrou uma operação contra juízes e desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) na manhã desta terça-feira (19). Durante a ação, quatro desembargadores e dois juízes foram afastados dos cargos por 90 dias, incluindo o presidente do TJ-BA, desembargador Gesivaldo Britto. Os outros desembargadores são José Olegário Monção, Maria da Graça Osório e Maria do Socorro Barreto Santiago. Já os juízes foram identificados como Marivalda Moutinho e Sérgio Humberto Sampaio. Além da suspensão, os seis magistrados estão proibidos de entrar no prédio do TJ-BA, de se comunicar com funcionários e de utilizar serviços do órgão. De acordo com a PF, a operação tem como objetivo combater um suposto esquema de venda de decisões judiciais, além dos crimes de corrupção ativa e passiva, de lavagem de ativos, de evasão de divisas, de organização criminosa e de tráfico de influência.

A ação, batizada de "Operação Faroeste", teve a participação de mais de 200 policiais federais, que cumpriram 4 mandados de prisão e 40 de busca e apreensão nos municípios baianos de Salvador, Barreiras, Formosa do Rio Preto e Santa Rita de Cássia, e em Brasília (DF). Os mandados foram expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e, de acordo com a PF, têm por objetivo localizar e apreender provas complementares dos crimes praticados.
 

Celulares pré-pagos com cadastros desatualizados serão bloqueados na Bahia e 16 estados

Quinta / 14.11.2019

Por Redação Sertão Hoje

Segundo a Anatel, Menos de 1% dos 91 milhões de celulares pré-pagos dessas regiões apresenta alguma pendência cadastral. (Foto: Reprodução / Anatel)

Na próxima segunda-feira (18), os titulares de linhas móveis pré-pagas que não atualizaram seus cadastros após terem recebido notificação das prestadoras terão as linhas bloqueadas nos estados da Bahia, Alagoas, Amazonas, Amapá, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Roraima, Sergipe e São Paulo. Menos de 1% dos 91 milhões de celulares pré-pagos dessas regiões apresenta alguma pendência cadastral.

Esta é última fase da campanha de comunicação aos consumidores com cadastros desatualizados, realizada pelas prestadoras Algar, Claro, Oi, Sercomtel, Tim e Vivo, dentro do Projeto Cadastro Pré-Pago, acompanhado pela Anatel. O objetivo da iniciativa é garantir uma base cadastral correta e atualizada, a fim de evitar a ocorrência de fraudes de subscrição (linhas associadas indevidamente a CPFs) e, dessa forma, ampliar a segurança dos consumidores. A terceira fase da primeira etapa termina no dia 18 de novembro e alcança os demais estados do Brasil.

Quem tiver a linha pré-paga bloqueada poderá proceder à atualização dos dados cadastrais junto à sua prestadora por meio dos canais de atendimento disponíveis, como call center e espaço reservado ao consumidor na internet. Nesse contato, devem ser informados o nome completo e o endereço com o número do CEP.  No caso de pessoa física, é necessário informar o número do CPF e, para pessoa jurídica, o CNPJ. Também poderão ser solicitadas informações adicionais de validação do cadastro. Para garantir que o SMS de solicitação de recadastramento recebido foi, de fato, encaminhado pela prestadora contratada, o consumidor pode conferir os números utilizados pelas prestadoras para envio destas mensagens na página Cadastro Pré-Pago (www.anatel.gov.br/dados/cadastro-pre-pago).

Policiais baianos recebem R$ 40 milhões em Prêmio por Desempenho Policial

Quinta / 14.11.2019

Por Redação Sertão Hoje

Desde 2013, cerca de R$ 172 milhões foram pagos, para aproximadamente 132,5 mil policiais. Os dados foram divulgados pela SSP-BA nesta quinta-feira (14). (Foto: SSP-BA)

Cerca de R$ 40 milhões estão sendo pagos, nesta quinta-feira (14), aos policiais militares, civis e técnicos que alcançaram redução de 6% das mortes violentas, na Bahia. O prêmio reconhece o esforço dos efetivos, no primeiro semestre de 2019, comparando com o mesmo período do ano passado. Pela PM, cerca de 19,6 mil homens e mulheres foram contemplados, com valores mínimos entre R$ 619 e 2,4 mil reais. Já os efetivos das polícias Civil e Técnica, que também alcançaram a meta, receberam premiações variando entre 371 reais e R$ 2,4 mil. No total, 25,3 mil policiais no estado receberam o Prêmio por Desempenho Policial (PDP). Desde a implantação, em 2013, aproximadamente R$ 172 milhões foram pagos, para cerca de 132,5 mil policiais. Os dados foram divulgados pela Secretária de Segurança Pública de Estado (SSP-BA) nesta quinta-feira (14).

Tem início a implantação de 200 salas para o tratamento do pé diabético

Quarta / 13.11.2019

Por Redação Sertão Hoje

A Sesab já realizou um programa de treinamento com profissionais da assistência de 64 cidades, visando qualificar este cuidado, prevenindo lesões e internações. (Foto: Sesab)

Até o final do ano serão implantadas 200 salas para o tratamento do pé diabético em toda a Bahia, a maior parte distribuída em municípios com menos de 100 mil habitantes. Uma das primeiras será no município de São Sebastião do Passé, localizado na região metropolitana de Salvador, tendo o secretário da Saúde do Estado (Sesab), Fábio Vilas-Boas, autorizado nesta semana, a cessão de equipamentos para a localidade, a exemplo de doppler pulsado e contínuo, maca e carro de curativo.

A Sesab, por meio da Escola de Saúde Pública (ESPBA) e do Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba), já realizou um programa de treinamento com profissionais da assistência de 64 cidades, visando qualificar este cuidado, prevenindo lesões e internações associadas ao pé diabético. De acordo com Vilas-Boas, as amputações decorrentes de complicações do pé diabético constituem um grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo, levando em conta as elevadas taxas de internação hospitalar. “Além do impacto social na vida do usuário e da alta mortalidade associada, as amputações estão relacionadas a altos custos diretos e indiretos para o sistema de saúde. Dados do Sistema de Pactuação dos Indicadores (Sispacto) apontam que 25% das internações de pacientes na capital, por exemplo, poderiam ser prevenidas por serem condições sensíveis à Atenção Básica. Sem o adequado acompanhamento, o paciente diabético não realiza exames, não toma os medicamentos e acaba por ir a uma emergência de um hospital com o pé infectado que levará, possivelmente, à amputação de um dos membros”, afirma Vilas-Boas.
 

Prefeito baiano causa prejuízo de R$ 36 milhões ao município por causa da sonegação de impostos, afirma MPF

Quarta / 13.11.2019

Por Redação Sertão Hoje

O prefeito e o diretor de RH do município prestaram declarações falsas à Receita para adiar o recolhimento das contribuições previdenciárias dos funcionários públicos.

O Ministério Público Federal (MPF) moveu ação de improbidade administrativa contra o prefeito de Araci (BA), Antônio Carvalho e Silva Neto, e o diretor de Recursos Humanos (RH) do município, José Washington Ferreira da Silva. Os agentes públicos prestaram declarações falsas à Receita Federal para adiar às próximas gestões o recolhimento das contribuições previdenciárias dos funcionários públicos do município entre 2013 e 2018, causando prejuízo de R$ 36.102.359,72, contando apenas multas e juros em função dos atos ilícitos que praticaram. A fraude foi descoberta pela Receita Federal, após os agentes do órgão realizarem fiscalização no município.

Com base nos valores dos salários dos seus servidores públicos, o município, como empregador, preenche mensalmente as chamadas Guias de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social (GFIPs) e as envia à Receita, que recolhe as contribuições previdenciárias a partir dos números informados nestes documentos. Além de informar o valor total das contribuições, o município deve indicar os eventuais saldos que tenha junto à Receita. Caso o valor total das contribuições e os saldos para compensar estejam incorretos, o município deve enviar guias retificadoras. Neto e Silva preencheram as guias de abril de 2017 a junho de 2018 com valores bem menores do que os devidos, alegando ter pago valores a maior em relação ao período compreendido entre março de 2013 e dezembro de 2016. O que as investigações da Receita apuraram, contudo, foi que o município não havia realizado pagamentos a maior.
 

MP Eleitoral pede ao TSE cassação do mandato de deputado estadual de Marcell Moraes

Quarta / 13.11.2019

Por ASCOM/MPF-BA

Para o MP, Marcell utilizou-se da prática de abuso de poder ao associar sua imagem a campanhas de vacinação e de castração de animais realizadas pela ONG Geamo.

O Ministério Público (MP) Eleitoral, por meio da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), recorreu, no último dia 7 de novembro, da decisão do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE/BA) que julgou improcedente a ação de investigação judicial eleitoral proposta em dezembro do ano passado contra o deputado estadual Marcell Moraes, sob a alegação de que a prática de abuso de poder não foi comprovada.

De acordo com o recurso da PRE, o abuso de poder se deu com a ampla divulgação da imagem do investigado – realizada principalmente por meios de banners – associada aos atendimentos de vacinação e castração de animais realizadas de forma gratuita ou a preços insignificantes, em parceria com a ONG Geamo. A promoção dos serviços em diversos municípios do estado da Bahia, em ano eleitoral, pode ser confirmada pelas fotos e vídeos que constam na ação de investigação. Assim, o MP Eleitoral entende que não apenas está caracterizada como também comprovada a prática do assistencialismo com o intuito de angariar votos para o deputado o que é suficiente para caracterizar o abuso de poder. O órgão requer, portanto, a reforma do acórdão, o que resultará na cassação do diploma e na declaração de Moraes como inelegível pelos oito anos seguintes à eleição de 2018. Com o recurso, o caso sobe ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

CONFIRA AQUI A ÍNTEGRA DO RECURSO.

Rede SAC suspende atendimento nesta sexta-feira (15)

Quarta / 13.11.2019

Por Redação Sertão Hoje

Somente o atendimento do SAC Móvel será mantido conforme cronograma disponibilizado no Portal SAC (sac.ba.gov.br). (Foto: Arquivo / Sertão Hoje)

A Rede SAC irá suspender o atendimento nesta sexta-feira (15) em todo o estado. O motivo é o feriado nacional da Proclamação da República, celebrado todo dia 15 de novembro. Somente o atendimento do SAC Móvel será mantido conforme cronograma disponibilizado no Portal SAC (sac.ba.gov.br). 

A Rede SAC possui 73 unidades de atendimento, sendo 37 Postos (na capital, região metropolitana e interior) e 33 Pontos SAC. Além disso, operam três rotas do SAC Móvel, unidades itinerantes que percorrem localidades que não possuem SAC. Para outras informações sobre serviços prestados, horários de atendimento e endereços, a Secretaria da Administração (SAEB) disponibiliza o aplicativo SAC Digital, e o portal SAC Digital (sacdigital.ba.gov.br), além do portal SAC (sac.ba.gov.br).

Policlínica Regional de Saúde de Senhor do Bonfim foi inaugurada nesta segunda-feira (11); essa é a 14ª unidade entregue

Terça / 12.11.2019

Por Redação Sertão Hoje

Com um investimento de R$ 23 milhões, a unidade dará assistência a 11 municípios da região norte do estado. (Fotos: Paula Fróes/GOVBA)

A Policlínica Regional de Saúde de Senhor do Bonfim, localizada na região norte do estado, foi entregue à população pelo governador Rui Costa nesta segunda-feira (11). Com um investimento de R$ 23 milhões, a unidade dará assistência aos municípios de Andorinha, Antônio Gonçalves, Campo Formoso, Cansanção, Filadélfia, Itiúba, Jaguarari, Nordestina, Ponto Novo, Queimadas e Senhor do Bonfim, que formam o Consórcio Interfederativo de Saúde. “Esta é mais uma unidade de saúde na Bahia planejada e construída num modelo integrado. O Governo do Estado construiu a policlínica e o custeio com a manutenção será dividido entre o Estado e as cidades que fazem parte do consórcio, sendo que cada município pagará de forma proporcional a sua população”, explicou o governador.

A Policlínica começou a funcionar nesta terça-feira (12), oferecendo atendimento gratuito para cerca de 350 mil moradores da região. A unidade conta com uma equipe formada por 67 profissionais, incluindo médicos, enfermeiros, psicólogo, farmacêutico, nutricionista, ouvidor, assessores técnicos, assistente social, técnicos em enfermagem, técnicos em radiologia e assistentes administrativos. Ônibus equipados com ar condicionado e internet wi-fi realizarão o transporte dos pacientes que moram nos municípios vizinhos. A unidade oferece consultas em especialidades como angiologia, cardiologia, endocrinologia, gastrenterologia, neurologia, ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia/obstetrícia, mastologia e urologia. Também serão realizados exames como ressonância magnética (com e sem contraste), tomografia (com e sem contraste), mamografia, ultrassonografia com doppler, ecocardiografia, ergometria, mapa, holter, eletroencefalograma, raio-X, eletrocardiograma, endoscopia, colonoscopia, nasolaringoscopia, colposcopia, histeroscopia, cistoscopia, entre outros, ligados às especialidades de oftalmologia.
 

PROERD formou 113 mil estudantes na Bahia em 2019

Segunda / 11.11.2019

Por Redação Sertão Hoje

O programa é desenvolvido pela PM-BA há 16 anos nas escolas públicas e privadas. Em 2019, o PROERD atingiu a marca de 750 mil alunos atendidos. (Foto: Fernando Vivas / GOV-BA)

A Polícia Militar da Bahia (PM-BA) reuniu 1,8 mil estudantes no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, em Salvador, na tarde da última sexta (08), em cerimônia de formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD). Na plateia estavam alunos, pais e professores de 25 escolas que participam das atividades do PROERD em Salvador.

O programa é desenvolvido pela PM-BA há 16 anos nas escolas públicas e privadas do estado. Em 2019, o PROERD atingiu a marca de 750 mil alunos atendidos. O trabalho envolve a corporação militar e a sociedade para que juntos possam contribuir na prevenção ao uso de drogas, além da capacitação dos jovens para que tomem decisões conscientes.  Para o secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, o “projeto aborda um aspecto que é extremante importante, que trata da prevenção. Se tivéssemos mais órgãos da iniciativa privada cooperando com esse programa, para viabilizar que pudéssemos chegar a todos os jovens dessa faixa escolar, teríamos cada vez menos pessoas envolvidas com o consumo de drogas”.